Calero diz que Temer o ‘enquadrou’ para falar sobre ‘irritação’ de Geddel

Tomaz Silva / Agência Brasil

O ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero

O ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero

Em depoimento à Polícia Federal, o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero afirmou que o presidente Michel Temer o chamou ao Palácio do Planalto para conversar sobre o prédio de alto luxo cuja obra fora embargada pelo Iphan em Salvador, e no qual o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, havia comprado um apartamento.

Segundo relata o G1, Calero alega que Temer lhe disse, na ocasião, que o embargo do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, órgão vinculado ao Ministério da Cultura) havia criado “dificuldades operacionais em seu gabinete”, já que Geddel estava bastante irritado e teria pedido ao presidente que “construísse uma saída para que o processo fosse encaminhado à AGU”.

Calero também disse à PF que se sentiu decepcionado pelo fato de não poder falar com mais ninguém sobre a situação em que se viu, uma vez que o próprio presidente da República o havia “enquadrado”.

Em entrevista à “Folha” no sábado (19), o ex-ministro afirmou que o motivo principal de sua saída do Ministério da Cultura, anunciada na última sexta-feira (18), havia sido a pressão que sofrera de Geddel para fazer o Iphan liberar o empreendimento

Segundo o porta-voz do Palácio do Planalto, Temer quis apenas mediar conflitos entre os ministros e defendeu apenas uma “saída técnica” quando pediu que o caso fosse levado à Advocacia Geral da União (AGU).

Na segunda-feira (21), a Comissão de Ética Pública da Presidência da República abriu um processo contra Geddel para investigar os relatos do ex-ministro da Cultura.

Nos últimos dias, o investigado admitiu que é proprietário de um apartamento no prédio em questão, confirmou que procurou o então ministro da Cultura para tratar da decisão do Iphan, mas negou que o tivesse pressionado para liberar a construção do edifício.

A obra foi embargada pelo órgão do Ministério da Cultura por estar localizada em uma área tombada como patrimônio cultural da União, sujeita a regras especiais.

Temer tentou resolver conflito e não pressionou Calero

Por meio do porta-voz Alexandre Parola, o presidente Michel Temer disse que buscou “arbitrar conflito” entre o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero e o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e negou que teria “enquadrado” Calero por uma saída do caso.

O presidente trata todos seus ministros como iguais. E jamais induziu algum deles a tomar decisão que ferisse normas internas ou suas convicções. Assim procedeu em relação ao ex-ministro da Cultura, que corretamente relatou estes fatos em entrevistas concedidas”, disse o porta-voz.

“É a mais pura verdade que o presidente Michel Temer tentou demover o ex-ministro de seu pedido de demissão e elogiou seu trabalho à frente da Pasta”, acrescentou Alexandre Parola, de acordo com o qual o presidente propôs a solução jurídica por meio da AGU.

“O presidente buscou arbitrar conflitos entre os ministros e órgãos da Cultura sugerindo a avaliação jurídica da Advocacia-Geral da União, que tem competência legal para solucionar eventuais dúvidas entre órgãos da administração pública”, disse Alexandre Parola.

O ex-ministro sempre teve comportamento irreparável enquanto esteve no cargo”, e portanto o presidente “estranha sua afirmação, agora, de que o teria enquadrado ou pedido solução que não fosse técnica”, acrescenta Parola.

Michel Temer afirma, pelo porta-voz, que sempre buscou “caminhos técnicos” para solucionar licenças em obras do seu governo, e disse que tentou resolver o problema com Calero, sua equipe e demais ministros por duas vezes.

O porta-voz disse também que o presidente ficou surpreso com boatos de uma suposta gravação de conversa entre ele e Calero.

“Especialmente, surpreendem o presidente boatos de que o ex-ministro teria solicitado uma segunda audiência somente com o intuito de gravar clandestinamente conversa com o presidente da República para posterior divulgação”, disse Parola.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Maioria das vacinas da Moderna será reservada no início para os Estados Unidos

A Moderna espera disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 no primeiro trimestre de 2021. A empresa anunciou, nesta quinta-feira que, no início, entre 85 e 100 …

Amazonas é 3º estado com mais queimadas, emissões e desmatamento

Pela primeira vez, o Amazonas assume a terceira posição nos três principais rankings que indicam o avanço da degradação florestal na Amazônia brasileira, incluindo indicadores de queimadas, emissões de gases de efeito estufa e desmatamento …

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …

Namíbia elege deputado chamado Adolf Hitler

O nome de um recém-eleito político da Namíbia, vem chamando atenção na mídia nacionais e internacionais. "Adolf Hitler teve uma vitória esmagadora nas eleições regionais na Namíbia", relatou o portal de notícias alemão Spiegel Online nesta …

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …