“Mudança ambiental”: EUA declaram extintas 23 espécies

Daderot / Wikimedia

Pica-pau-bico-de-marfim (Campephilus principalis)

O pica-pau-bico-de-marfim está entre as 23 espécies declaradas extintas pelo Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos (US Fish and Wildlife Service, ou FWS) nesta semana.

Ao todo, 11 aves, um morcego, dois peixes, uma planta e oito tipos de mexilhão foram declarados extintos. Por esse motivo, o serviço propôs removê-los da Lei de Espécies Ameaçadas (ESA, na sigla em inglês), que protege as espécies sob ameaça.

O FWS disse que tomou a medida com base em “análises rigorosas da melhor ciência disponível para cada uma dessas espécies”.

“Cada uma dessas 23 espécies representa uma perda permanente para o patrimônio natural de nossa nação e para a biodiversidade global”, disse Bridget Fahey, que supervisiona a classificação de espécies para o FWS, segundo o jornal New York Times. “E é um lembrete preocupante de que a extinção é uma consequência das mudanças ambientais causadas pelo homem.”

O pica-pau-bico-de-marfim já foi a maior espécie de pica-pau dos EUA, mas foi visto pela última vez em 1944 na Louisiana. A espécie foi oficialmente listada como ameaçada de extinção em 1967.

Outra ave declarada extinta é a Vermivora bachmanii (Bachman’s warbler em inglês), uma das aves canoras mais raras da América do Norte. Ela também estava listada como ameaçada de extinção desde 1967.

Oito espécies de pássaros do Havaí e o morcego frugívoro Pteropus tokudae(little Marianas fruit bat em inglês), da ilha de Guam, no Pacífico, também estão na lista.

O comunicado da FWS diz que “as circunstâncias de cada espécie também destacam como a atividade humana pode levar ao declínio e extinção de espécies, contribuindo para a perda de habitat e introdução de espécies invasoras e doenças”. Afirma, ainda, que “os impactos crescentes das mudanças climáticas devem exacerbar ainda mais essas ameaças e suas interações”.

O FWS disse também que as proteções oferecidas pela ESA, que entrou em vigor em 1973, chegaram tarde demais para essas espécies. Mas ressaltou que o ato teve sucesso em prevenir a extinção de mais de 99% das espécies listadas, e suas proteções são necessárias agora mais do que nunca.

“O Serviço está ativamente engajado com diversos parceiros em todo o país para prevenir futuras extinções, recuperar espécies listadas e prevenir a necessidade de proteções federais em primeiro lugar”, disse Martha Williams, Diretora Adjunta Principal do FWS.

“A Lei das Espécies Ameaçadas tem sido incrivelmente bem-sucedida tanto na prevenção de extinções quanto na inspiração das diversas parcerias necessárias para atender aos crescentes desafios de conservação do século 21.”

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …

Vênus tinha oceanos? Cientistas refutam hipótese popular usando modelagem

Cientistas da Suíça e França refutaram a hipótese de que anteriormente Vênus era coberta por oceanos. Um novo estudo revela que mesmo no início, quando o Sol era mais fraco do que agora, a superfície …