É oficial: 2017 foi um ano (muito) difícil para a Humanidade

O mundo é cada vez mais um lugar triste. Uma pesquisa global sobre as emoções humanas concluiu que 2017 foi o ano mais sombrio e miserável em mais de uma década.

Segundo o Science Alert, embora as experiências positivas tenham se mantido estáveis, o mundo atual está mais estressado, preocupado e triste do que em qualquer outra época desde 2005, ano em que começou o Gallup Global Emotions Report.

“Esta é a primeira vez que vemos um aumento significativo de emoções negativas”, afirma Julie Ray, principal autora e editora do relatório de 2018, ao New York Times. “É o valor mais alto que já registramos”, acrescenta.

Com a propagação do terrorismo, da guerra, da crise dos refugiados, bem como as mudanças climáticas, em 2017, o mundo continuou a parecer menos estável e cada vez mais perigoso. Mesmo em sociedades aparentemente pacíficas, o medo político e a polarização deixaram os cidadãos se sentindo isolados e oprimidos.

A pesquisa contou com a participação de mais de 154 mil pessoas em todo o mundo, tendo verificado que quase quatro em cada dez pessoas sentiram preocupação ou estresse no dia anterior à entrevista – um aumento de 2% frente ao ano anterior.

Tristeza e dor física são as sensações negativas que se seguem, com um aumento de 1%: pouco mais de três em dez disseram ter experimentado dor física no dia anterior e um em cada cinco disseram ter sentido tristeza. A raiva foi a única emoção negativa que se manteve estável quando comparado com os resultados do ano anterior (20%).

Assim como seria esperado, existem regiões no mundo que sentem mais emoções negativas do que outras. Até 2017 – e durante quatro anos consecutivos – o Iraque teve a maior pontuação no Índice de Experiência Negativa.

No ano passado, porém, a República Centro-Africana ocupou esse lugar, obtendo a maior pontuação que a Gallup já registrou em qualquer país na última década. Mesmo assim, devido aos intensos conflitos no país, a organização não conseguiu respostas de cerca de 40% da população.

Das respostas recolhidas, três em cada quatro pessoas disseram ter experimentado dor física e muita preocupação no dia anterior a serem questionadas – a mais alta registrada nos dois casos.

Na América Latina, os resultados já foram mais animadores. Ano após ano, a região continua a liderar o mundo relativamente às experiências positivas, com os autores do estudo alegando que isso pode ser explicado (em parte) pela tendência latino-americana de se focar nos pontos positivos da vida.

Mas, embora os fatores culturais tenham alguma relevância, a verdade é que quase todos os países com as piores pontuações passam por algum tipo de conflito interno ou externo contínuo.

“Nossa pesquisa ao longo dos anos nos ensinou que o rastreamento de como as pessoas vivem suas vidas é, sem dúvida, mais importante do que a pontuação geral em um único ano”, escreve Mohamed S. Younis, editor-chefe da Gallup, no novo relatório.

“Embora os desenvolvimentos a nível nacional e global tendam a dominar as manchetes, captar as tendências de esperança – ou desespero – a nível individual fornece a inteligência mais valiosa”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …