“Mudança ambiental”: EUA declaram extintas 23 espécies

Daderot / Wikimedia

Pica-pau-bico-de-marfim (Campephilus principalis)

O pica-pau-bico-de-marfim está entre as 23 espécies declaradas extintas pelo Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos (US Fish and Wildlife Service, ou FWS) nesta semana.

Ao todo, 11 aves, um morcego, dois peixes, uma planta e oito tipos de mexilhão foram declarados extintos. Por esse motivo, o serviço propôs removê-los da Lei de Espécies Ameaçadas (ESA, na sigla em inglês), que protege as espécies sob ameaça.

O FWS disse que tomou a medida com base em “análises rigorosas da melhor ciência disponível para cada uma dessas espécies”.

“Cada uma dessas 23 espécies representa uma perda permanente para o patrimônio natural de nossa nação e para a biodiversidade global”, disse Bridget Fahey, que supervisiona a classificação de espécies para o FWS, segundo o jornal New York Times. “E é um lembrete preocupante de que a extinção é uma consequência das mudanças ambientais causadas pelo homem.”

O pica-pau-bico-de-marfim já foi a maior espécie de pica-pau dos EUA, mas foi visto pela última vez em 1944 na Louisiana. A espécie foi oficialmente listada como ameaçada de extinção em 1967.

Outra ave declarada extinta é a Vermivora bachmanii (Bachman’s warbler em inglês), uma das aves canoras mais raras da América do Norte. Ela também estava listada como ameaçada de extinção desde 1967.

Oito espécies de pássaros do Havaí e o morcego frugívoro Pteropus tokudae(little Marianas fruit bat em inglês), da ilha de Guam, no Pacífico, também estão na lista.

O comunicado da FWS diz que “as circunstâncias de cada espécie também destacam como a atividade humana pode levar ao declínio e extinção de espécies, contribuindo para a perda de habitat e introdução de espécies invasoras e doenças”. Afirma, ainda, que “os impactos crescentes das mudanças climáticas devem exacerbar ainda mais essas ameaças e suas interações”.

O FWS disse também que as proteções oferecidas pela ESA, que entrou em vigor em 1973, chegaram tarde demais para essas espécies. Mas ressaltou que o ato teve sucesso em prevenir a extinção de mais de 99% das espécies listadas, e suas proteções são necessárias agora mais do que nunca.

“O Serviço está ativamente engajado com diversos parceiros em todo o país para prevenir futuras extinções, recuperar espécies listadas e prevenir a necessidade de proteções federais em primeiro lugar”, disse Martha Williams, Diretora Adjunta Principal do FWS.

“A Lei das Espécies Ameaçadas tem sido incrivelmente bem-sucedida tanto na prevenção de extinções quanto na inspiração das diversas parcerias necessárias para atender aos crescentes desafios de conservação do século 21.”

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …