Afinal, o funeral da Princesa Diana foi uma mentira

PaddyBriggs / Wikimedia

Funeral de Diana de Gales, Princesa do Povo, 6 de setembro de 1997

Funeral de Diana de Gales, Princesa do Povo, 6 de setembro de 1997

Em 6 de setembro de 1997 todo o mundo estava de olhos atentos ao caixão em que a Princesa Diana descansaria eternamente. A urna seguia em uma carruagem – e depois em uma viatura fechada – e atrás caminhavam o Príncipe Charles, os filhos William e Harry, com 15 e 12 anos na época, e Charles Spencer, irmão de Diana.

Durante os mais de 13 quilômetros de cortejo fúnebre, o mundo acompanhou o caixão da princesa de Gales pelas ruas de Londres, desde o Palácio de Saint James até a Abadia de Westminster.

No entanto, aparentemente, tudo o que foi visto é mentira. Pelo menos a parte do caixão, que estaria vazio. Quem garante é a jornalista Concha Calleja, que investigou o assunto e publicou tudo no livro “Diana. Réquiem por una mentira“.

“William e Kate Middleton sabem que a princesa Diana foi cremada e enterrada com os Spencer. Ele e o irmão Harry sempre souberam. E a evidência mais forte é que visitaram a Igreja da Virgem Santa Maria, um dia antes do seu casamento”, contou a autora do livro, lançado em 24 de junho, à Vanitatis.

A jornalista não tem pudores em afirmar que toda a suposta mentira é um escândalo. “O cortejo fúnebre de Diana em Londres era de mais de 13 quilômetros e foi liderado pelos seus dois filhos, seu ex-marido e seu irmão. E o melhor de tudo é que acompanhavam uma caixa de madeira sem restos mortais porque Diana já estava enterrada na cripta familiar do pai. Pura encenação. E um insulto para os que a amavam”, assegurou Concha.

Segundo afirma na entrevista, a cripta da Igreja da Virgem Santa Maria é a mesma que aloja a família Spencer há 20 gerações, e era lá que Diana queria ser enterrada, tendo dito isso mesmo no testamento que deixou.

Mas, supostamente, o corpo teria sido sepultado no mausoléu criado em uma ilha artificial em Althorp – como o próprio irmão, conde de Spencer, disse.

“Para desvendar todas essas mentiras recolhi provas forenses, provas policiais, entrevistas, imagens e documentos não publicados. A primeira vez que visitei a pequena ilha artificial de Althorp, propriedade da família Spencer e na casa de Diana, onde eles dizem que ela foi enterrada e para onde centenas de turistas que viajam todos os anos para a homenagear. É sabido que o seu irmão Charles, o nono Conde de Spencer, se apressou em construir um grande mausoléu, que se tornou hoje em todo um negócio”, continuou.

Para aumentar a dúvida, a cripta dos Spencer foi aberta no dia 1º de setembro de 1997 e fechada apenas em 4 de setembro. O acidente que matou Lady Di no túnel de Alma, em Paris, foi no dia 31 de agosto.

“O mais alucinante é que os moradores com quem falei na minha investigação mantêm que, na noite de 4 de setembro, o crematório de Great Brington estava funcionando e ninguém tinha falecido naquela área de 150 habitantes. Apenas poucos se atreveram a reconhecer com sinceridade que a versão oficial sobre o enterro da princesa não é aquela transmitida oficialmente nos últimos 20 anos”, disse a jornalista.

20 anos depois da morte da “Princesa do Povo”, sua morte continua bem presente.

// ZAP

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …