Nova descoberta deixa morte da escritora Jane Austen ainda mais misteriosa

Domínio Público

Retrato pintado da escritora inglesa Jane Austen

Retrato pintado da escritora inglesa Jane Austen

A morte da escritora Jane Austen, com apenas 41 anos de idade, continua um mistério, sem solução à vista, mas a teoria de que ela pode ter sido envenenada por arsênico ganha força graças a três pares de óculos que lhe pertenceram.

A teoria de envenenamento por arsênico foi considerada, pela primeira vez, em 2011, pela escritora de ficção policial Lindsay Ashford, com base na estranha pigmentação facial de Jane Austen que faleceu em 1817, com 41 anos.

Agora, a ideia ganha nova força depois da descoberta de três pares de óculos que teriam pertencido à escritora, encontrados por funcionários da Biblioteca Britânica de Londres dentro da escrivaninha de Austen, a conceituada autora de livros como “Orgulho e preconceito” e “Sensibilidade e bom senso”.

A escrivaninha, que a escritora usava para escrever seus livros, foi doada à Biblioteca por familiares de Jane Austen em 1999, e guardava no interior um par de óculos de aro de metal e outros dois pares feitos de concha de tartaruga.

British Library / Public Domain

Óculos usados pela escritora Jane Austen em exibição na Biblioteca Britânica de Londres.

Óculos usados pela escritora Jane Austen em exibição na Biblioteca Britânica de Londres.

Os óculos foram analisados por uma empresa de ótica que apurou que tinham lentes com grau, mas de graduações diferentes.

Este dado leva o optometrista Simon Barnard, que analisou os óculos, a avançar com a tese de que “talvez, a vista de Austen tenha piorado por causa de envenenamento por arsênico”, segundo explica ao site Live Science.

Sabe-se que os efeitos tóxicos do arsênico, que no século XIX poderia ser encontrado na água que as pessoas bebiam e em alguns remédios, estão ligados a vários tipos de câncer e, em menor escala, ao desenvolvimento de cataratas.

Perante o dado, a curadora dos arquivos e manuscritos modernos da Biblioteca Britânica, Sandra Tuppen, destaca no blog da instituição que “se Austen desenvolveu cataratas, a causa mais provável, segundo Barnard, é o envenenamento acidental a partir de um metal pesado como o arsênico”.

“Neste caso, Austen teria trocado o par de aro de metal para o par de concha de tartaruga A, depois para o par B, à medida que as cataratas ficavam piores”, aponta Sandra.

Contudo, a possibilidade é considerada remota pelos médicos. Apesar da associação entre o arsênico e o desenvolvimento de cataratas, o problema nas vistas costuma ser ligado ao envelhecimento.

As diferentes graduações dos óculos podem até não significar nada de especial, se tivermos em conta as limitações da optometria daquele tempo e se partirmos do princípio que a escritora poderia usá-los para atividades distintas ao longo do dia – uns para ver de longe, outros para ver de perto, para ler, por exemplo, e os terceiros para tarefas como bordar, que exigem mais precisão da vista.

E também “não sabemos se os óculos lhe foram prescritos por um médico ou se ela os comprou diretamente da prateleira”, diz Sandra.

O que é certo é que os óculos, que estão em exibição na Galeria dos Tesouros da Biblioteca Britânica, vêm reforçar a curiosidade em torno da escritora – e constituem mais uma peça do quebra-cabeça que cerca sua morte.

Outras teses para o prematuro falecimento de Jane Austen são a doença de Addison, que constitui uma desordem endócrina, câncer ou tuberculose.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Metade da matéria do universo havia sumido, mas foi encontrada

Uma equipe internacional de pesquisadores parece ter finalmente resolvido o “problema dos bárions desaparecidos”. Bárion é uma classificação genérica para um tipo partículas que engloba prótons e nêutrons. Estas partículas, por sua vez, são os blocos …

Máscara elétrica autolimpante que carrega celular deverá custar apenas 1 dólar

Devido à pandemia do coronavírus, diversos especialistas alertam para a, cada vez mais real, possibilidade de usarmos máscaras para sair de casa até, no mínimo, o final do ano. Por isto, diversas empresas estão estendendo …

Bolsonaro bate recorde de rejeição, mostra Datafolha

Na primeira pesquisa feita após divulgação de vídeo da reunião ministerial, 43% dos entrevistados consideram governo ruim ou péssimo. Entre os quatro últimos presidentes eleitos, Bolsonaro é o pior avaliado. O índice de rejeição ao presidente …

Renault detalha plano econômico e anuncia 4.600 cortes na França

A empresa automobilística revelou nesta sexta-feira seu plano de cortes no país que integra um plano de economias de cerca de € 2 bilhões (cerca de R$ 12 bilhões) em três anos. A Renault …

Asteroide que dizimou os dinossauros teria atingido a Terra em "ângulo letal"

A teoria mais aceita é a de que os dinossauros foram extintos após um asteroide atingir a Terra de maneira catastrófica há 66 milhões de anos, causando danos sem precedentes em todo o planeta. Agora, segundo …

Repórter da CNN é preso ao vivo em protesto por morte de homem negro. Trump pede tiros em manifestantes

Minneapolis vive uma escalada de violência provocada por um policial branco que matou, de forma brutal, um homem negro. George Floyd foi asfixiado pelo joelho do oficial enquanto era filmado em plena luz do dia. Nem …

Diário de oficial nazista revela suposta localização de toneladas de ouro em castelo

Pesquisadores que buscam bilhões de dólares em tesouros nazistas roubados da Europa acreditam ter encontrado a localização de toneladas de ouro debaixo de antigo castelo alemão. Os pesquisadores acreditam ter encontrado 28 toneladas de ouro roubadas …

Coreia do Sul registra aumento de casos de coronavírus e teme nova onda da epidemia

A Coreia do Sul anunciou nesta quinta-feira (28) o maior aumento de novas contaminações por coronavírus em quase dois meses, devido a um surto de casos em um armazém de uma empresa de comércio …

Desigualdade eleva letalidade da covid na favela, diz estudo

Quase todos os dias, com ou sem pandemia, a diarista Joceliane Gomes Santos de Freitas, 29 anos, sai de casa às 7h em Barra do Ceará, comunidade de Fortaleza onde mora com o marido e …

Descoberta galáxia raríssima em forma de "anel de fogo" a 10 bilhões de anos-luz

Astrônomos capturaram uma imagem de uma galáxia localizada a cerca de 10,8 bilhões de anos-luz de distância. Mas o que realmente impressionou os pesquisadores é que se trata de um tipo muito raro: uma galáxia …