Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência contra defensores dos direitos humanos no Brasil, diz a Anistia Internacional em um documento divulgado neste sábado (14).

“Dois anos de espera é muito tempo. A investigação realizada no ano passado se caracterizou pela ausência de elementos sólidos que permitissem identificar os mandantes e as circunstâncias desse assassinato, o que mostra que os defensores dos direitos humanos podem ser mortos no Brasil e que esses crimes ficam impunes”, afirmou Jurema Werneck, diretora-executiva da Anistia Internacional no Brasil.

No documento, a entidade pede ao Brasil para levar a investigação adiante e também informar à comunidade internacional que não tolerará esse tipo de violência, nem qualquer outra, contra pessoas como Marielle, “mobilizadas para construir sociedades mais justas”.

“Sabemos que a investigação está sendo conduzida com o máximo sigilo, mas ser transparente não significa revelar segredos. As famílias de Marielle e Anderson, e a sociedade como um todo, têm o direito de saber quais medidas foram tomadas e o status da investigação”, diz o texto.

Segundo a organização, a detenção em prisão preventiva em 12 de março de 2019 de dois homens acusados de matar Marielle e Anderson foi uma fase importante da investigação. No entanto, ela parece ter estagnado desde então. “Ainda é preciso esclarecer as circunstâncias em torno do assassinato, como quem ordenou e por quê”, sublinha a Anistia.

Apesar de o governador Wilson Witzel e do procurador-geral do Estado, Eduardo Gussem, terem prometido acelerar as investigações com independência e transparência, vazamentos de informações ocorridos no último ano dão a impressão de que as autoridades se perderam em um labirinto, lamenta a ONG.

A Anistia Internacional solicitou novas conversas com o governador do Rio de Janeiro e o procurador-geral do Estado, para lembrá-los da pressão internacional em torno do esclarecimento completo do crime. De acordo com a ONG, 983.000 pessoas em todo o mundo participam da campanha internacional para estabelecer a verdade e a justiça no caso de Marielle.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Revelada razão de comportamento instável de estrelas perto dos centros galácticos

Estrelas de ramo horizontal extremo são mais brilhantes e têm um ciclo de vida inferior ao das estrelas comuns, de acordo com um novo estudo. Os astrônomos estudaram o comportamento de um tipo especial de estrelas, …

Trump ameaça acionar Forças Armadas para conter protestos

No 7.º dia de manifestações antirracismo, Presidente dos EUA critica inação de governadores e promete enviar milhares de soldados para pôr fim a distúrbios. Visita de Trump a igreja é criticada como tentativa de autopromoção. O …

Não é apenas o coronavírus: surto de ebola retorna ao Congo

Foi confirmada, pelo ministro da Saúde do Congo, a descoberta de novos casos de Ebola na província de Équateur. O último surto do vírus altamente mortal ocorreu em 2018 e matou 33 pessoas no país. O …

Coronavírus: São Paulo se prepara para reabertura com 70% de leitos ocupados

O governo estadual de São Paulo ordenou a reabertura gradual dos estabelecimentos comerciais a partir dessa terça-feira (2). A gestão diz se basear no índice de infecções do novo coronavírus por cidade. Mesmo com 70% …

Júpiter é tão grande que quase virou um sol

Júpiter é o maior planeta do sistema solar. Assim, bem maior mesmo. Do tipo se você pegar todos os outros planetas e juntar suas massas, não chega nem aos pés dele. Nem mesmo metadinha. Esse gigante …

União Europeia pede que EUA reconsiderem sua decisão de cortar relações com a OMS

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o chefe de relações internacionais da União Europeia, Josep Borrell, pediram neste sábado (30) que os Estados Unidos “reconsiderem a decisão anunciada” de romper …

Astronautas da NASA chegam à ISS em nave da SpaceX e entram para a história

Depois de viajarem pelo espaço por 19 horas, os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley chegaram à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo da nave Crew Dragon alguns minutos antes do previsto. O lançamento histórico aconteceu …

Nova Zelândia se encontra em cima de enorme bolha de lava, segundo pesquisa

Durante os anos 70, pesquisadores propuseram a teoria de que o interior do planeta se agita lentamente como uma bolha de lava. Estas bolhas flutuantes surgem como plumas do manto derretido do centro da Terra, onde …

Alemães usam criatividade para manter distanciamento social

Até final de junho, distância mínima está em vigor em espaços públicos. Instituições de cultura encontraram meios engenhosos para reunir grupos com segurança. Ideias vão de chapéu com boia até orações em estacionamento. Com medidas de …

YouTube exibe mais de 100 filmes de ‘Cannes’ e outros festivais de cinema durante quarentena

Assim como outros eventos do cinema em 2020, o ‘Festival de Cannes’ foi cancelado em função da pandemia do novo coronavírus. Já os festivais de Veneza e Toronto, previstos para setembro, ainda são incertos. Mas, …