Espécies de sangue quente surgiram há mais de 250 milhões de anos

(dv) Museo Canario

Imagem ilustrativa de fósseis de mamíferos. Alguns parecidos com o da imagem foram analisados e a conclusão foi de que o espécies de sangue quente surgiram há mais de 250 milhões de anos.

O momento em que os ancestrais dos mamíferos começaram a ter sangue quente foi, até agora, motivo de debate entre os especialistas, mas uma nova pesquisa assegura que essa mudança aconteceu no período Permiano Superior, ou seja, entre 252 e 259 milhões de anos atrás.

Uma equipe internacional de cientistas realizou uma análise de datação em 90 fósseis e isto permitiu comprovar que as espécies de sangue quente surgiram em nossa linhagem durante o Permiano Superior, segundo um comunicado do Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS, sigla em francês) na França.

O surgimento do sangue quente teria favorecido a sobrevivência desses animais durante a extinção registrada no período Permiano-Triássico, datada há 252 milhões de anos, segundo o estudo que foi publicado nesta terça-feira (18) pela revista eLife.

Na atualidade, apenas as aves e os mamíferos são capazes de produzir ao mesmo tempo o seu próprio calor corporal (endotermia) e manter constante uma temperatura elevada (homeotermia).

A combinação dessas duas características (endohomeotermia) apareceu entre os terapsídeos, um grupo dos répteis da classe Synapsida.

Entre 270 e 252 milhões de anos atrás, os terapsídeos formavam seis grupos e de um deles, os cinodontes, deram origem aos mamíferos, segundo o comunicado.

Os pesquisadores reuniram 90 fósseis descobertos em África do Sul, Lesoto, Marrocos e China, entre eles 63 terapsídeos de 22 espécies diferentes, para estudar sua composição de isótopos de oxigênio.

Os isótopos estáveis 16O e 18O se incorporam de forma distinta nos ossos e nos dentes em função do metabolismo do animal, de modo que um indivíduo de sangue quente terá uma composição isotópica diferente de um de sangue frio que compartilha o mesmo ambiente.

As diferenças na composição isotópica entre determinados terapsídeos e outros animais da época revelaram que oito espécies, que se originaram de duas linhas distintas de terapsídeos, eram endohomeotermicas alguns milhões de anos antes da extinção do período Permiano-Triássico.

Uma delas, os dicinodontes, já está extinta, mas a segunda, os cinodontes, deu origem aos mamíferos.

Ambas as espécies conseguiram sobreviver à extinção há 252 milhões de anos, na qual 75% das espécies terrestres pereceram, e a chave para a sua resistência às mudanças climáticas brutais da época “poderia residir em sua endohomeotermia”, diz a nota.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …

Debate nos EUA: Trump não disse nada de novo para reverter vantagem de Biden, diz historiador

O segundo e último debate entre o presidente americano, Donald Trump, e seu rival democrata Joe Biden, nesta quinta-feira (22), em Nashville, foi mais civilizado do que a primeira confrontação entre os dois candidatos …

Mais humanos estão evoluindo para ter três artérias nos braços; entenda porquê

Não se engane ao achar que o corpo humano não está em constante evolução. Pesquisadores australianos descobriram recentemente que o nosso organismo parece estar, aos poucos, desenvolvendo uma nova artéria no braço: a artéria mediana. Esse …

Tesla supera expectativas e apresenta quinto trimestre consecutivo de lucros

A Tesla divulgou nesta quarta-feira (21) seus resultados financeiros relativos ao terceiro trimestre de 2020. E as notícias foram boas: além de apresentar lucros pelo quinto trimestre consecutivo, a montadora elétrica apresentou os três meses …

Bitcoin alcança valor máximo anual após anúncio do PayPal

Nesta quarta-feira (21), o PayPal anunciou que vai lançar um sistema que permite efetuar compras e vendas em moedas digitais. Nesta quarta-feira (21), o bitcoin alcançou seu valor máximo neste ano, acima de US$ 13.200 (R$ …

Papa Francisco defende união civil homossexual

Pela primeira vez desde que assumiu a liderança da Igreja Católica, pontífice se manifesta a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo. "Gays têm direito a ter família, são filhos de Deus", diz …

Obama faz campanha para Biden e tenta ganhar votos republicanos com evento drive-in na Pensilvânia

Em seu primeiro evento presencial do ano, o ex-presidente Barack Obama vai participar de uma campanha drive-in na noite desta quarta-feira (21) na Pensilvânia. A expectativa é que Obama conquiste eleitores negros no sul …