Raquel Dodge pede ao Supremo para suspender inquérito sobre Michel Temer

Marcelo Camargo / ABr

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge

Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu nesta terça-feira (25) a suspensão do inquérito que investiga o presidente da República, Michel Temer, quanto a suposto favorecimento à empresa Odebrecht entre os anos 2013 e 2015.

De acordo com o pedido, a suspensão deve vigorar até o final do mandato, já que Temer tem imunidade à acusação penal para fatos anteriores ao mandato.

O inquérito investiga ainda os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia. Naquele período, os dois ocuparam, em períodos distintos, a Secretaria de Aviação Civil, e Temer era vice-presidente da República.

A investigação apura informação de delação premiada do ex-executivo da construtora, Cláudio Melo Filho, sobre jantar que teria ocorrido no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, para negociar repasse de R$ 10 milhões para campanhas políticas do então PMDB, atual MDB.

No ano passado, a procuradora-geral da República pediu a inclusão do já presidente da República entre os investigados do caso por considerar que “há interesse público em evitar o perecimento da prova e, com ela, da verdade, o que justifica a abertura de investigação criminal a ser feita com a maior brevidade possível e no período mais próximo à data do fato apurado”.

O Palácio do Planalto já confirmou, no ano passado, que o jantar de fato ocorreu e que foram tratados temas relativos à campanha presidencial, mas negou que na conversa tenham sido discutidos valores. Não há prazo para o ministro Edson Fachin, responsável pelo caso no STF, decidir sobre o pedido da PGR.

Primeira instância

No mesmo documento enviado ao STF, Raquel Dodge ainda solicita que as informações do inquérito referentes aos ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco sejam enviadas à primeira instância da Justiça Federal.

Neste caso, a procuradora-geral quer aplicar a decisão do STF na Ação Penal 937 que decidiu restringir o foro por prerrogativa, conhecido também como foro privilegiado, de parlamentares. De acordo com a decisão, o privilégio ficaria restrito aos atos praticados somente durante e em função do exercício parlamentar.

De acordo com a tese da PGR, apesar de não serem parlamentares, Eliseu Padilha e Moreira Franco devem ser alcançados pela nova interpretação do foro privilegiado. Segundo a investigação, o grupo político teria favorecido a Odebrecht em decisões da Secretaria de Aviação em troca dos recursos.

Em 2 de agosto passado, atendendo a pedido da PGR, o ministro Edson Fachin autorizou a prorrogação do inquérito por 60 dias, prazo que venceria agora, no início de outubro.

Ciberia // Agência Brasil

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Nuvem monstruosa de poeira do Saara é observa da espaço vindo em direção a Amazônia

  Todo os anos o deserto do Saara, lá do lado oposto do Oceano Atlântico, sopra uma nuvem tão gigantesca de poeira em direção as Américas que foi apelidada de Godzilla. É a maior destas nuvens em …

Oi? Kanye West compara vacina para COVID-19 com "a marca da besta"

Em nova polêmica, o rapper norte-americano Kanye West fez uma série de revelações sobre como ele enxerga uma possível vacina contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2). Durante entrevista concedida para a revista Forbes, o cantor também comentou …

Comentarista da CNN Brasil insinua que gays são promíscuos e ‘têm chance muito maior de ter Aids’

A CNN Brasil convidou o comentarista Leandro Narloch para falar sobre ao vivo sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), de liberar a doação de sangue por parte de homens homossexuais e mulheres transsexuais, …

China detecta rastros de coronavírus em pacotes de alimentos do Equador

A China anunciou nesta sexta-feira (10/07) a suspensão das importações de alimentos do Equador após encontrar rastros do novo coronavírus em embalagens de camarão. Os vestígios foram encontrados em contêineres com pacotes de camarão branco do …

Pesquisadores se deparam com '1º colar' humano de 160.000 anos

Fósseis de conchas de amêijoas de 160 mil anos encontradas em cavernas de Israel são os primeiros exemplares de conchas usadas como adorno no corpo humano, defendem pesquisadores. Há cerca de 160 mil a 120 mil …

A China diz ter identificado uma nova doença muito mais mortal do que o Covid-19

A embaixada da China no Cazaquistão alertou sobre uma nova pneumonia desconhecida que seria ainda mais mortífera do que o coronavírus (Sars-CoV-2) causador Covid-19, de acordo com o South China Morning Post (SCMP). “A taxa de …

The Sims ganhará reality show para premiar jogadores em US$ 100 mil

A longeva franquia The Sims, onde gamers gerenciam todos os aspectos da vida de avatares virtuais, vai ganhar um reality show. Veiculado pela emissora norte-americana CBS, a atração se chamará “Spark’d” e deve ir ao ar …

Nudes de 100 anos encontrados dentro de parede são avaliados em milhares de dólares

O senso comum sugere que as gerações passadas eram mais conservadoras que as atuais, especialmente no que diz respeito à sexualidade. Basta escavarmos um pouco a memória – ou as paredes de nossas casas – para …

Presidente interina da Bolívia testa positivo para covid-19

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, revelou nesta quinta-feira (09/07) que foi infectada pelo novo coronavírus e que iniciará um período de quarentena. "Junto com toda a minha equipe, temos trabalhado pelas famílias bolivianas durante …

Após Bolsonaro tirar máscara em entrevista, ABI entra com ação contra presidente no STF

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) apresentou nesta quinta-feira (9) uma queixa criminal ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro, depois que ele tirou a máscara em uma entrevista em que anunciou …