Células sanguíneas podem se transformar em células cerebrais

A menos que sejamos super-heróis, não conseguimos nos transformar em tudo o que queremos. Mas nossas células sim. Recentemente, uma equipe de cientistas descobriu uma forma de transformar uma célula do sangue em neurônio.

Cientistas descobriram recentemente uma forma de transformar uma célula do sistema imunológico em um neurônio – duas células com formas e funções totalmente diferentes. A esperança é que a técnica possa ajudar os pesquisadores a estudar o cérebro de um paciente a partir de uma simples amostra de sangue.

“O sangue é uma das amostras biológicas mais fáceis de se obter”, disse Marius Wernig, professor de patologia da Universidade de Stanford, em comunicado. “Quase todos os pacientes que vão ao hospital deixam lá uma amostra de sangue, que muitas vezes é congelada e armazenada para ser utilizada em estudos futuros”, continua.

As células-tronco – capazes de se transformar em muitos tipos diferentes de células – são o caminho escolhido pelos pesquisadores quando querem criar uma célula qualquer.

Mas, às vezes, outras células que já se diferenciaram ou atingiram seu estado maduro (isto é, já se transformaram em células da pele ou células do sangue, por exemplo) podem também se transformar em um tipo de célula completamente diferente. Essa transformação é chamada pelos cientistas de transdiferenciação.

Wernig e sua equipe de cientistas demonstraram, pela primeira vez, sua técnica de transdiferenciação em um estudo publicado na revista Nature em 2010. A equipe conseguiu converter células da pele de ratinhos de laboratório em neurônios, sem ser preciso transformá-las em células-tronco.

No entanto, as células da pele tiveram que ser cultivadas em laboratório durante algum tempo, e esse processo poderia originar mutações genéticas que alterariam as células de um ser humano.

Para evitar esse atraso, os cientistas se concentraram nas células T – glóbulos brancos que desempenham um importante papel no sistema imunológico. Wernig e sua equipe descobriram que, com a adição de quatro proteínas, as células T conseguiam se transformar em neurônios do próprio paciente… num curto período de tempo.

“É chocante ver como é simples converter células T em neurônios funcionais em apenas alguns dias”, disse Wernig. O estudo foi publicado em 4 de junho nos Proceedings of National Academy of Sciences.

“As células T são células imunológicas muito especializadas, com uma forma arredondada simples. O fato de a transformação em neurônios ser tão rápida é surpreendente”, continuou o cientista.

No futuro, a técnica pode ser utilizada para estudar os neurônios de um paciente com esquizofrenia ou autismo, de modo a entender as origens da doença e identificar possíveis tratamentos.

Ainda assim, os neurônios criados pelos cientistas não podem formar sinapses maduras – espaços entre os neurônios que são necessários para as células se comunicarem umas com as outras. A equipe espera poder melhorar a técnica.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …

Vênus tinha oceanos? Cientistas refutam hipótese popular usando modelagem

Cientistas da Suíça e França refutaram a hipótese de que anteriormente Vênus era coberta por oceanos. Um novo estudo revela que mesmo no início, quando o Sol era mais fraco do que agora, a superfície …

Suspeito de ataque na Noruega era fichado na polícia por radicalização

Convertido ao islã e conhecido da polícia, dinamarquês de 37 anos teria usado outras armas além de arco e flecha em ataque que matou cinco pessoas em Kongsberg. Ele está preso e reconheceu envolvimento no …

Oposição manobra para destituir Piñera no Chile por citação nos Pandora Papers

Deputados de todos os partidos da oposição chilena apresentaram uma acusação no Congresso nesta quarta-feira (13) para destituir o presidente Sebastián Piñera pela controversa venda de uma mineradora em um paraíso fiscal, revelada no escândalo …

Fatores externos influenciam, mas não justificam inflação a dois dígitos no Brasil

A recuperação do impacto brutal da pandemia de coronavírus leva a inflação a subir na maioria dos países do mundo, mas a conjuntura internacional não explica o nível chegar a dois dígitos no Brasil. …

UE anuncia 1 bilhão de euros em ajuda ao Afeganistão

União Europeia justifica que é preciso evitar "colapso" no país e fornecer ajuda humanitária aos afegãos. Paralelamente, representantes do bloco europeu e dos EUA se reúnem com membros do Talibã em Doha, no Catar. O Talibã …

Quanto custa para a Netflix produzir uma série?

Praticamente um império do entretenimento, não é equivocado dizer que a Netflix investe muito para ter um nome forte dentro do mercado na atualidade. Nós já falamos por aqui quais são as séries mais caras …

Sinais de rádio de estrelas poderiam indicar existência de planetas escondidos

Usando a antena de rádio mais poderosa do mundo, os cientistas descobriram estrelas que, inesperadamente, emitem ondas de rádio, possivelmente indicando a existência de planetas escondidos. Benjamin Pope, da Universidade de Queensland, na Austrália, e seus …