Quem quer viver mais tempo deve ter um cachorro

Jlantzy (Jamie Lantzy) / Wikimedia

Ter um cão pode encher a casa de amor e alegria. Mais do que isso, pode mesmo aumentar a sua expectativa de vida.

Segundo um estudo publicado na revista Scientific Reports, o risco de desenvolver doenças cardíacas e até a mortalidade resultante de problemas no coração é menor entre donos de cães do que no resto da população.

“Uma descoberta muito interessante no nosso estudo é que ter um cão é especialmente importante como um fator protetivo em pessoas que vivem sozinhas, um grupo que em estudos anteriores já apresentava um risco maior de doenças cardiovasculares e morte do que outros que vivem em casas compartilhadas”, afirma Mwenya Mubanga, pesquisadora da Universidade de Uppsala, na Suécia, e autora principal do estudo.

Talvez um cão funcione como um membro familiar importante em um lar de uma pessoa sozinha. Os resultados mostram que donos de cães solitários têm uma redução de 33% no risco de morte e de 11% no risco de enfarte”, acrescenta a cientista.

Além disso, o estudo mostrou também que os cães de raças criadas para caçar, como os labradores ou pastores, são ainda mais benéficos para a saúde dos donos.

Para chegar a estes resultados, os cientistas analisaram dados de 3,4 milhões de indivíduos de 40 a 80 anos sem nenhum indício prévio de problemas no coração. Na Suécia, cada pessoa possui um número de identidade exclusivo, e todas as visitas a um hospital são registadas em bases de dados nacionais, acessíveis aos pesquisadores.

Desde 2001, os cidadãos também são obrigados a informar se possuem animais de estimação. Mubanga e sua equipe usaram 12 anos de histórico hospitalar desses pacientes para avaliar se existia alguma correlação entre os animais de estimação e o diagnóstico posterior de doença cardiovascular ou a morte por qualquer causa.

Os cientistas afirmam que este tipo de estudo permitiu encontrar uma associação entre ter um cão como animal de estimação e a menor ocorrência de problemas no coração, mas isso não permite dizer com certeza que é o animal em si que traz o benefício.

“Sabemos que os donos de cães, em geral, têm um nível mais elevado de atividade física, o que poderia ser uma explicação para os resultados observados”, afirma Tove Fall, também da Universidade de Uppsala, e coautora do artigo.

“Outras explicações incluem um aumento do bem-estar e dos contatos sociais ou efeitos que o contato com o cão provoca no microbioma bacteriano do proprietário”, acrescenta a cientista.

Também pode haver diferenças entre donos e não-donos antes mesmo de comprar um cachorro, o que poderia ter influenciado nossos resultados. Por exemplo, se pessoas que optam por um cão já tendem a ser mais ativas e ter uma saúde melhor”, diz Tove Fall.

“Provavelmente, os resultados podem ser generalizados para outras populações com uma cultura semelhante em relação aos animais de estimação”, conclui a pesquisadora.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Palácio mais antigo da China de 5.300 anos é descoberto perto de antiga capital

Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem cerca de 5.300 anos, sendo possivelmente a …

Variante da Covid-19 no Brasil faz Reino Unido banir viajantes da América Latina e Portugal

O governo britânico proibiu, nesta quinta-feira, as chegadas de todos os países da América do Sul e do Panamá, além de Portugal, em resposta à nova variante da Covid-19, descoberta no Brasil. A decisão …

CEO do Twitter defende banimento de Trump da rede social

Jack Dorsey diz que medida resulta do “fracasso” da plataforma em mediar diálogo saudável e admite que pode abrir “precedente perigoso”. Proibição veio após presidente dos EUA insuflar apoiadores que invadiram Capitólio. O CEO da rede …

O zumbido de fundo do universo pode ter sido ouvido pela primeira vez

Baseado no que sabemos sobre ondas gravitacionais, o Universo deve estar cheio delas. Cada par de buracos negros ou estrelas de nêutrons e colisão, cada supernova com núcleo em colapso — até mesmo o próprio …

Monocultura da soja destruiu mais de 30% do cerrado brasileiro entre 2004 e 2017, alerta WWF

Os 24 principais focos de desmatamento no mundo provocaram a perda de uma superfície equivalente ao tamanho do Paraguai em menos de uma década, aponta um relatório do Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na …

Coreia do Sul eleva capacidades de combate para conter ameaça norte-coreana

A Coreia do Sul planeja elevar suas capacidades militares para conter as ameaças de mísseis de curto alcance dos norte-coreanos, declarou o Ministério da Defesa sul-coreano. A declaração ocorreu após os norte-coreanos prometerem elevar o arsenal …

Como a vacinação em massa salvou a Escócia em 1950

Em 2021, haverá uma campanha de vacinação em massa como nenhuma outra realizada no mundo. Hoje se trata de parar o covid-19, mas, em meados do século passado, um programa de vacinação se tornou a …

Em provocação a Biden, Kim Jong-un avisa que vai reforçar arsenal nuclear da Coreia do Norte

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, afirmou que vai reforçar o arsenal nuclear de seu país, em discurso de encerramento do congresso do partido no poder, anunciou nesta quarta-feira (13) a imprensa oficial, a uma …

Bolsonaro sabota combate à covid-19, diz relatório da Human Rights Watch

Estudo anual da Human Rights Watch sobre direitos humanos no mundo reserva capítulo com duras críticas ao governo brasileiro e diz que ele agiu deliberadamente para minar políticas contra a pandemia. O presidente Jair Bolsonaro agiu …

Nasa dá detalhes, incluindo data e horário em que asteroide pode atingir Terra

Anote na agenda: 6 de maio de 2022, às 5h12. É sempre bom saber quando um asteroide vai atingir o seu planeta, não é mesmo? As informações são da Nasa (agência espacial americana), que revelou …