Canadá acaba com vistos para mexicanos

World Bank / Flickr

Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá

Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá

O Canadá aboliu essa quinta-feira (1º) o visto para os mexicanos, uma medida imposta pelo anterior Governo em resposta a um fluxo de requerentes de asilo oriundos do México.

O Governo liberal canadiano considerou que “o levantamento da obrigação de visto sublinha a grande importância que o Canadá atribui à amizade com o México”.

Nos Estados Unidos, o Presidente eleito, pelo contrário, quer reforçar a proteção no acesso ao território norte-americano para os mexicanos.

No final da cimeira das Américas, em junho passado, em Otava, o primeiro-ministro Justin Trudeau, e o presidente do México, Enrique Peña Nieto, chegaram a acordo sobre esta medida.

A obrigação de visto era um ponto de divergência entre os dois países, desde que a medida foi imposta pelo anterior Governo conservador de Stephen Harper.

Durante a campanha, Trudeau prometeu acabar com esta exigência de visto para os cidadãos mexicanos.

Com esta decisão, as relações bilaterais entre o Canadá e o México vão melhorar e “contribuir para aumentar as oportunidades comerciais e de negócios, bem como as possibilidades de investimento”, considerou John McCallum, ministro da Imigração canadiano.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Papa Francisco nomeia primeira mulher para cargo de alto escalão no Vaticano

Pela primeira vez, uma mulher ocupará um cargo de alto nível no Vaticano. O Papa Francisco nomeou Francesca Di Giovanni para a função de vice-ministra da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão equivalente ao …

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …

Uma desconhecida explosão de ondas gravitacionais foi detectada na Terra

Os detectores de ondas gravitacionais da Terra, os observatórios LIGO e Virgo, identificaram uma misteriosa “explosão” de ondas gravitacionais não prevista na última terça-feira, 14 de janeiro. As ondas gravitacionais detectadas até hoje foram resultado de …

Twitter pede desculpas por permitir anúncios direcionados a neonazistas

O Twitter emitiu hoje (16), um pedido de desculpas público, logo após a BBC fazer uma denúncia de que a plataforma de anúncios da empresa estava permitindo o direcionamento de conteúdo para neonazistas e outros …

SP quer lei para incentivar uso de veículos híbridos e elétricos

Um novo projeto de lei apresentado em São Paulo pretende combater os problemas ambientais provocados pelos carros à combustão, que utilizam os tão poluentes combustíveis fósseis, através do incentivo ao uso de veículos elétricos ou …

Ataques iranianos teriam deixado 11 militares dos EUA feridos

Ao menos 11 militares norte-americanos foram retirados do Iraque para receberem tratamento médico em decorrência dos ataques iranianos contra as bases dos EUA. "Quando ficarem aptos para o serviço, estes militares regressarão ao Iraque", declarou à …

Evo recua e diz que não pretende mais criar milícias

Em carta pública divulgada nesta quinta-feira (16/01), o ex-presidente da Bolívia Evo Morales, que está refugiado na Argentina há mais de um mês, recuou da ideia de promover a formação de milícias no país. "Há alguns …

Dinossauros foram extintos por impacto de asteroide, defende pesquisa científica

O mistério que levou ao fim da era dos dinossauros motiva pesquisadores do mundo inteiro a debater o que teria provocado essa extinção. Um novo estudo busca descartar a teoria de que a atividade vulcânica …

Microsoft assume compromisso de ser uma empresa carbono negativo até 2030

A Microsoft fez uma transmissão ao vivo para contar ao mundo o seu engajamento com o meio ambiente, a fim de trazer um futuro mais sustentável. Em apresentação conduzida por Satya Nadella (CEO), Amy Hood (CFO) …

Marine Le Pen se lança em pré-campanha presidencial

A líder da extrema direita francesa, Marine Le Pen, anunciou nesta quinta-feira (16) o lançamento de sua campanha “pré-presidencial”. O pleito acontece apenas em 2022, mas a candidata derrotada no segundo turno em 2017, que enfrenta …