Avião que caiu na Rússia explodiu após se chocar com o solo

Dmitry Terekhov / Flickr

Aeronave Antonov AN-148

O avião de passageiros AN-148 que caiu neste domingo nos arredores de Moscou com 71 pessoas a bordo se incendiou e explodiu apenas após se chocar com o solo.

“Conseguimos determinar que, no momento de se chocar com solo, o avião estava inteiro, sem incendiar-se. A explosão aconteceu depois da queda“, disse hoje aos jornalistas Svetlana Petrenko, porta-voz do Comitê de Instrução da Rússia, a autoridade judicial que investiga a tragédia.

Por outro lado, as autoridades não anteciparam nenhuma hipótese sobre as possíveis causas do acidente e assinalaram que todas as linhas de investigação estão abertas.

Embora a neve, as condições do terreno e a grande dispersão dos restos da aeronave e das vítimas mortais dificultem os trabalhos de busca – que poderiam se prolongar durante pelo menos uma semana -, os serviços de resgate já localizaram as duas caixas-pretas do AN-148.

“Foram achados os dois registradores de voo. Portanto, a investigação já se encontra em pleno andamento”, disse o vice-primeiro-ministro russo, Arkadi Dvorkovich, que acrescentou que “é muito cedo para falar das causas” do acidente.

Fontes do jornal “Kommersant” assinalaram que o avião da companhia Saratovskie Avialínii, que minutos antes da tragédia tinha decolado do aeroporto Domodedovo (Moscou), caiu de forma brusca de uma altura de 1.800 metros.

“Após atingir uma altura de 1.800 metros e uma velocidade de 600 quilômetros por hora, o avião desabou bruscamente até os 1.500 metros. Depois recuperou a altitude anterior e em seguida caiu no solo”, afirma a publicação.

Um incêndio em um motor, uma falha nos indicadores de velocidade ou um erro de pilotagem são as causas mais prováveis do acidente, segundo os analistas consultados pelo “Kommersant”.

A companhia aérea informou em comunicado que a aeronave tinha passado no último mês de janeiro por uma revisão completa de manutenção que incluiu a checagem de todas as partes do avião, entre elas a fuselagem, as asas, o trem de pouso e os motores.

No lugar do acidente já foram localizados mais de 450 fragmentos de corpos e cerca de 400 pedaços do avião, segundo os últimos dados divulgados à agência “Interfax” pelo centro que coordena a operação de resgate.

A bordo do AN-148 encontravam-se seis tripulantes e 65 passageiros, entre eles três crianças.

Inicialmente, as autoridades comunicaram que todos os ocupantes do avião eram cidadãos russos, mas depois informaram que havia três passageiros estrangeiros, um cidadão suíço, um azerbaijano e um cazaque.

O AN-148 é um avião projetado pela empresa aeronáutica ucraniana Antonov para cobrir rotas de média distância, com uma autonomia de voo de entre 2.200 e 4.400 quilômetros, em dependência da sua configuração.

O acidente aéreo deste domingo é o mais grave ocorrido na Rússia desde 25 de dezembro de 2016, quando um Tupolev Tu-154 da força aérea russa caiu no mar Negro, causando a morte de seus 96 ocupantes.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Relatório lista mais de uma dezena de crimes atribuídos a Bolsonaro

Um grupo de juristas liderados pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior entregou nesta terça-feira (14/09) à CPI da Pandemia um relatório de 226 páginas com possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante a …

Simulação virtual mais realista de sempre do Universo é revelada

Um dos aspectos mais incríveis da simulação é que mostra a evolução da matéria durante praticamente os 13,8 bilhões de anos de história do Universo, desde o Big Bang até a atualidade. Uma equipe internacional de …

Asteroide que dizimou dinossauros determinou sucesso das cobras, aponta estudo

As cobras devem seu sucesso na Terra, em parte, ao asteroide que atingiu o planeta há 66 milhões de anos e levou à extinção dos dinossauros, de acordo com um estudo publicado nesta terça-feira (14/9) …

“Abandonados pelo resto do mundo”: África vacinou apenas cerca de 3% da população contra a Covid

As autoridades alertam para os baixos índices de vacinação contra a Covid-19 no continente africano. Segundo dados divulgados nesta terça-feira, cerca de 3,5% da população foi totalmente imunizada contra o coronavírus. O balanço foi anunciado …

Europeus aprovam Merkel e confiam na liderança da Alemanha

Os europeus têm alta estima pela chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, e aprovam o estilo de liderança dela, baseado na busca de consensos, mostra uma pesquisa do Conselho Europeu de Relações Exteriores (ECFR, na …

Mudanças climáticas: número de dias com calor acima de 50ºC no mundo dobrou em 40 anos

O número de dias extremamente quentes, quando a temperatura passa de 50°C, registrados a cada ano dobrou desde a década de 1980. Essa foi a conclusão de um estudo realizado pela BBC, que apontou também que …

Cofundador da Apple está criando sua própria empresa espacial privada

Steve Wozniak, cofundador da Apple, ao lado de Alex Fielding, fundador da Ripcord, estão lançando a empresa Privateer Space, que irá atuar no setor espacial. Se a descrição do negócio parece vaga, é porque a novidade …

Guia para apostas de sucesso no futebol

Toda semana, há milhares de jogos de futebol e mercados para apostar no Brasil. As casas de apostas como a Betsson fornecerão apostas sobre a probabilidade de resultados e eventos específicos da partida, como o número …

China pede aos EUA que "interrompam todos os intercâmbios oficiais" com Taiwan

Em agosto, o Ministério das Relações Exteriores da China anunciou a retirada do embaixador chinês da Lituânia e culpou a decisão lituana de permitir que Taipé abrisse um escritório de representação sob o nome de …

Ansiedade: 6 exercícios para extrair algo positivo da 'emoção incompreendida', segundo neurocientista

É difícil imaginar a ansiedade como algo positivo. O que há de tão bom em se sentir nervoso, preocupado, com apertos no peito? No Brasil, estima-se que cerca de 13 milhões de pessoas têm distúrbios …