Sírios abatem avião militar da Rússia (e a culpa “é de Israel”)

O avião de reconhecimento russo Il-20 foi abatido na segunda-feira (17) pelo sistema antiaéreo sírio, vitimando 15 militares. O ministério da Defesa russo acusou Israel e ameaçou retaliar.

A base aérea russa de Hmeimim perdeu contato com a aeronave militar, um quadrimotor de reconhecimento Ilyushin Il-20, na noite de segunda-feira, durante um ataque de caças-bombardeiros F-16 de Israel sobre alvos na província de Latakia.

A aeronave, geralmente usada em missões de vigilância, “foi abatida por um sistema de mísseis S-200 do exército da Síria, matando todos os 15 tripulantes”, informou o ministério russo da Defesa.

A queda do avião russo é o mais grave incidente entre os dois aliados desde que Moscou passou a intervir militarmente na Síria, no final de 2015, para apoiar o regime de Damasco, então enfraquecido.

Em comunicado, o ministério da Defesa russo explicou que os quatro caças F-16 israelenses teriam usado o avião russo como escudo em uma investida aérea ao regime sírio em Latakia. Sabe-se agora que o avião foi abatido com 15 pessoas a bordo, a cerca de 35 quilômetros da costa.

Segundo os russos, os militares foram avisados da intervenção das forças israelenses um minuto antes do ataque, tempo insuficiente para garantir a segurança do avião Ilyushin Il-20 e dos tripulantes, ato considerado pelos russos como uma “provocação intencional”.

Moscou alega que o avião russo se preparava para pousar na base aérea de Hmeymim, ao mesmo tempo que navios franceses e caças israelenses iniciavam um ataque ao regime sírio. Os caças F-16 de Israel teriam utilizado o avião russo como cobertura para poderem se aproximar dos alvos sem serem atingidos pelo sistema antiaéreo sírio.

“Consideramos as ações do exército israelense como hostis”, afirmou Igor Konashenkov, porta-voz do Ministério da Defesa russo. “Ao se esconderem atrás do avião russo, os pilotos israelenses o colocaram na linha de fogo do sistema de defesa da Síria. Como resultado, o Il-20 foi abatido pelo sistema de mísseis S-200 sírio”.

Em comunicado, os russos afirmam ter “o direito de tomar medidas equivalentes em resposta”. Os franceses já negaram ter lançado qualquer tipo de ofensiva com mísseis.

Dmitry Terekhov / Flickr

Avião de reconhecimento russo Ilyushin Il-20

O Comitê de Investigação da Rússia afirmou nesta terça-feira (18) que abriu um inquérito sobre queda da aeronave. “O principal departamento de investigação do Comitê de Investigação da Rússia lançou uma investigação criminal sobre a queda da aeronave Il-20 no Mar Mediterrâneo”, afirmou a porta-voz do organismo, Svetlana Petrenko.

De acordo com a porta-voz, os investigadores e criminologistas do comitê trabalham em conjunto com o Ministério da Defesa russo no local do incidente. “Todas as circunstâncias e as causas do incidente estão sendo estabelecidas”, acrescentou Petrenko.

Israel culpa Assad e o Hezbollah

O exército israelense reagiu às acusações da Rússia, contestando que sua força aérea tivesse usado a aeronave russa como cobertura para escapar do fogo sírio, e responsabiliza o presidente sírio, Bashar al-Assad, como responsável pelo incidente.

“Israel considera Bashar al-Assad, cujo exército abateu o avião russo, como totalmente responsável por esses incidentes”, afirmou um porta-voz da força aérea israelense.

Entretanto, o presidente russo, Vladimir Putin, em visita oficial à Turquia, reagiu ao incidente, parecendo diluir o tom das acusações e procurar um discurso conciliatório em relação a Israel. Segundo o chefe do Kremlin, a aeronave russa foi abatida na sequência de “uma série de circunstâncias acidentais trágicas“.

Ciberia // Sputnik / RFI / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …

Educação e confiança fazem da Dinamarca país menos corrupto do mundo

Imagine poder almoçar tranquilamente num restaurante ou fazer compras enquanto deixa o seu bebê no carrinho, estacionado do lado de fora na calçada. Essa cena, que faz parte do cotidiano dos dinamarqueses, só é …

Brasil adianta ponteiros do Relógio do Juízo Final

O Relógio do Juízo Final teve seus ponteiros ajustados nesta quinta-feira (23/01) para a marca de apenas 100 segundos para a meia-noite, simbolizando o maior perigo para a humanidade registrado desde criação do dispositivo em …

Estudo comprova ligação entre estresse e cabelos brancos

Pesquisadores brasileiros e americanos investigaram processo de embranquecimento dos cabelos e concluem que estresse leva à liberação de substância que pode danificar células-tronco regeneradoras de pigmentos. Quando Maria Antonieta foi capturada durante a Revolução Francesa, consta …

Japão pretende desenvolver tecnologia ultrarrápida 6G até 2030

O governo japonês elaborará uma estratégia abrangente sobre as futuras redes de comunicação sem fio ultrarrápidas 6G e montou um painel para discutir o assunto, declarou ministra japonesa do Interior e Comunicações. O anúncio foi feito …

Tesla atinge valor de mercado de US$ 100 bi — e Musk receberá um grande bônus

A Tesla é uma das companhias mais promissoras do mundo, mas ainda gera dúvidas entre os investidores, devido aos problemas para atingir as metas de produção e polêmicos acidentes envolvendo seus veículos — além de …

Por que o príncipe da Arábia Saudita hackeou celular de Jeff Bezos, segundo investigação da ONU

Uma intriga internacional envolve, desde 2018, o homem mais rico do mundo e uma ditadura ultrafechada acusada de matar seus inimigos com requintes de crueldade. E, agora, o caso está sendo investigado por especialistas em …

Garoto de apenas 6 anos arrecada $270 mil para ajudar animais em incêndios australianos

Nos incêndios que devastaram algumas regiões da Austrália, mais de 1 bilhão de animais morreram. No esforço para salvar os animais resgatados e tentar, o mais rápido possível, lhes oferecer um novo lar, este garotinho …