China surpreende com florestas capazes de absorver mais poluentes que o esperado

Luciana Macêdo / Fotos Públicas

Pesquisadores identificaram que a China tem tido mais sucesso do que o antes avaliado em conter alterações climáticas no país.

Uma equipe composta por cientistas de diversos países observou que duas áreas chinesas têm sido responsáveis por absorver mais de 35% de toda a captura de carbono na atmosfera chinesa. O estudo, que foi possível graças a análises feitas no local e dados obtidos via satélite, foi publicado na revista científica “Nature”.

As áreas destacadas pelo projeto ficam em duas regiões do país: no sudoeste, nas províncias de Guangxi, Yunnan e Guizhou, e no nordeste, em Heilongjiang e Jilin. Apenas a região mais ao sul tem realizado 31,5% do sequestro total de carbono na China (-0,35 petagramas por ano, ou seja: 350 milhões de toneladas).

Já no nordeste chinês, o saldo final da relação entre carbono absorvido e carbono emitido representa 4,5% do sequestro de carbono do país (0,05 petagramas por ano, 50 milhões de toneladas).

Como se sabe, os chineses são responsáveis por 28% das emissões globais de carbono produzidos em todo mundo. Porém, o governo chinês se comprometeu a reduzir drasticamente esse cenário até o ano de 2060. A intenção é que as emissões se mantenham em alta até 2030 e que, a partir daí, haja um declínio considerável até chegar à neutralidade de emissões.

Para o pesquisador Yi Liu, coautor do estudo e integrante da Academia Chinesa de Ciências, a meta ousada anunciada pelo presidente Xi Jinping deve envolver uma mudança na produção de energia do país e também no crescimento dos reservatórios de sequestro de carbono sustentáveis.

Até bem recentemente, acreditava-se que as medidas tomadas pelo país para reduzir os índices de carbono na atmosfera estavam aquém de seus esforços. Mesmo com o aumento de vegetação nas últimas décadas, não se observava uma redução considerável nos números. A pesquisa publicada recentemente na “Nature” faz um contraponto a essa crença.

“A China é um dos maiores emissores globais de CO2, mas o quanto é absorvido por suas florestas é muito incerto. Trabalhando com dados de CO2 coletados pela Administração Meteorológica Chinesa, fomos capazes de localizar e quantificar quanto CO2 é absorvido pelas florestas chinesas”, diz Jing Wang, do Instituto de Física Atmosférica e principal autor do relatório.

Apesar da euforia em volta do artigo, é preciso lembrar que, de acordo com especialistas, a capacidade de absorção de carbono por uma floresta acaba diminuindo com o tempo. Mesmo assim, a novidade não deixa de ser um alento para controlar os impactos das mudanças climáticas na Terra.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …