Avião que caiu na Rússia explodiu após se chocar com o solo

Dmitry Terekhov / Flickr

Aeronave Antonov AN-148

O avião de passageiros AN-148 que caiu neste domingo nos arredores de Moscou com 71 pessoas a bordo se incendiou e explodiu apenas após se chocar com o solo.

“Conseguimos determinar que, no momento de se chocar com solo, o avião estava inteiro, sem incendiar-se. A explosão aconteceu depois da queda“, disse hoje aos jornalistas Svetlana Petrenko, porta-voz do Comitê de Instrução da Rússia, a autoridade judicial que investiga a tragédia.

Por outro lado, as autoridades não anteciparam nenhuma hipótese sobre as possíveis causas do acidente e assinalaram que todas as linhas de investigação estão abertas.

Embora a neve, as condições do terreno e a grande dispersão dos restos da aeronave e das vítimas mortais dificultem os trabalhos de busca – que poderiam se prolongar durante pelo menos uma semana -, os serviços de resgate já localizaram as duas caixas-pretas do AN-148.

“Foram achados os dois registradores de voo. Portanto, a investigação já se encontra em pleno andamento”, disse o vice-primeiro-ministro russo, Arkadi Dvorkovich, que acrescentou que “é muito cedo para falar das causas” do acidente.

Fontes do jornal “Kommersant” assinalaram que o avião da companhia Saratovskie Avialínii, que minutos antes da tragédia tinha decolado do aeroporto Domodedovo (Moscou), caiu de forma brusca de uma altura de 1.800 metros.

“Após atingir uma altura de 1.800 metros e uma velocidade de 600 quilômetros por hora, o avião desabou bruscamente até os 1.500 metros. Depois recuperou a altitude anterior e em seguida caiu no solo”, afirma a publicação.

Um incêndio em um motor, uma falha nos indicadores de velocidade ou um erro de pilotagem são as causas mais prováveis do acidente, segundo os analistas consultados pelo “Kommersant”.

A companhia aérea informou em comunicado que a aeronave tinha passado no último mês de janeiro por uma revisão completa de manutenção que incluiu a checagem de todas as partes do avião, entre elas a fuselagem, as asas, o trem de pouso e os motores.

No lugar do acidente já foram localizados mais de 450 fragmentos de corpos e cerca de 400 pedaços do avião, segundo os últimos dados divulgados à agência “Interfax” pelo centro que coordena a operação de resgate.

A bordo do AN-148 encontravam-se seis tripulantes e 65 passageiros, entre eles três crianças.

Inicialmente, as autoridades comunicaram que todos os ocupantes do avião eram cidadãos russos, mas depois informaram que havia três passageiros estrangeiros, um cidadão suíço, um azerbaijano e um cazaque.

O AN-148 é um avião projetado pela empresa aeronáutica ucraniana Antonov para cobrir rotas de média distância, com uma autonomia de voo de entre 2.200 e 4.400 quilômetros, em dependência da sua configuração.

O acidente aéreo deste domingo é o mais grave ocorrido na Rússia desde 25 de dezembro de 2016, quando um Tupolev Tu-154 da força aérea russa caiu no mar Negro, causando a morte de seus 96 ocupantes.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oásis egípcio escondia tumbas da era romana

Dois túmulos da época romana foram encontrados no complexo arqueológico de Beir Al-Shaghala, no oásis egípcio de Dakhla, anunciou esta semana o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, Mostafa Waziri. Construídos com diferentes estilos arquitetônicos e …

60% das espécies de café estão em risco de extinção

Pela primeira vez, o café integra a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie em vias de extinção. De acordo com um estudo publicado esta semana nas revistas ScienceAdvances e Global Change Biology, 60% …

Pela felicidade dos professores, escola cria “licença do amor”

A escola de ensino médio de Dinglan, localizada na cidade chinesa de Hangzhou, apresentou esta semana a “licença do amor”, que visa melhorar o humor dos professores e, consequentemente, o trabalho com os alunos. Segundo relata …

Parte da Antártida está encolhendo (e não deveria)

Quando os cientistas falam sobre o derretimento da Antártida, geralmente se referem à Antártida Ocidental, onde gigantescos glaciares costeiros derramam grandes quantidades de água. Mas, do outro lado das montanhas transantárticas a leste, há um manto …

Estátua de diabo “alegre demais” gera polêmica na Espanha

Uma estátua que representa o diabo foi criticada por ser “alegre demais” pelos moradores da cidade de Segóvia, na Espanha. A escultura de bronze, que ainda não foi instalada, foi criada em homenagem a uma lenda …

Deputada britânica adiou o parto para votar contra o acordo do Brexit

Tulip Siddiq decidiu adiar o nascimento do segundo filho para poder votar contra o acordo do Brexit. A deputada trabalhista chegou ao Parlamento em uma cadeira de rodas. Tulip Siddiq decidiu adiar o nascimento do filho por …

Sorveteria em Florença cobra R$ 106 de turista por uma bola de sorvete

Uma sorveteria cobrou 25 euros (cerca de R$ 106) por um sorvete a um turista de Taiwan. Indignado, o turista reclamou ao guia que o acompanhava, que chamou a polícia. O estabelecimento foi multado em …

McDonald’s perde direitos do Big Mac para cadeia de fast food irlandesa

A irlandesa Supermac’s conseguiu uma vitória histórica: o Big Mac deixa de ser uma marca registrada na Europa. Mas a decisão ainda é passível de recurso. “É o fim do McBully”, disse Pat McDonagh, que recebeu …

Disco de gelo giratório gigantesco "invade" rio no Maine

Um enorme círculo de gelo giratório se formou esta semana no rio de Presumpscot, na cidade de Westbrook, no estado norte-americano do Maine. Esse disco bizarro, ainda que raro, é um fenômeno natural fruto da Física. …

Em um restaurante de Dubai, deixar comida no prato dá multa (e é mais cara que a refeição)

Com Dubai se tornando mais consciente do desperdício de alimentos, um restaurante se lembrou de uma maneira de fazer com que os clientes não deixem comida no prato. O restaurante Gulou Hotpot, em Al Barsha, uma sossegada …