Comissão pune Geddel com censura ética e encaminha processo ao MP

Valter Campanato / ABr

Ministro Geddel Vieira Lima será investigado pela Comissão de Ética da Presidência

Ministro Geddel Vieira Lima será investigado pela Comissão de Ética da Presidência

A Comissão de Ética da Presidência da República aprovou, por unanimidade, a aplicação de censura ética ao ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, por conflito de interesses público e privado, considerando que ele teria feito pressões para a liberação de empreendimento imobiliário em Salvador, onde tem imóvel.

Como a comissão identificou indícios de outras irregularidades, que vão além da questão ética, o caso foi remetido para análise do Ministério Público Federal.

A Comissão de Ética da Presidência investigou denúncias, feitas pelo ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, de que Geddel o teria pressionado para a liberação da obra, que está embargada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Posteriormente, após ter dito que a conversa com Calero tinha como objetivo garantir empregos relacionados à obra, o ex-ministro admitiu ter um apartamento no empreendimento. Diante das denúncias, o ministro apresentou, no dia 25 de novembro, uma carta de renúncia, então aceita pelo presidente Michel Temer.

Segundo o presidente da comissão, Mauro Menezes, Geddel já foi comunicado da decisão. “É vedado ao administrador público o conflito do interesse público com o particular”, disse Menezes.

Tudo foi levado em conta no voto do relator, desde a denúncia de Calero até a resposta de Geddell, na qual reconheceu ter patrocinado interesse particular perante um ministro de Estado.”

Menezes afirmou que, pelo fato de a comunicação do imóvel não ter sido feita, isso inviabilizaria qualquer controle sobre haver ou não conflito de interesses particulares e públicos.

Foi significativo o fato de Geddel não ter comunicado que, dentre seu rol de bens, teria este apartamento. Esse foi um dado importante e muito significativo, porque o ministro alegava jamais ter negado a propriedade”, disse o presidente da Comissão.

O presidente da comissão acrescentou que a decisão do conselho está sendo remetida ao MPF, “para a analise de outras implicações relativas ao uso do cargo para benefícios pessoais”.

Segundo Menezes, não cabe à Comissão de Ética punir outras práticas ilegais, que não éticas, cometidas pelo ex-ministro. Com isso, até o momento, Geddel poderia, por exemplo, se candidatar a cargo eletivo.

Cabe à Justiça Eleitoral, e não à nossa comissão, avaliar a questão da elegibilidade de Geddel. Dependendo da análise a ser feita pelo MPF, o caso poderá encaminhado à Justiça eleitoral.”

Relator do caso na comissão, Marcelo Figueiredo disse que “mais do que uma mancha no currículo de Geddel, essa punição representa uma repreensão pública à conduta equivocada” dele, e um “sinal aos administradores”, de que essa pessoa, no episódio, infringiu a ética na gestão pública.

“Como Geddel não está no governo e, portanto, não pode ser demitido, a censura ética é uma das penas previstas e capituladas no Código de Ética da Alta Administração Federal”. Figueiredo lembra que todo ministro tem a obrigação de informar ao Conselho de Ética se a medida adotada por sua pasta pode favorecer parentes de até terceiro grau.

Os conselheiros informaram que, até o momento, não houve, por parte de nenhum integrante da comissão, a intenção de abrir investigações sobre a conduta de Marcelo Calero, que além de gravar conversas com o presidente Michel Temer, denunciou também o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

“Também não foi apresentada, até o momento, nenhuma proposição relativa ao ministro Padilha nem a José Yunes [assessor de Temer, que pediu para ser exonerado após ter seu nome relacionado às denúncias da Odebrescht]”, disse Menezes.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

O misterioso "Monstro Tully" acaba de ficar ainda mais esquisito

Um fóssil de 300 mil anos descoberto na década de 1950 no estado de Illinois (EUA) tem gerado muitas discussões entre cientistas. Batizado de Tullimonstrum, ou Monstro Tully, ele se parece com uma lesma. Mas …

Com asilo a Evo Morales, diplomacia mexicana dá passo à esquerda

México assume liderança esquerdista na América Latina ao receber o ex-presidente boliviano. Para analistas, medida desvia atenção de problemas internos, mas é jogo perigoso diante da dependência econômica dos EUA. A viagem de Evo Morales ao …

Incêndios florestais matam quatro pessoas e centenas de cangurus na Austrália

O número de vítimas pelos incêndios no leste da Austrália, onde 140 focos ainda continuam ativos, subiu para quatro nesta quinta-feira (14), com a descoberta de um cadáver perto da cidade de Kempsey, em Nova …

Holanda reduzirá limite de velocidade para combater poluição

O governo da Holanda reduzirá o limite máximo de velocidade nas rodovias do país como parte de uma série de medidas para combater as emissões de óxido de nitrogênio, geradas em grande parte por veículos …

A polêmica sobre campos de extermínio nazistas que opôs a Polônia ao Netflix

O primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, enviou uma carta ao Netflix insistindo em mudanças no documentário The Devil Next Door (o diabo ao lado), sobre campos de extermínio nazistas. Na carta enviada no domingo, 10, e …

O único problema de ser filho único é o estigma

Filhos únicos possuem uma péssima reputação. Quantas vezes você não observou algum pai ser criticado por escolher ter apenas um pimpolho? “Ele vai ficar mimado, muito sozinho, egoísta, etc. etc. etc”. É um senso comum. Parece, …

Epidemia mundial: Pneumonia mata uma criança de menos de 5 anos a cada 39 segundos

O Dia Mundial da Pneumonia é comemorado em 12 de novembro. A data foi proposta pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença, …

Senadora se declara presidente da Bolívia

A parlamentar oposicionista e segunda vice-presidente do Senado Jeanine Áñez declarou-se presidente da Bolívia nesta terça-feira (12). Ela também afirmou que o país terá novas eleições após a formação de uma nova comissão eleitoral. "De acordo …

Bolsonaro anuncia saída do PSL

Em meio à crise por disputa de poder na legenda, presidente afirma que pretende criar novo partido. Cerca de 30 parlamentares aliados de Bolsonaro devem seguir exemplo e deixar o PSL. O presidente Jair Bolsonaro anunciou …

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …