Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais células solares, age como um catalisador para transformar a energia solar em hidrogênio.

No caso, a equipe usou LEDs para iluminar soluções ácidas contendo a molécula ativa, gerando o elemento.

Uma vez que o hidrogênio é uma alternativa mais ecológica em relação aos combustíveis fosseis, a descoberta poderia ajudar a humanidade a fazer a transição para fontes de energia mais limpas, combatendo a mudança climática.

“A ideia é que podemos usar fótons do sol e transformá-los em hidrogênio. Para simplificar, estamos captando energia da luz solar e armazenando-a em ligações químicas para que possa ser usada posteriormente”, afirmou a principal autora do novo estudo, Claudia Turro, professora de química da Universidade Estadual de Ohio.

Metodologia

Para transformar a luz do sol em energia, é necessário ter uma forma de captar essa luz e um catalisador. A maioria dos estudos anteriores que tentaram captar energia solar e transformá-la em hidrogênio focaram em comprimentos de onda de maior energia da luz solar, como os raios ultravioleta, e em catalisadores compostos de duas ou mais moléculas, capazes de trocar elétrons enquanto criam energia solar.

O problema é que a energia costuma ser perdida em sistemas com mais de uma molécula. Por outro lado, sistemas com apenas uma molécula era igualmente ineficientes porque os pesquisadores não captavam todo o espectro da luz solar.

A equipe de Turro, por sua vez, descobriu como criar um catalisador a partir de uma única molécula – uma forma do elemento ródio – capaz de coletar energia de todo o espectro visível da luz solar, do infravermelho ao ultravioleta. O novo sistema é quase 25 vezes mais eficiente com luz infravermelha de baixa energia (notoriamente difícil de captar) do que sistemas de molécula única anteriores.

“O que faz [o sistema] funcionar é que ele é capaz de colocar a molécula em um estado excitado, onde ela absorve o fóton e é capaz de armazenar dois elétrons para produzir hidrogênio. Esse armazenamento de dois elétrons em uma única molécula derivada de dois fótons, bem como usá-los juntos para produzir hidrogênio, é sem precedentes”, afirmou Turro ao portal Phys.org.

Próximos passos

De acordo com Turro, o mundo precisa de energia renovável. “Imagine se pudéssemos usar a luz solar para gerar nossa energia em vez de carvão, gás ou petróleo, o que poderíamos fazer para lidar com as mudanças climáticas”, concluiu.

De fato, o estudo é muito promissor, mas o hidrogênio não deve virar seu próximo combustível de escolha tão rapidamente.

O próximo passo da pesquisa é melhorar a tecnologia da molécula para produzir hidrogênio por um período maior, bem como construir um catalisador a partir de materiais mais baratos – o ródio é um metal raro, e portanto caro.

Um artigo sobre o estudo foi publicado na prestigiada revista científica Nature Chemistry.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

MDZhB: a misteriosa rádio soviética que segue emitindo sinais e ruídos há quase 50 anos

Uma misteriosa estação de rádio segue ininterruptamente transmitindo somente ruídos estáticos interrompidos por sons robóticos há mais de quatro décadas. Conhecida como UVB-76 ou MDZhB, os sinais da rádio são transmitidos de dois diferentes pontos da …

Atmosfera da Terra primitiva pode ter sido tão tóxica quanto a de Vênus hoje

Pesquisadores tentaram reproduzir o equilíbrio delicado entre os gases que evaporaram do oceano de magma e a atmosfera que eles podem ter criado, e descobriram que esta seria fina e composta por dióxido de carbono …

Enorme monolito misterioso descoberto no deserto de Utah

Uma ocorrência totalmente comum. Você está em um helicóptero sobrevoando uma região remota do sul de Utah contanto cabras e bodes selvagens, quando de repente avista um monolito inexplicável saindo do solo. A KSL TV, relatou …

Funcionário de funerária é demitido após tirar selfie com corpo de Maradona

Foi demitido o funcionário da funerária responsável pelo velório do ex-jogador Diego Armando Maradona que tirou uma foto ao lado do caixão com o corpo do astro, enterrado nesta quinta-feira, dia 26, na Grande Buenos …

Museu de Londres reunirá relatos de sonhos de britânicos na pandemia

Projeto visa documentar mudanças no sono causadas pelo confinamento e pela crise gerada com a covid-19, além de coletar narrativas sobre o período para gerações futuras. Mudanças no sono aparentemente têm sido comuns durante a pandemia …

'O Gambito da Rainha': série da Netflix ignora sexismo no xadrez, diz ex-campeã

Existem várias cenas comoventes em O Gambito da Rainha, a série da Netflix que conta a história fictícia de Beth Harman, uma jovem prodígio do xadrez da década de 1960. Em uma delas, um jogador experiente …

Detectada "partícula fantasma" no Sol que confirma teoria da década de 1930

Uma equipe internacional de cientistas conseguiu, pela primeira vez, detectar diretamente a presença do ciclo carbono-nitrogênio-oxigênio (CNO) na fusão nuclear do Sol. Este ciclo representa uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio …

Musk acertou? Tesla se aproxima dos US$ 500 bilhões de valor de mercado

Nesta segunda-feira (23), a Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 498 bilhões. E isso em um momento em que não se sabe se a empresa vai conseguir atingir a sua meta de entregar …

Papai Noel é considerado 'trabalhador essencial' na Irlanda

Na mesma semana em que novas restrições de viagem foram colocadas em prática no Reino Unido e na Irlanda diante dos estragos causados pela segunda onda da pandemia de covid-19 na Europa, a Irlanda fez …

Especialistas da ONU advertem sobre viés racista em algoritmos

Os países devem fazer mais para combater o racismo, principalmente nos algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Essas ferramentas podem reforçar discriminações, alertam especialistas da ONU. Segundo a especialista jamaicana …