Bloco de gelo se solta da Antártida e forma iceberg maior que o Distrito Federal

John Sonntag / NASA

Foto aérea da NASA revela uma enorme rachadura na geleira Larsen C

Foto aérea da NASA revela uma enorme rachadura na geleira Larsen C

Tem um trilhão de toneladas e é um dos maiores icebergs já vistos. Depois de ameaçar se soltar há mais de seis meses, o iceberg gigante se desprendeu nesta quarta-feira (12) do continente antártico, disseram pesquisadores da Universidade de Swansea, no Reino Unido.

“O icerbeg surgiu entre segunda e quarta-feira“, indicaram os especialistas, que monitoram a evolução deste bloco de gelo gigantesco.

Segundo o The Guardian, o bloco de gelo, com 5.800 km2, é maior que o Distrito Federal, e se separou agora da plataforma de gelo Larsen C, na Antártida Ocidental, a sul do continente americano. A separação era esperada pelos cientistas, que há mais de dez anos seguiam uma grande fenda, cuja propagação se acelerou a partir de 2014.

Os cientistas não consideram que a fissura tenha aparecido devido às alterações climáticas: a abertura destas grandes fendas é um efeito habitual dos movimentos internos da Terra.

No mês passado, quando a plataforma já estava presa ao continente por apenas 20 quilômetros de gelo, os cientistas já adivinhavam o desprendimento do segundo maior iceberg da história aconteceria em breve. No dia seguinte, já faltavam apenas 13 quilômetros.

A massa de gelo, com 200 metros de espessura, não deverá se mover para longe nem muito depressa, mas deverá continuar a ser monitorada. Correntes e ventos podem eventualmente empurrar o iceberg para norte do Antártico, o que causaria dificuldades à navegação.

MIDAS/ESA/USGS

Imagem de satélite mostra a região da plataforma Larsen C que ameaça se separar da Antártida, vista em 1º de Maio

Imagem de satélite mostra a região da plataforma Larsen C que ameaça se separar da Antártida, vista em 1º de Maio

Segundo os cientistas, a separação não irá afetar o nível do mar porque o gelo que se desprendeu já estava no oceano, embora alguns especialistas admitam que possa acelerar a desestabilização da Larsen C.

Segundo afirmam a Agência Espacial Europeia (ESA) e o cientista Noel Gourmelen, da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, o iceberg criado com a separação deste bloco de gelo é um dos maiores da jamais vistos, com 1.155 quilômetros cúbicos de gelo, equivalente à água necessária para encher 462 milhões de piscinas olímpicas.

O tamanho desse iceberg apenas é superado pelo do iceberg B-15, o maior icebergue alguma vez registrado no mundo. Com uma área de mais de 11 mil km², o B-15 era maior que a ilha da Jamaica.

A mesma agência assinalou também que as plataformas vizinhas, Larsen A e Larsen B, experimentaram um processo similar com “fragmentações espetaculares” em 1995 e 2002, respectivamente.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Carro voador da NASA levanta voo pela primeira vez; veja como foi

A NASA anunciou que os testes com o eVTOL (veículo elétrico voador com decolagem vertical) mais promissor do mercado foram bem-sucedidos. Desenvolvido pela Joby Aviation, o carro voador experimental realizou uma série de procedimentos para coleta …

Mudanças climáticas: cientistas treinam vacas para usar banheiro contra aquecimento global

Vacas podem ser treinadas para usar um banheiro para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, segundo uma experiência realizada na Alemanha por pesquisadores alemães e da Nova Zelândia. No estudo, os cientistas treinaram os …

Reprovação a Bolsonaro volta a subir, afirma Datafolha

O Instituto Datafolha apurou que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro aumentou ainda mais, passando para 53% entre as pessoas consultadas, segundo uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (17/02) pelo jornal Folha de S. …

Empresa norueguesa assegura que pode 'eliminar' furacões antes que se tornem destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de cortina de bolhas proposto pela empresa poderia ela própria provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, startup norueguesa, assegura que sua tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem poderosos …

Limitar aquecimento global a 1,5ºC exige redução drástica de gases poluentes, mostra relatório

Manter a temperatura da Terra a 1,5°C será impossível sem uma redução massiva das emissões de gases poluentes. É o que mostra um novo relatório divulgado pela ONU nesta quinta-feira (16). O documento "United …

Alemanha libera entrada para brasileiros que apresentem teste negativo

A Alemanha vai deixar de considerar o Brasil como área de alto risco na pandemia do novo coronavírus a partir deste domingo, anunciou nesta sexta-feira (17/09) o Instituto Robert Koch (RKI), a agência governamental alemã …

Assembleia-Geral da ONU: exigência de vacina ainda não está decidida, mas é improvável que Bolsonaro seja barrado

Perdeu força a possibilidade de que líderes de países tenham que comprovar que se vacinaram contra a covid-19 para participar da 76ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que acontece na semana que vem …

Submarinos: França perde o "contrato do século" para a Austrália, que opta por EUA e Reino Unido

O jornal econômico Les Echos estampa em sua primeira página desta quinta-feira (16) uma notícia, ainda no condicional, que se concretizaria durante a madrugada: "A Austrália desiste de uma encomenda de 12 submarinos franceses …

VSR: o pouco conhecido vírus que se espalha entre crianças no mundo e também no Brasil

No início de 2021, a equipe do Hospital Infantil de Maimonides, no Brooklyn, em Nova York (EUA), começou a experimentar uma cautelosa sensação de alívio. Os casos de covid-19 na cidade estavam em queda. Como …

Com popularidade em queda, premiê britânico Boris Johnson reforma equipe de governo

Após semanas de boatos, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, decidiu modificar o governo nesta quarta-feira para formar uma "equipe unida" e enfrentar os desafios depois de um ano e meio de pandemia e em …