Drones americanos matam líderes da Al-Qaeda no Afeganistão

Equipamentos dispararam vários mísseis contra cada alvo. Operação foi a mais importante contra Al-Qaeda em muitos anos.

Dois integrantes de alto escalão da Al-Qaeda no Afeganistão morreram no domingo em um ataque de drones americanos, um golpe duro contra o grupo extremista no país, confirmou em Cabul a Direção Nacional de Segurança (NDS) afegã.

Faruq al-Qahtani, Bilal al-Utabi e um terceiro membro do grupo morreram em um ataque da coalizão na província de Kunar”, afirma um comunicado da NDS.

Poucas horas antes, fontes americanas haviam anunciado um ataque na província de Kunar, limítrofe com o Paquistão, contra Faruk al-Qahtani, o emir da Al-Qaeda para o nordeste do Afeganistão, e seu vice, Bilal al-Utabi.

Mas os militares americanos não tinham como confirmar a morte dos dois dirigentes, considerados “número 1 e número 2 ou 3 da Al-Qaeda” no Afeganistão.

Os drones dispararam vários mísseis contra cada alvo, no que é considerada “a operação mais importante contra a Al-Qaeda em muitos anos”, disse uma fonte americana.

“Eles são os líderes mais importantes da Al-Qaeda no Afeganistão. Sua morte representaria um sério revés para o grupo terrorista” no Afeganistão, disse Peter Cool, do serviço de imprensa do Pentágono.

A Al-Qaeda segue “determinada a realizar ataques contra os Estados Unidos e seus aliados e sócios”, acrescentou Cook.

Os Estados Unidos perseguem Qahtani, próximo a Osama Bin Laden, há vários anos, disse Cook.

Qatani teria organizado o financiamento e a preparação de ataques contra as forças da coalizão no Afeganistão, assim como no sudeste da Ásia e no Ocidente.

“Al Utabi foi quem organizou tudo para converter o Afeganistão em uma retaguarda segura a partir de onde ameaçaria o Ocidente e que supervisiona o recrutamento e o treinamento dos combatentes estrangeiros”, acrescentou Peter Cook.

A morte dos dois dirigentes “dificultará as conspirações contra os Estados Unidos e nossos aliados”, insistiu.

Qatani havia sido localizado em 2012, mas o ataque para eliminá-lo foi cancelado no último minuto devido ao risco de que fossem registradas vítimas civis.

No domingo, Qatani e seu assistente estavam na localidade de Hilgal, em Kunar, distrito de Ghazi Abad, disseram oficiais do Pentágono.

Estavam em dois edifícios separados por algumas centenas de metros, mas foram atacados quase simultaneamente com múltiplos drones.

Ao menos 15 insurgentes morreram, incluindo dois árabes e vários combatentes talibãs paquistaneses, disse o porta-voz provincial, Abdul Ghani Mosamem, à AFP.

Desde fevereiro, o Tesouro dos Estados Unidos designa Qahtani, também chamado de Nayf Salam Muhammad Ujaym al-Hababi, como “terrorista”.

Qahtani, de nacionalidade catariana, que teria nascido na Arábia Saudita entre 1979 e 1981, estava ativo no Afeganistão ao menos desde 2009.

A partir de 2012, Qahtani enviou vários suicidas contra bases das forças militares afegãs e comboios da coalizão ocidental, indicaram fontes do Pentágono.

Documentos encontrados na casa de Bin Laden, assassinado por um comando americano no dia 2 de maio de 2011 em Abbottabad, Paquistão, revelaram a importância que Qahtani tinha na Al-Qaeda, indicaram as fontes.

Após os atentados de 11 de setembro de 2001, os Estados Unidos lançaram uma vasta operação contra os talibãs e a Al-Qaeda.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …

Presidente russo Vladimir Putin anuncia registro de 1ª vacina contra COVID-19

Nesta terça-feira (11), o presidente Vladimir Putin anunciou o registro da primeira vacina russa contra a COVID-19. "Tanto quanto sei, nesta manhã foi registrada, pela primeira vez no mundo, uma vacina contra a COVID-19", disse o …

O planeta anão Ceres é um Oceano, afirmam cientistas

O planeta anão Ceres — há muito considerado uma estéril rocha espacial — é um mundo oceânico com reservatórios de água marinha sob sua superfície, descobriu uma grande missão de exploração que divulgou seus resultados …

Líder da oposição de Belarus deixa o país

Ministro da Lituânia afirma que Svetlana Tikhanovskaya "está em segurança” no país vizinho. Regime de Alexander Lukansheko, no poder desde 1994, vem reprimindo protestos que acusam governo de fraudar eleições. O ministro das Relações Exteriores da …

Jovem negro é morto no dia do aniversário por PM que achou que ele fosse atirar

Nesse domingo (9), Rogério Ferreira da Silva Júnior comemorava o seu aniversário de 19 anos dando um rolê de moto. Enquanto passava pela Avenida dos Pedrosos, na Zona Sul de São Paulo, foi perseguido por …

Bill Gates opina sobre compra do TikTok pela Microsoft: “cálice envenenado”

Embora esteja afastado desde março do conselho de diretores da Microsoft, Bill Gates, cofundador e atual consultor de tecnologia da companhia, não deixa de estar atento às recentes notícias de que a gigante de Redmond …

Plataforma de gelo no Canadá quebra e cria iceberg pouco menor que Vitória, do Espírito Santo

Após um aquecimento de cerca de 9 ºC nas últimas décadas, a Milne, considerada "a última plataforma de gelo completa" no mundo, perdeu uma grande parte, formando um iceberg. Uma das maiores plataformas de gelo no …

Cientistas propõe adicionar drogas psicoativas na água potável

Pesquisadores do Reino Unido propuseram uma idéia radical para reduzir a taxa de suicídios: incluir o medicamento psicoativo lítio — um estabilizador de humor — na água potável da população. Parece uma idéia completamente radical, mas …

Magnata da mídia é preso em Hong Kong

Jimmy Lai, crítico do regime de Pequim e proprietário de jornal pró-democracia, foi detido com base em nova lei de segurança nacional imposta pela China. O empresário Jimmy Lai, uma das figuras mais influentes do movimento …