Recomendar o artigo:É "inadmissível" agredir a Justiça: Cármen Lúcia cobra respeito às decisões do Judiciário

* Campo Obrigatório






Separe vários endereços com uma vírgula. Máximo 20 endereços.

A carregar ... A carregar ...

Fechar esta Janela