Fenda faz “curva” e descolamento de iceberg gigantesco na Antártida fica iminente

John Sonntag / IceBridge / NASA Goddard Space Flight Center

 Faltam apenas 13 km para que enorme bloco de gelo se desprenda completamente, afirmam cientistas

Faltam apenas 13 km para que enorme bloco de gelo se desprenda completamente, afirmam cientistas

A enorme rachadura na plataforma de gelo Larsen C, na Antártida, que pode gerar um dos dez maiores icebergs do mundo, mudou radicalmente de direção.

“A fenda avançou por mais 16 km, com uma aparente e significativa curva à direita perto do final. Agora, só faltam 13 km para que o iceberg se desprenda completamente”, diz à BBC Adrian Luckman, professor da Universidade de Swansea, no Reino Unido.

Luckman acrescenta que a fissura pode estar “muito próxima”, mas  ressalva que nada ainda é totalmente certo. Os dados mais recentes foram colhidos entre 25 e 31 de maio pelos satélites Sentinel-1 da União Europeia.

Os registros foram feitos com a ajuda de radares por causa do início do rigoroso inverno, quando a Antártida permanece praticamente no escuro. Depois de ter avançado em dezembro, o ritmo de aumento estacionou depois que a fenda entrou na chamada zona de “sutura”, uma região de gelo flexível e mole.

Mas o cenário mudou no início do mês passado, quando a ponta da rachadura bifurcou, e a nova ponta mudou de direção rumo ao oceano. Quando o iceberg se desprender, o enorme bloco deve se afastar gradualmente da plataforma de gelo.

“Isso não deve acontecer rapidamente porque o Mar de Wedell é repleto de gelo, mas tenho certeza de que será mais rápido do que todo o processo de ruptura dos últimos meses. Tudo dependerá das correntes e dos ventos”, explica Luckman.

O bloco de gelo que ameaça se desprender tem 5 mil km² – o equivalente a 500 mil campos de futebol ou à área do Distrito Federal. A Larsen C é a maior plataforma de gelo no norte da Antártida. As plataformas de gelo são as porções da Antártida onde a camada de gelo está sobre o oceano e não sobre a terra.

Segundo cientistas, o descolamento do iceberg pode deixar toda a plataforma Larsen C vulnerável a uma ruptura futura. A plataforma tem espessura de 350 m e está localizada na ponta oeste da Antártida, impedindo a dissipação do gelo.

MIDAS/ESA/USGS

Imagem de satélite mostra a região da plataforma Larsen C que está se desprendendo, como vista a 1 de Maio

Imagem de satélite mostra a região da plataforma Larsen C que está se desprendendo, como vista a 1 de Maio

Os pesquisadores vêm acompanhando a rachadura na Larsen C há muitos anos. Recentemente, porém, eles passaram a observá-la mais atentamente por causa de rupturas das plataformas de gelo Larsen A, em 1995, e Larsen B, em 2002.

No ano passado, cientistas afirmaram que a rachadura na Larsen C estava aumentando rapidamente. Mas, em dezembro, o ritmo aumentou a patamares nunca antes vistos, avançando 18 km em duas semanas.

Aquecimento global

Os cientistas dizem, no entanto, que o fenômeno é geográfico e não climático. A rachadura existe por décadas, mas cresceu durante um período específico. Eles acreditam que o aquecimento global tenha antecipado a provável ruptura do iceberg, mas não têm evidências suficientes para embasar essa teoria.

No entanto, os cientistas permanecem preocupados sobre o impacto do descolamento desse iceberg do restante da plataforma de gelo, já que a ruptura da Larsen B em 2002 aconteceu de forma muito semelhante.

Como vai flutuar sob temperatura constante, o iceberg não aumentará o nível dos mares. Mas novas rupturas na plataforma podem acabar dando origem a geleiras que se desprenderiam em direção ao oceano. Uma vez que esse gelo derrete, afeta o nível dos mares.

Há poucas certezas absolutas, contudo, sobre uma mudança iminente no contorno da Antártida. Mas segundo estimativas de alguns cientistas, se todo o gelo da Larsen C derreter, o nível dos mares aumentaria cerca de 10 cm.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo de esqueletos de 200 gerações revela como humanos evoluíram para lutar contra germes

Estudiosos analisaram cerca de 70 mil esqueletos de 200 gerações a fim de entender como a humidade passou por pandemias anteriores. Os estudos foram feitos acerca de doenças infecciosas como tuberculose, treponematose e hanseníase. Os pesquisadores …

Médica adverte sobre síndrome inflamatória multissistema em pacientes que superaram covid

A médica-chefe de um hospital de Moscou, Mariana Lysenko, declarou em uma entrevista ao canal RT que alguns dos pacientes que superaram a COVID-19 podem desenvolver uma síndrome inflamatória multissistema. De acordo com a médica, a …

Militares abrem fogo contra manifestantes em Mianmar

Forças de segurança reforçam repressão aos protestos contra golpe de Estado e deposição do governo democraticamente eleito. Relatos de mortes surgem de várias cidades. ONU condena violência e o uso de força excessiva. As forças de …

LEGO lança quiz online para educar a criançada sobre cyberbullying

O sentido educacional que os brinquedos da LEGO oferecem ganha nova e ainda maior dimensão com o lançamento do Safer Internet Day (ou Dia da Internet mais Segura, em tradução livre), um quiz virtual desenvolvido …

Covid-19: Peru prorroga suspensão de voos do Brasil até 14 de março

O governo do Peru anunciou neste domingo (29) a prorrogação até 14 de março da suspensão de voos procedentes do Brasil. A medida preventiva visa evitar a entrada de passageiros que podem estar infectados …

Ex-funcionários do McDonald's revelam "estratégia de espionagem" da rede de fast-food

A revista Vice analisou testemunhos de supostos trabalhadores anônimos do McDonald's que tinham conhecimento direto da vigilância, e vazou documentos que explicam as táticas de espionagem. Uma equipe de analistas de inteligência da cadeia de fast-food …

Bolsonaro usa pesquisa alemã distorcida para criticar uso de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live de quinta-feira (26/02) para mais uma vez desestimular o uso de máscaras contra a covid-19. No mesmo dia em que o Brasil registrou a segunda pior marca de mortes …

Cientistas congelam sêmen de corais para tentar salvar espécie da extinção no Brasil

Estima-se que até 50% dos recifes de corais já desapareceram dos oceanos. A previsão para o futuro também não é animadora: uma projeção da Unesco apontou que, caso as mudanças climáticas não sejam revertidas, eles …

Esqueletos descobertos podem revelar a história do mais rico pirata da historia, morto há 300 anos

No início do século XVIII, quem mandava nos mares sem lei do Caribe, da América Central e da América do Norte era o grande pirata inglês Samuel Bellamy, imortalizado pelo apelido de “Black Sam”. Um dos …

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …