Prato de comida pode custar 100 vezes mais nos países em desenvolvimento

UNHCR / United Nations / Flickr

-

Prato de comida: para poder comer uma tigela de feijão cozido, um malauiano precisa gastar 41% da sua renda diária; um sueco gasta 0,41%

Em zonas de conflito, a diferença de preço por uma refeição simples pode ser até 300 vezes maior. Comparação é feita com o preço médio de uma refeição simples em nações ricas.

Moradores de países em desenvolvimento estão pagando até 100 vezes mais por um prato básico de alimentos, na comparação com o preço gasto por moradores de países ricos.

A análise foi feita pelo Programa Mundial de Alimentos, PMA. No caso dos mais vulneráveis, que vivem em zonas de conflito, a diferença de preço por uma refeição simples pode ser até 300 vezes maior.

Se for medida qual porcentagem o custo de uma refeição representa na renda média diária de uma pessoa, é possível afirmar que um morador do Malauí paga muito mais caro do que um habitante da Suécia para se alimentar.

Para poder comer uma tigela de feijão cozido, um malauiano precisa gastar 41% da sua renda diária. Já um sueco gasta 0,41% de sua renda pelo mesmo prato, o que representa menos de 1 dólar.

Pela comparação da agência da ONU, a refeição no Malauí sai 100 vezes mais cara do que na Suécia. Mas numa cidade sitiada na Síria, como Deir Ezzor, o custo de um prato de feijão é maior do que a verba diária de um morador. Já na Índia ou na Nicarágua, o preço chega a ser entre 10 a 15 vezes mais alto do que na Suécia.

O alerta do PMA está sendo feito às vésperas do Fórum Econômico Mundial, em Davos, que ocorre entre os dias 17 e 20 de janeiro.

A ideia é mostrar aos líderes as distorções no poder de compra dos ricos e dos pobres e lembrar que alimentos nutritivos e acessíveis do ponto de vista econômico devem ser um direito de todos.

Segundo a agência, as refeições custam muito alto em países pobres devido a problemas de estocagem, de transporte e de distribuição, além da pouca variedade nas plantações, baixo acesso dos agricultores a mercados e falta de preparo para lidar com mudança climática e conflitos.

O PMA acredita que medidas firmes são essenciais para mudar esse cenário, desde a diversificação das colheitas até a redução do desperdício de comida. A agência vai continuar a ampliar a sua nova base de dados, batizada de “Refeição Quente”, para incluir dezenas de países.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas acabam de descobrir um órgão misterioso escondido no centro da cabeça humana

Cientistas fizeram uma descoberta anatômica surpreendente, encontrando o que parece ser um misterioso conjunto de glândulas salivares escondidas dentro da cabeça humana que de alguma forma passaram despercebidas até agora. Essa “entidade misteriosa” foi identificada acidentalmente …

Estudo revela por que formigas são excepcionalmente fortes

Neste trabalho, os pesquisadores conseguiram obter imagens detalhadas do que ocorre no tórax de uma formiga, tirando raios-X e criando modelos 3D para analisar os músculos e o esqueleto interno. Pesquisadores de universidades do Japão e …

Hackers russos são acusados de planejarem ataques contra as Olímpiadas do Japão

Hackers russos estariam planejando uma nova onda de ataques contra a organização das Olímpiadas de 2020, que aconteceriam neste ano, no Japão, e foram transferidas para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus. Mais uma …

Pais de 545 crianças separadas na fronteira dos EUA não foram localizados

Famílias foram separadas como parte da política anti-imigração de Trump a partir de 2017. Muitos dos pais podem ter sido deportados sem os filhos. Os pais de 545 crianças migrantes que foram separadas deles nos Estados …

ONG Repórteres Sem Fronteiras denuncia deterioração da liberdade de imprensa no Brasil

Um novo relatório publicado nesta terça-feira (20) pela ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF) denuncia o aumento de ameaças a jornalistas e veículos de comunicação no Brasil em 2020. Para a organização civil, sediada em …

Empreendedor mineiro cria vassoura mágica que também é meio de transporte

A sensação de voar em uma vassoura mágica se tornou possível em Belo Horizonte, Minas Gerais, pelas mãos do empreendedor Alexandre Russo, de 28 anos. Fundador da empresa Nuvem Vassouras, o mineiro criou a “Real Flying …

Bebês ingerem 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia, diz estudo

Um bebê de 12 meses ingere, em média, mais de 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia que são liberadas da mamadeira, revelou um estudo divulgado nesta segunda-feira (19/10). O impacto destas micropartículas para …

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …