Aquecimento global pode ser muito pior do que o previsto

B. Bannon / UNHCR

Segundo uma equipe internacional de cientistas de 17 países, o aumento da temperatura como resultado do aquecimento global pode ser o dobro do que foi inicialmente projetado pelos modelos climáticos.

Os resultados do estudo, publicado na semana passada na Nature, mostram que o nível do mar pode subir seis metros ou mais, causando a submersão de grandes centros urbanos.

Além disso, o aumento no nível das águas pode também causar impactos profundos no nosso ecossistema, mesmo se atingirmos a meta do aumento máximo da temperatura em 2 graus Celsius, com foi estabelecido pelo Acordo Climático de Paris.

As descobertas foram baseadas em provas de três períodos quentes nos últimos 3,5 milhões de anos da Terra, nos quais as temperaturas globais estavam 0,5 a 2 graus Celsius acima das temperaturas pré-industriais do século XIX.

Em todos os períodos estudados, o planeta aqueceu a uma taxa muito mais baixa do que aquece na atualidade, resultado do aumento das emissões de gases de efeito estufa resultantes da atividade humana.

Ou seja, o Acordo Climático – que visa limitar o aquecimento global a 2 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais – pode não ser suficiente para evitar uma catástrofe.

Os pesquisadores alertam que a taxa de aquecimento global também é considerável. “As mudanças que vemos hoje são muito mais rápidas do que qualquer coisa encontrada na história da Terra”, explicou uma das autoras do estudo, Katrin Meissner, da Universidade de New South Wales, na Austrália.

Os cientistas descobriram que o aquecimento sustentado de 1 a 2 graus Celsius vem sendo acompanhado por reduções substanciais das camadas de gelo da Groenlândia e da Antártida e aumentos no nível do mar de pelo menos 6 metros – muito acima das previsões dos modelos climáticos atuais para 2100.

A pesquisa também revelou que o aquecimento global pode fazer grandes áreas de calotas polares entrar em colapso.

Com isso, mudanças significativas nos ecossistemas seriam sentidas, e poderiam fazer com que o deserto do Saara ficasse verde e as bordas das florestas tropicais se transformassem em savanas dominadas por incêndios.

Meissner disse que “a equipe não pode comentar em que ponto no futuro é que essas mudanças vão ocorrer”.

Segundo a cientista, “os modelos climáticos parecem ser confiáveis para pequenas mudanças, como para cenários de baixas emissões em curtos períodos, digamos nas próximas décadas até 2100. Mas, à medida que a mudança se torna maior ou mais persistente, parece que os modelos subestimam a mudança climática”.

“As observações dos períodos anteriores sugerem que vários mecanismos amplificadores – que estão mal representados nos modelos climáticos – aumentam o aquecimento a longo prazo para além das projeções”, concluiu Hubertus Fischer, da Universidade de Berna, na Suíça, um dos principais autores do estudo.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blindam política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …

Brasileiros são finalistas em Campeonato Mundial de Cubo Mágico

Criado nos anos 80, o cubo mágico é um dos brinquedos mais simples e fascinantes que existem. Quem nunca passou horas, dias, semanas ou até meses tentando acertar as cores de todas as faces ou …

Filhote de lobo da Idade do Gelo é encontrado preservado em mina de ouro

Enquanto procuravam por ouro nos solos gelados do território de Yukon, no Canadá, um grupo de mineiros descobriu um tesouro ainda mais raro: os corpos extremamente preservados de um filhote de lobo e de um …

Menino se despede do pai, e a foto já vale milhões (e muito mais em solidariedade)

A foto publicada no Twitter foi compartilhada milhares de vezes, gerando uma onda de solidariedade que já angariou mais de 7 milhões de rúpias. A maior parte do dinheiro servirá para ajudar a pagar as …

Programadores detectam falha de software que poderia ter destruído a Bitcoin

Programadores da Bitcoin descobriram uma vulnerabilidade de software que poderia permitir a inserção de um bloqueio na rede. O bloqueio seria capaz de derrubar todo o sistema mundial da moeda virtual. Frequentemente considerado como a grande …

Trump aconselha a Espanha a construir um muro no deserto do Saara

Donald Trump sugeriu ao governo espanhol uma medida para controlar os fluxos migratórios do Mediterrâneo. O presidente dos Estados Unidos quer que a Espanha construa um muro no deserto do Saara, na África. Depois de …

Dados do Ministério do Trabalho revelam: vagas de emprego despencaram após reforma trabalhista

“A reforma trabalhista vai gerar 6 milhões de empregos”, prometeu Henrique Meirelles (MDB), ex-ministro da Fazenda do governo de Michel Temer, em defesa das alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovadas pelo Congresso …

Aquecimento global: inundações do Rio Amazonas quadruplicaram nos últimos 30 anos

As inundações se tornaram mais frequentes e graves no rio Amazonas nos últimos 30 anos, de acordo com um estudo realizado por cientistas chilenos e britânicos, que apontam o aquecimento global como uma das causas …

Altar maia revela disputa pelo poder ao estilo de “Game of Thrones”

Uma equipe internacional de arqueólogos encontrou um altar de calcário esculpido no sítio arqueológico de La Corona, localizado no norte da Guatemala, há 1500 anos. A peça, chamada Altar 5, foi descoberta no ano passado, mas …