Robô mede pela primeira vez alta radiação dentro de reator 1 de Fukushima

Ministério da Administração Interna e Transportes do Japão / Wikimedia

Vista aérea da central nuclear de Fukushima

Vista aérea da central nuclear de Fukushima

Um robô conseguiu pela primeira vez medir os altos níveis de radioatividade dentro do reator 1 de Fukushima, além de captar imagens do mesmo, passos necessários para seu futuro desmantelamento, informou ontem a operadora da usina.

O dispositivo, manuseado por controle remoto, é o terceiro que tenta analisar o interior da vasilha de contenção do reator 1, e completou com sucesso a primeira parte de sua missão após superar problemas técnicos, explicou em comunicado a Tokyo Electric Power Company (TEPCO).

O aparelho detectou um nível de radiação de 7,8 sieverts por hora dentro da vasilha de contenção primária, compartimento que armazena o núcleo do reator nuclear e o separa do exterior.

A TEPCO afirmou que o efeito desta radiação “é protegido com dois muros e a cobertura de aço” da vasilha, e precisou que “não foi detectado nenhum impacto” no exterior da unidade atômica número 1 da usina.

Uma dose de um só sievert por dia pode causar danos graves na saúde humana e até a morte, por isso que os níveis estimados no interior das instalações nucleares impossibilitam o acesso de operários humanos e inclusive danificariam aparelhos eletrônicos convencionais.

A TEPCO explicou que os 7,8 sieverts por hora supõem a primeira medição do nível de radioatividade dentro da vasilha do reator, o que “não significa que tenha ocorrido nenhum novo fenômeno” no coração do reator.

O robô seguirá realizando medições nos próximos dias com o objetivo de determinar a suposta presença de combustível que pôde ser filtrado desde o núcleo do reator até o fundo da vasilha de contenção, algo que até agora não foi possível confirmar.

Avaliar as condições no interior do reator é um passo necessário para elaborar um plano sobre a futura retirada do combustível nuclear, embora esta tarefa seja dificultada pelos níveis mortais de radioatividade dentro das instalações nucleares.

Outro aparelho enviado no mês passado pela TEPCO dentro da unidade 2 também teve o sistema eletrônico danificado pela radioatividade.

Os reatores 1, 2 e 3 sofreram fusões parciais de seus núcleos por causa do desastre do terremoto seguido por uma tsunami em março de 2011, e conhecer o estado exato das barras de combustível radioativo é fundamental para seu manejo e retirada.

A crise atômica de Fukushima, desencadeada pelo terremoto e posterior tsunami que castigaram há seis anos o nordeste do arquipélago japonês, é considerada o pior acidente nuclear desde o de Chernobyl (Ucrânia) em 1986.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Bebês ingerem 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia, diz estudo

Um bebê de 12 meses ingere, em média, mais de 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia que são liberadas da mamadeira, revelou um estudo divulgado nesta segunda-feira (19/10). O impacto destas micropartículas para …

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …

Jejum intermitente funciona? Este estudo indica que não

Um estudo recém publicado na revista médica “Jama Internal Medicine” mostra que a prática conhecida como jejum intermitente não traz benefícios para o corpo e, ainda, não promove perda de peso de fato. A pesquisa, …

Estudos corroboram correlação entre tipo sanguíneo e risco de covid-19

A suscetibilidade ao contágio com o vírus Sars-Cov-2 pode variar segundo o grupo sanguíneo: os indivíduos do grupo O tendem a um menor risco, enquanto os demais estão também potencialmente mais expostos a quadros clínicos …

Bolsonaro reforça que brasileiro não será obrigado a tomar vacina contra a COVID-19

Declaração do presidente acontece três dias depois de o governador João Doria informar que vacinação será obrigatória no estado de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje (19) na saída do Palácio da Alvorada o …

Engenheiros criam sabre de luz real de plasma retrátil de 2.200°C que corta aço

Os engenheiros por trás do canal do YouTube “The Hacksmith” criaram o sabre de luz de “Star Wars” no mundo real que é quente o suficiente para derreter aço e até titânio em segundos. James Hobson, …

Evo Morales comemora vitória de seu candidato, Luis Arce, à presidência na Bolívia

De La Paz, na Bolívia, o candidato a presidente Luis Arce e, de Buenos Aires, na Argentina, o ex-presidente Evo Morales comemoram vitória nas eleições tanto para presidente quanto para o Congresso, realizadas neste …

Síndrome provoca mudança na coloração dos olhos em população nativa da Indonésia

Em um país cujo a vasta maioria da população possui cabelos e olhos escuros, uma rara síndrome genética ofereceu aos membros de uma tribo nativa da Indonésia uma impressionante condição: os mais impactantes e profundos …