China descobre quase 110 mil novas crateras na Lua

Marshall Space Flight Center / NASA

Quando observamos imagens aproximadas da Lua, é notável a exorbitante quantidade de crateras em sua superfície. O vídeo do pouso da sonda chinesa Chang’e 5, por exemplo, mostra uma sequência fascinante de incontáveis crateras vistas a distância e muitas outras aparecendo à medida que a nave se aproxima do solo lunar.

Mas a Lua tem ainda muito mais crateras do que imaginávamos, de acordo com um novo estudo.

Foi exatamente através de sondas chinesas que uma equipe acabou encontrando mais de 109 mil crateras até então desconhecidas na Lua, mais precisamente nas regiões de latitudes baixas e média. Eles utilizaram uma inteligência artificial (IA), que por sua vez usa dados coletados por sondas chineses na órbita lunar.

Agora, a quantidade de crateras registradas aumentou mais de 12 vezes em relação ao que havia sido registrado antes. A pesquisa foi publicada na revista Nature Communications e o autor do estudo é Chen Yang, professor associado de ciências na Universidade Jilin, na China.

Não é tão fácil identificar e catalogar novas crateras na Lua porque elas podem se sobrepor e variar muito de forma e tamanho, além de sofrer alterações com o tempo. Além disso, processo acaba levando a inconsistências entre os bancos de dados existentes.

Para contornar essas barreiras, Yang e sua equipe usaram o aprendizado de máquina treinando uma rede neural com dados de milhares de crateras já conhecidas, e ensinando o algoritmo a encontrar outras.

Essa mesma rede neural foi alimentada com os dados coletados pelas sondas chinesas Chang’e-1 e Chang’e-2, que orbitam a Lua, o que levou à descoberta de 109.956 novas crateras, sendo muitas delas classificadas como pequenas e médias — embora sejam bem maiores que sua casa, já que esses tamanhos representam diâmetros de 1 km a 100 km. Também havia algumas crateras que chegam até a 550 km de diâmetro.

A inteligência artificial chinesa também foi capaz de estimar a idade de quase 19 mil crateras. Algumas delas se formaram através de impactos há 4 bilhões de anos, mas ha crateras para cada um dos cinco períodos geológicos Lua (Pré-nectárico, Nectário, Ímbrico, Eratosteniano e Copernicano).

A equipe chinesa pretende aprimorar o algorítimo usando dados da Chang’e 5 e utilizar o mesmo método em outros corpos do Sistema Solar, como Marte, por exemplo — já que a China pretende pousar lá em breve.

// CT

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …