Chip para deixar crianças mais inteligentes? Adultos aprovam, diz pesquisa

Já pensou ter um chip instalado em seu cérebro para aumentar suas capacidades intelectuais, como falar em vários idiomas ou ser mais rápido que uma calculadora em operações matemáticas? Provavelmente, sim, mesmo que esta ainda seja uma realidade distante.

Agora, de acordo com uma pesquisa realizada pela Kaspersky, mais da metade dos adultos, em levantamento feito em países europeus, concordaria com o uso de um chip que pudesse melhorar a aprendizagem de crianças na escola.

Para 52% dos adultos entrevistados pela Kaspersky, a implantação de uma tecnologia que aumentasse a velocidade de raciocínio em crianças e que as permitisse acessar informações de forma instantânea seria algo “bastante” ou “completamente” aceitável.

Em outras palavras, existe um grande potencial para a tecnologia, segundo o questionamento feito para 14,5 mil pessoas, espalhadas por 16 países.

No entanto, mesmo que haja grande interesse e aceitação pela tecnologia que “turbina” o cérebro, poucos teriam coragem de se voluntariar para um experimento do tipo. Apenas 22% dos entrevistados, se colocaria à disposição de um cérebro biônico, caso tivesse essa oportunidade em algum momento da vida.

Quem aceitaria ter um chip no cérebro?

Entre os adeptos a serem, eventualmente, voluntários para o uso de chips no cérebro, estão as pessoas mais jovens. O levantamento revelou que o interesse em aumentar a capacidade cerebral é, de forma significativa, maior entre aqueles que têm até 34 anos.

Dos entrevistados com idades de 18 a 34 anos, 27% aceitariam ser submetidos a um experimento do tipo. Enquanto isso, a proporção diminui para 22% na geração de 35 a 54 anos, e fica em 17% para os maiores de 55 anos.

Quase metade dos entrevistados (49%) acredita ser “completamente” ou “principalmente” aceitável aproveitar a tecnologia de Aprimoramento Humano (Human Augmentation) para aumentar a inteligência humana.

Uma curiosidade sobre a aceitação é que mulheres (23%) e homens (22%) pouco divergem entre a propensão de melhorar o seu potencial cerebral através de um chip, por exemplo.

Quanto a aprimorar o corpo com tecnologia de forma permanente ou temporária, mais de dois terços (63%) dos entrevistados considerariam a possibilidade. No limite, alguns chegaram a expressar o desejo de conectar seus smartphones a seus corpos.

Vale destacar que o levantamento foi realizado em julho deste ano, englobando apenas indivíduos com mais de 18 anos. A pesquisa foi realizada nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Marrocos, Países Baixos, Portugal, Reino Unido, República Checa, Romênia e Suíça.

Segurança do modo ciborgue

Mesmo que o futuro seja promissor com tecnologias que expandem as capacidades intelectuais humanas, aumentar a inteligência e o poder do cérebro levanta questões éticas e práticas. Por exemplo, pesquisadores precisarão entender se as técnicas utilizadas serão seguras para o organismo. Outro ponto é entender o quão ético é ampliar a capacidade de algumas crianças, enquanto outras não terão acesso a essa tecnologia.

Além disso, “a segurança será uma preocupação fundamental à medida que o Aprimoramento Humano se desenvolve; há o risco de que essa tecnologia avance além do controle dos governos ou outros órgãos reguladores, o que seria potencialmente perigoso para a humanidade e, por isso, é algo que devemos prestar muita atenção, conforme evolui”, explica Marco Preuss, diretor da Equipe de Análise e Pesquisa Global da Kaspersky na Europa.

“Por exemplo, na Kaspersky, investigamos anteriormente como os chips implantados no cérebro podem ser usados ​​por mal-intencionados para hackear e explorar a memória de um indivíduo. O aumento do cérebro abre um alcance verdadeiramente surpreendente de ciberameaças em potencial”, aponta Preuss sobre os desafios que essa tecnologia trará.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Por que iceberg do tamanho do Rio de Janeiro que se desprendeu da Antártida anima cientistas?

Um iceberg gigante de cerca de 1.270 km² (a cidade do Rio de Janeiro tem 1.255 km²) quebrou e se desprendeu da Antártida, gerando euforia na comunidade científica. Na sexta-feira (26/2), instrumentos na superfície da plataforma …

Coronavírus: Por que vacinação sem lockdown pode tornar Brasil 'fábrica' de variantes superpotentes

O cenário atual no Brasil, que combina início da vacinação com transmissão descontrolada da covid-19, pode tornar o país uma "fábrica" de variantes potencialmente capazes de escapar por completo da eficácia das vacinas. Esta é …

Esquema de venda de vacinas falsas da COVID-19 é descoberto pela Interpol

Na última quarta-feira (3), autoridades da África do Sul apreenderam centenas de vacinas falsas da COVID-19, esquema que já havia sido alertado pela Interpol devido às disputas pelo imunizante no mundo inteiro. No país africano, foram …

Egito descobre cemitério de 2 mil anos com 600 cães e gatos

Pesquisadores poloneses encontraram cerca de 600 restos mortais de animais em um cemitério de dois mil anos, no Egito. De acordo com os cientistas, os corpos encontrados na necrópole são de gatos (cerca de 90% deles), …

Nova superterra encontrada pode dar pistas sobre vida fora do Sistema Solar

Um novo exoplaneta detectado orbitando uma estrela relativamente perto do nosso Sistema Solar, pode potencialmente ajudar a resolver enigmas sobre vida alienígena. Um exoplaneta com uma massa 2,8 maior do que a da Terra designado Gliese …

China anuncia meta de crescimento econômico mais modesta na abertura do Congresso Nacional do Povo

A reunião anual do Congresso Nacional do Povo da China foi aberta nesta sexta-feira (5), em Pequim, com o tradicional discurso do primeiro-ministro do país, Li Keqiang. O líder anunciou um objetivo de crescimento …

Análogo de Buraco negro de laboratório se comporta como Stephen Hawking previu

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia Technion-Israel tentaram confirmar duas das previsões mais importantes de Hawking, que a radiação hawking surge do nada e que não muda de intensidade ao longo do tempo, o que significa …

SP concentra 40% dos feminicídios com 200 mortes, diz estudo do Observatório de Segurança

A Rede de Observatórios da Segurança publicou seu relatório de dados sobre a violência contra a mulher do ano de 2020. O boletim, que traz números de cinco estados (SP, RJ, PE, CE e BA), mostrou …

Em pior momento da pandemia, Bolsonaro critica 'mimimi' e diz que brasileiro tem que enfrentar vírus

Um dia após o registro de novo recorde diário de mortes pela covid-19 no país, o presidente Jair Bolsonaro deu uma série de declarações dando a entender que o choro pelas vítimas é "frescura" e …

89% dos norte-americanos veem a China como inimiga ou concorrente

A maioria dos norte-americanos não vê a China como parceira e expressa preocupações crescentes sobre o histórico de direitos humanos e as práticas econômicas de Pequim, revelou uma nova pesquisa do Pew Research Center nesta …