Leonardo da Vinci não pintou “Salvator Mundi”, garante historiador de arte

Justin Lane / EPA

“Salvator Mundi”, de Leonardo da Vinci, foi vendido no leilão Christie’s em novembro

O quadro “Salvator Mundi”, que em novembro bateu todos os recordes ao ser vendido por 450 milhões de dólares, pode não ser obra de da Vinci.

Em novembro, o quadro “Salvator Mundi” foi vendido pelo valor recorde de de 450 milhões de dólares, cerca de R$ 1,6 bilhão. A pintura representa Cristo com um globo de vidro na mão e foi apresentada como “o último da Vinci“, tendo sido confirmada com um dos menos de 20 quadros de Leonardo da Vinci que foram encontrados.

Agora, nove meses depois da compra, um dos principais estudiosos da obra de Leonardo da Vinci colocou em jogo a autoria da pintura. O historiador de arte na Universidade de Oxford, Matthew Landrus, acredita que a maioria do quadro foi pintada por Bernardino Luini, um dos assistentes do artista italiano.

Dessa forma, o historiador considera Bernardino Luini o “pintor primário” da obra, isto porque da Vinci só teria participado em 5 a 20% do resultado final, garante. Ao jornal britânico The Guardian, o especialista disse que, “ao olhar para as várias versões dos trabalhos dos estudantes de Leonardo, podemos ver que o Luini pinta tal e qual o trabalho que podemos ver no ‘Salvator Mundi’”.

Os principais pontos de contato entre a obra e alguns trabalhos de Luini se encontram na representação do ouro e das vestes.

“Além disso, a face de Cristo em ambas as pinturas tem uma modelação muito similar e as abordagens são muito parecidas. Os ombros de Cristo também são muito parecidos“, afirma o historiador, comparando o “Salvator Mundi” com o quadro “Cristo entre os doutores”, exposto na National Gallery, em Londres.

Ao famoso artista italiano atribui a sofisticação da técnica do sfumato presente na pintura, isto é, “as suaves graduações de sombra que evitam contornos perceptíveis ou mudanças dramáticas de tons”.

Na verdade, são vários os especialistas que têm dúvidas quanto à autoria do quadro. Michael Daley, diretor da ArtWatch UK, apontou a falta do “naturalismo e complexidade de postura” de da Vinci na pintura, considerando a teoria de Matthew Landrus “muito interessante”.

E a história dá a eles razão: segundo o Observador, em 1900, quando comprado por Sir Charles Robinson, “Salvator Mundi” foi, de fato, atribuído a Bernardino Luini.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Bolsonaro colocou vida de brasileiros em risco, diz Human Rights Watch

O novo relatório mundial da ONG Human Rights Watch (HRW) de 2021 acusa o presidente Jair Bolsonaro de tentar sabotar os esforços para retardar a disseminação da Covid-19 no Brasil e investir em políticas …

Novo navio insígnia da Rússia é considerado 'maior ameaça' pelo Ocidente

Com novos mísseis, modernos equipamentos a bordo e uma capacidade de combate única, o cruzador nuclear pesado do projeto 1144 Orlan, Admiral Nakhimov, deverá assumir o posto de navio insígnia da Marinha russa em 2022. O …

Biden anuncia pacote de estímulo de quase US$ 2 trilhões

Para revitalizar a maior economia do mundo em meio à pandemia, "Plano de resgate americano" apresentado pelo presidente eleito inclui auxílio a desempregados e escolas e investimento na vacinação. O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe …

Coronavírus: Reino Unido proíbe entrada de viajantes vindos da América do Sul e de Portugal por variante encontrada no Brasil

Chegadas ao Reino Unido da América do Sul e Portugal serão proibidas a partir de sexta-feira (15/01) devido a preocupações com a variante brasileira do coronavírus. O secretário de transportes, Grant Shapps, disse que a mudança …

Vacinação nacional contra a COVID-19 começa no dia 20, às 10h

Ao que tudo indica o Brasil já tem uma data oficial para o início da vacinação, em massa, contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2). Nesta quinta-feira (14), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, informou que a …

"Futuro assustador de extinção em massa" nos espera, elite dos cientistas alerta

O planeta enfrenta um “futuro assustador de extinção em massa, declínio da saúde e distúrbios climáticos” que ameaçam a sobrevivência humana por causa da ignorância e da inação, de acordo com um grupo internacional de …

Oferta de perfuração do Ártico tem fracasso histórico por falta de interessados

O recente leilão que oferecia arrendamentos de perfuração de petróleo no Ártico foi um fracasso. Esperava-se que a chamada atraísse muitos interessados em explorar a área no Alasca, mas a realidade foi outra. A notícia é …

Palácio mais antigo da China de 5.300 anos é descoberto perto de antiga capital

Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem cerca de 5.300 anos, sendo possivelmente a …

Variante da Covid-19 no Brasil faz Reino Unido banir viajantes da América Latina e Portugal

O governo britânico proibiu, nesta quinta-feira, as chegadas de todos os países da América do Sul e do Panamá, além de Portugal, em resposta à nova variante da Covid-19, descoberta no Brasil. A decisão …

CEO do Twitter defende banimento de Trump da rede social

Jack Dorsey diz que medida resulta do “fracasso” da plataforma em mediar diálogo saudável e admite que pode abrir “precedente perigoso”. Proibição veio após presidente dos EUA insuflar apoiadores que invadiram Capitólio. O CEO da rede …