Tratamento com células-tronco mostra que é possível reverter o envelhecimento

Uma dos maiores sonhos humanos é atrasar (ou impedir) o envelhecimento e, mais importante ainda, viver mais anos com qualidade de vida. Por isso, não surpreende que um dos campos de pesquisa que mais crescem é o do uso de células-tronco para diminuir ou reverter os efeitos do envelhecimento.

Dois estudos clínicos diferentes envolvendo o mesmo transplante de célula-tronco mostraram como o método é seguro e eficiente. Os resultados dos dois estudos foram publicados na revista The Journals of Gerontology.

O foco dos estudos é no papel reversor de envelhecimento de um tipo de célula-tronco adulta chamada célula mesenquimatosa. Este é o primeiro tratamento com célula-tronco especificamente dirigido para combater a fragilidade causada pelo envelhecimento.

O primeiro teste envolveu 15 pacientes frágeis com idade média de 76 anos, e cada um recebeu infusões de células mesenquimatosas coletadas da medula óssea de doadores com idades entre 20 e 45 anos.

Seis meses depois, os pacientes mostraram melhora na qualidade de vida e condição física, além da diminuição de níveis de fator de necrose tumoral. Esses pacientes respiraram com maior facilidade e caminharam por maiores distâncias do que antes da aplicação.

Já o segundo teste foi duplo-cego com 30 pacientes com idade média de 78 anos, um estudo aleatório que envolveu um grupo placebo.

Aqueles que receberam uma infusão de células-tronco mostraram melhora pulmonar e habilidade de percorrer maiores distâncias à pé. Além de não notar efeitos colaterais, os pesquisadores consideraram as melhoras como “excepcionais”.

Os resultados foram observados rapidamente e se mantiveram por algum tempo. Os bons resultados foram observados três meses depois da infusão e também seis meses depois.

Potencial promissor para o envelhecimento

A preocupação primária dos dois estudos foi a segurança do método de células mesenquimatosas, mas a constatação de que ele também é muito eficaz trouxe muita animação para a comunidade científica. Os dois estudos abrem caminho para uma terceira pesquisa com as células.

Muitas pesquisas têm sido feitas para descobrir formas de tratar o envelhecimento, mas nenhuma até agora conseguiu uma liberação do Food and Drug Administation, agência que regulariza dos medicamentos nos Estados Unidos. O método das células-tronco adultas, porém, parece estar muito perto de conseguir essa liberação.

A terceira fase da pesquisa deve ser uma expansão dos testes clínicos, com 120 pacientes em 10 locais diferentes. Depois disso, um outro teste aleatório deve acontecer, e enfim a aprovação pelo FDA pode acontecer.

Esta terceira fase deve receber investimento da Longeveron, uma empresa de Miami fundada em 2014 especialista em terapia com células-tronco. Esta empresa deve produzir e distribuir as células-tronco caso o FDA aprove o tratamento.

Ciberia // HypeScience

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eu involuí um câncer na cabeça, depois que entendi que como funciona esse mecanismo: A mente entende por verdadeiro tudo o que pensares ou disseres. Então repita muitas,milhares de vezes o contrário. Ou ainda qdo vc não sabe o que tem , pense e repita que não terá. Então está claro que o cérebro controla nossa morte e o envelhecimento.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …