Merkel e Schulz confirmam pré-acordo para grande coalizão na Alemanha

European Parliament / Flickr

Angela Merkel e Martin Schulz

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o líder social-democrata, Martin Schulz, confirmaram nesta sexta-feira (12) que alcançaram um acordo para uma futura grande coalizão, após cinco dias de conversas e uma rodada final de negociação de mais de 24 horas de duração.

Os três partidos envolvidos recomendarão o início formal de negociações, após alcançar um acordo “sólido e sério”, capaz de garantir a “governabilidade do país” durante toda a legislatura, afirmou a líder do bloco conservador em entrevista coletiva conjunta com Schulz e o presidente da União Social-Cristã da Baviera (CSU), Horst Seehofer.

O pré-acordo alcançado é, segundo a chanceler, um texto “não superficial, baseado na ideia de dar e receber” que reflete o compromisso das partes de trabalhar para criar as condições para que “dentro de 10 e de 15 anos se siga vivendo bem na Alemanha”.

Nesse sentido, falou dos investimentos em âmbitos como a digitalização, a educação e a segurança.

Merkel lembrou também que “a Alemanha tem sua responsabilidade no mundo” e ressaltou a necessidade de dar “um novo impulso para a Europa”, que será alcançado, segundo ela, pelas mãos da França.

Tanto Merkel como Schulz admitiram que na negociação houve “momentos turbulentos”, mas asseguraram que nunca se chegou “à beira do fracasso”, já que compartilhavam um “objetivo comum” e a vontade de alcançar um acordo.

Schulz detalhou que as conversas foram dominadas pelo “espírito de jogo limpo”, durante negociações que qualificou como “longas, duras, emocionantes, interessantes, turbulentas e baseadas no respeito mútuo”.

O líder social-democrata disse ainda que os resultados alcançados nas negociações são “excelentes” e garantiu que os acordos refletidos no documento não são apenas “retórica”.

Para Schulz, o aspecto fundamental é que se conseguiu pôr a ênfase necessária no termo “impulso para a Europa”, reflexo do “senso de responsabilidade da Alemanha” e do apoio à linha marcada pelo presidente francês, Emmanuel Macron.

Seehofer, cuja legenda insistia em dar uma guinada direitista à política migratória, destacou o “excelente resultado obtido” e o “equilíbrio conseguido” entre os aspectos sociais, entre eles o correspondente às aposentadorias.

O pré-acordo prevê também a limitação da chegada de refugiados a 200 mil por ano, assim como a restrição do direito ao reagrupamento familiar a mil pessoas ao mês, dois aspectos que levam o selo da CSU.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As plataformas de gelo da Antártida “cantam” (e é bizarro)

A União Americana de Geofísica publicou um vídeo da plataforma de gelo Ross, na Antártica, “cantando”. Os tons sísmicos podem ser usados para monitorar as alterações nas plataformas de gelo. Exploradores polares registraram sons extraordinários ao examinar como …

Graffiti pode revelar a verdadeira data da erupção que destruiu Pompeia

Na terça-feira (16), as autoridades italianas anunciaram que a erupção vulcânica que destruiu a cidade romana de Pompeia, em 79 a.C., pode ter acontecido dois meses mais tarde do que pensavam os cientistas. Até agora, pensava-se …

Crianças com até 2 anos são as que mais usam aplicativos

Mais de metade das crianças com menos de 8 anos usa aplicativos como entretenimento e as crianças que mais usam os dispositivos eletrônicos têm até 2 anos. Segundo o estudo “Happy Kids: Aplicativos Seguros e Benéficos para Crianças”, do …

Mineral ultra-raro é descoberto em antiga cratera de meteorito na Austrália

Um mineral ultra-raro que se forma apenas quando rochas espaciais atingem a crosta terrestre com uma enorme pressão foi encontrado na Austrália. Até o momento, em todo o planeta, só foram encontrados seis exemplares desse …

Rede de trilhas de 18 mil km começa a ser construída no Brasil

O governo federal criou nesta sexta-feira (19) a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade (Rede Trilhas), formada por quatro grandes corredores interligando paisagens naturais no país por onde milhões de pessoas poderão …

Jornalista saudita teria sido desmembrado ainda vivo; durou sete minutos

Jamal Khashoggi, o jornalista saudita desaparecido desde 2 de outubro, teria sido torturado durante sete minutos e desmembrado ainda vivo no interior do consulado da Arábia Saudita, em Istambul, revela a imprensa turca. O jornal turco …

Candidatos têm propostas antagônicas para direitos humanos

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) que disputam, no próximo dia 28, o segundo turno das eleições presidenciais deste ano, defendem diferentes pontos de vista sobre direitos humanos. Apesar de os dois citarem …

Eleita a 1ª deputada indígena do Brasil, Wapichana promete ser resistência

Combater as "ameaças" aos direitos dos povos indígenas será um dos principais desafios de Joênia Wapichana, a primeira mulher indígena na história a ser eleita para ocupar uma cadeira na Câmara dos Deputados. A adoção do …

Acessível e sustentável, parque suspenso em meio a Mata Atlântica é inaugurado em São Paulo

São Paulo e região metropolitana sofrem com a escassez de áreas verdes. O deficit acarreta na falta de opções de lazer e aumenta os efeitos da poluição. Por isso, é ótima a notícia de que São …

Com juristas, Haddad chama campanha anti-PT de “tentativa de fraude"

Na presença de vários juristas, o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, chamou nesta quinta-feira (18) de “tentativa de fraude eleitoral” as denúncias publicadas sobre a suposta existência de um grupo de …