Facebook pagou terceirizados para transcrever áudios do Messenger

Bloomberg revela que centenas de funcionários foram contratados para ouvir conversas de usuários. Empresa confirma a prática, mas garante que foi suspensa. Apple, Google e Amazon foram criticadas por caso semelhante.

O Facebook contratou centenas de trabalhadores terceirizados para ouvir e transcrever mensagens em áudio de usuários do serviço de mensagens Messenger, revelou a plataforma Bloomberg.

A rede social confirmou que áudios estavam sendo transcritos, mas garantiu que a prática já foi suspensa. “Assim como a Apple e o Google, pausamos a análise humana de áudio há mais de uma semana”, afirmou a empresa à Bloomberg na terça-feira (13/08).

Segundo o Facebook, somente foram afetados os usuários que ativaram a função de transcrição para mensagens de voz.

A reportagem da Bloomberg revelou que centenas de funcionários de empresas terceirizadas ouviam e transcreviam clipes de áudio para o Facebook. Os trabalhadores não tinham conhecimento da situação sob a qual as conversas tinham ocorrido e para qual finalidade se destinava a transcrição.

Ainda segundo a Bloomberg, alguns dos terceirizados sentiam que seu trabalho era antiético e ficavam abalados com algumas conversas ouvidas, que por vezes tinham conteúdos “vulgares”.

De acordo com o Facebook, a transcrição dos áudios por tralhadores terceirizados visava verificar se o software entende corretamente as frases dos usuários. As mensagens teriam sido anteriormente anonimizadas, afirmou a empresa.

Nas últimas semanas, Amazon, Apple e Google foram alvo de críticas após a revelação de que elas empregam pessoas para analisar áudios coletados por seus sistemas de assistência de voz.

As companhias alegam que a prática de analisar conversas visa aperfeiçoar seus produtos. Enquanto Apple e Google dizem ter suspendido a prática, a Amazon dá a seus usuários a opção de bloquear a coleta de voz realizada pelo seu assistente de voz Alexa.

No caso do Facebook, a situação é um pouco mais delicada do que para os outros conglomerados de tecnologia. Há anos há rumores de que aplicativos da rede social ouvem os usuários para personalizar conteúdos publicitários. Relatos de casos em que propagandas combinam com uma conversa realizada pouco antes comprovariam essa suspeita.

Entretanto, a empresa sempre negou a prática. Seu fundador e CEO, Mark Zuckerberg, refutou isso veementemente durante um questionamento no Congresso dos Estados Unidos, classificando a denúncia de “teoria da conspiração”.

O Facebook também sempre frisou que a rede social só processa dados de áudio se um usuário der sua permissão expressa. Embora esteja claro que áudios devem ser processados durante a função de transcrição, os usuários não tinham consciência – como no caso dos assistentes de voz das outras empresas – de que, em alguns casos, outras pessoas ouviam esses áudios.

No mês passado, a empresa de tecnologia fechou acordo com o governo americano para pagar uma multa de 5 bilhões de reais, encerrando um processo por violação de privacidade. A ação se refere ao escândalo envolvendo a Cambridge Analytica, empresa que recolheu dados de 87 milhões de usuários do Facebook sem o conhecimento dessas pessoas com intuito de fazer propaganda política.

// DW

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide passará perto da Terra a 27.000 km/h na sexta-feira, alerta NASA

Um grande corpo celeste está se movendo na direção da Terra e chegará ao ponto mais próximo do nosso planeta nesta sexta-feira (6). De acordo com as estimativas da NASA, o asteroide 2019 WR3 mede entre …

Mensagem misteriosa pintada em urso polar na Rússia alarma pesquisadores

Imagens compartilhadas por perfis russos nas redes sociais com um urso polar pintado em spray com o símbolo "T-34" ter alarmado especialistas. Eles advertem que a pintura — cujas circunstâncias ainda não foram identificadas — pode …

Experimento deve provar que microgravidade inibe crescimento de tumores

De onde estiver, Stephen Hawking segue presente na ciência, e seus últimos conselhos devem render uma descoberta para lá de impressionante (e revolucionária). Em conversa com um pesquisador da Austrália, o gênio da física falou sobre …

Justiça absolve Lula e Dilma no caso "quadrilhão do PT"

Juiz que analisou caso afirma que denúncia apresentada por Rodrigo Janot contra cúpula do PT em 2017 foi tentativa de "criminalizar a atividade política". Ministério Público pediu absolvição dos réus em outubro. A Justiça Federal do …

Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua

Um experimento que levou mais de um ano para ser concluído no lado afastado da Lua finalmente está em funcionamento. Não está ainda 100%, mas o Netherlands-China Low-Frequency Explorer (NCLE) já consegue captar sinais de …

"Vão ter que mudar", diz Greta sobre Bolsonaro e Trump em retorno à Europa

A ativista chegou em Lisboa na tarde desta terça-feira (3), 21 dias depois de sair dos EUA a bordo de um veleiro. A jovem sueca retorna à Europa para participar da COP 25, a conferência …

Museu decide comprar apenas obras de mulheres por um ano por reparação histórica

Para se transformar a velha normalidade repleta de preconceitos, violências e desigualdades embutidas é preciso atitudes efetivas e concretamente transformadoras. Da mesma forma que a dívida histórica racial deve ser reparada não somente no discurso, mas …

Black Friday no Brasil superou a dos EUA nos apps de compras, segundo estudo

Neste ano, a Black Friday fez a sua marca entre as compras dos brasileiros. O próprio Canaltech fez uma cobertura muito especial em torno da Black Friday deste ano.Importada dos EUA, a tradição está mesmo …

Para acalmar a crise, presidente chileno propõe ajuda de R$ 520 para 1 milhão de famílias

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, propôs nesta terça-feira (3) a criação de um bônus de 100.000 pesos chilenos (cerca de R$ 520), que serão distribuídos para 1,3 milhão de famílias. O objetivo da medida, …

Anvisa dá aval à venda de maconha medicinal em farmácias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (03/12) um novo marco regulatório para o registro e venda de produtos à base de cannabis em farmácias no país, tornando o Brasil a nação …