Você pode ganhar um milhão de dólares solucionando este mistério matemático de xadrez

Você pode ganhar um prêmio de US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,15 milhões, no câmbio atual) se conseguir resolver a variação de um problema matemático extremamente complicado envolvendo um jogo de xadrez, conhecido como “Enigma da Rainha” ou “Problema das Oito Rainhas”.

Não é preciso entender as regras do xadrez para participar, mas isso também não vai facilitar as coisas nenhum pouco. Na verdade, os cientistas dizem que a solução é tão complexa que pode levar milhares de anos para chegarmos nela.

O Problema das Oito Rainhas foi originalmente criado em 1848. O desafio é colocar oito rainhas em um tabuleiro de xadrez 8 x 8, de modo que nenhuma ameace diretamente a outra.

Se você conhece as regras do xadrez, sabe que a rainha é a peça mais poderosa do tabuleiro, pois pode mover-se em oito direções – para cima, para baixo, para ambos os lados e diagonalmente para todos os lados. Além disso, também pode se mover a uma distância ilimitada em qualquer uma dessas direções.

Essa liberdade de movimento é a razão pela qual o enigma é tão interessante, embora não tão difícil assim de se resolver. Na verdade, existem 92 formas diferentes de solucioná-lo, de cerca de 4,5 bilhões de movimentos potenciais das oito rainhas no tabuleiro.

Logo, os matemáticos decidiram complicá-lo.

Em vez de se limitar a um tabuleiro de tamanho padrão 8 x 8, com 64 quadrados no total, o enigma expande as dimensões do problema para incluir praticamente qualquer número de rainhas.

Nesse caso, é preciso ajustar 20 rainhas em um tabuleiro 20 x 20, ou 100 rainhas em um tabuleiro 100 x 100, e assim por diante – e nenhuma delas pode ser posicionada na mesma linha, coluna ou diagonal que suas semelhantes.

Esta variante do quebra-cabeça, chamado de “Enigma n-Rainhas”, fica realmente complicado quando chegamos a números grandes, como n = 1.000. Até computadores muito poderosos têm dificuldade de resolvê-lo, dado o número de possibilidades envolvidas.

O nível do desafio torna-se ainda maior se você adicionar um fator incomum: um grupo de rainhas que já ocupam posições definidas no tabuleiro.

Prêmio

O prêmio diz respeito a resolução do Enigma das n-Rainhas, com algumas peças já colocadas no tabuleiro. O problema pode ser fácil de entender em sua mente, mas descobrir maneiras de resolvê-lo de forma eficiente é um grande obstáculo de enorme complexidade computacional.

“Se criássemos um programa de computador que pudesse resolver o problema rápido, poderíamos adaptá-lo para resolver muitos outros problemas que nos afetam diariamente”, disse o cientista da computação Ian Gent, da Universidade de St. Andrews, no Reino Unido.

“Isso inclui desafios triviais, como descobrir o maior grupo de seus amigos do Facebook que não se conhecem, ou muito mais importantes, como descobrir os códigos que mantêm todas as nossas transações online seguras”, acrescentou.

É por isso que o Clay Mathematics Institute está oferecendo um prêmio de US$ 1 milhão para quem resolver o desafio, como um de seus “Problemas do Milênio”.

A equipe de Gent estabeleceu que o enigma é um exemplo do chamado problema “P versus NP”, em um artigo publicado no Journal of Artificial Intelligence Research. Isso significa que qualquer algoritmo que possa resolver o enigma pode também ser usado para resolver qualquer outro problema da mesma classe.

De acordo com Gent, o prêmio pode ser ganho se alguém provar que nenhum algoritmo pode resolver o enigma em um tempo razoável, ou se alguém desenvolver um algoritmo que possa resolvê-lo em um tempo razoável.

“Na prática, ninguém chegou perto de escrever um programa que possa resolver o problema rapidamente. Então, o que nossa pesquisa mostra é que – para todos os propósitos práticos – isso não pode ser feito”, argumenta Gent.

Será que alguém vai mostrar que ele está errado?

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pesquisadores se deparam com '1º colar' humano de 160.000 anos

Fósseis de conchas de amêijoas de 160 mil anos encontradas em cavernas de Israel são os primeiros exemplares de conchas usadas como adorno no corpo humano, defendem pesquisadores. Há cerca de 160 mil a 120 mil …

A China diz ter identificado uma nova doença muito mais mortal do que o Covid-19

A embaixada da China no Cazaquistão alertou sobre uma nova pneumonia desconhecida que seria ainda mais mortífera do que o coronavírus (Sars-CoV-2) causador Covid-19, de acordo com o South China Morning Post (SCMP). “A taxa de …

The Sims ganhará reality show para premiar jogadores em US$ 100 mil

A longeva franquia The Sims, onde gamers gerenciam todos os aspectos da vida de avatares virtuais, vai ganhar um reality show. Veiculado pela emissora norte-americana CBS, a atração se chamará “Spark’d” e deve ir ao ar …

Nudes de 100 anos encontrados dentro de parede são avaliados em milhares de dólares

O senso comum sugere que as gerações passadas eram mais conservadoras que as atuais, especialmente no que diz respeito à sexualidade. Basta escavarmos um pouco a memória – ou as paredes de nossas casas – para …

Presidente interina da Bolívia testa positivo para covid-19

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, revelou nesta quinta-feira (09/07) que foi infectada pelo novo coronavírus e que iniciará um período de quarentena. "Junto com toda a minha equipe, temos trabalhado pelas famílias bolivianas durante …

Após Bolsonaro tirar máscara em entrevista, ABI entra com ação contra presidente no STF

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) apresentou nesta quinta-feira (9) uma queixa criminal ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro, depois que ele tirou a máscara em uma entrevista em que anunciou …

A quantidade de nitrogênio emitida pela pecuária já ultrapassou os limites seguros

A quantidade de nitrogênio emitida pela criação de animais para abate é superior ao que o planeta pode aguentar. Cientistas alertam que é necessário diminuir o consumo de carne e laticínios. As principais fontes de nitrogênio …

França vai adotar teste de saliva nos aeroportos para evitar 2ª onda de Covid-19

O governo francês anunciou nesta sexta-feira (10) a implementação de testes a base de saliva em seus aeroportos. A medida, que tem como objetivo evitar uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus, visa principalmente os …

De 4.200 anos? Arqueólogos desvendam em Israel 'emoji' mais antigo do mundo

Arqueólogos israelenses encontraram evidências de arte rupestre sem precedentes em dólmens de 4.200 anos. O novo projeto de pesquisa faz parte de um estudo de dólmens (monumentos megalíticos tumulares construídos por humanos) na Alta Galileia e …

Governo remarca Enem para janeiro e fevereiro de 2021

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira (08/07) as novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, adiado em razão da epidemia de covid-19. As provas em papel serão aplicadas em 17 …