Chip para deixar crianças mais inteligentes? Adultos aprovam, diz pesquisa

Já pensou ter um chip instalado em seu cérebro para aumentar suas capacidades intelectuais, como falar em vários idiomas ou ser mais rápido que uma calculadora em operações matemáticas? Provavelmente, sim, mesmo que esta ainda seja uma realidade distante.

Agora, de acordo com uma pesquisa realizada pela Kaspersky, mais da metade dos adultos, em levantamento feito em países europeus, concordaria com o uso de um chip que pudesse melhorar a aprendizagem de crianças na escola.

Para 52% dos adultos entrevistados pela Kaspersky, a implantação de uma tecnologia que aumentasse a velocidade de raciocínio em crianças e que as permitisse acessar informações de forma instantânea seria algo “bastante” ou “completamente” aceitável.

Em outras palavras, existe um grande potencial para a tecnologia, segundo o questionamento feito para 14,5 mil pessoas, espalhadas por 16 países.

No entanto, mesmo que haja grande interesse e aceitação pela tecnologia que “turbina” o cérebro, poucos teriam coragem de se voluntariar para um experimento do tipo. Apenas 22% dos entrevistados, se colocaria à disposição de um cérebro biônico, caso tivesse essa oportunidade em algum momento da vida.

Quem aceitaria ter um chip no cérebro?

Entre os adeptos a serem, eventualmente, voluntários para o uso de chips no cérebro, estão as pessoas mais jovens. O levantamento revelou que o interesse em aumentar a capacidade cerebral é, de forma significativa, maior entre aqueles que têm até 34 anos.

Dos entrevistados com idades de 18 a 34 anos, 27% aceitariam ser submetidos a um experimento do tipo. Enquanto isso, a proporção diminui para 22% na geração de 35 a 54 anos, e fica em 17% para os maiores de 55 anos.

Quase metade dos entrevistados (49%) acredita ser “completamente” ou “principalmente” aceitável aproveitar a tecnologia de Aprimoramento Humano (Human Augmentation) para aumentar a inteligência humana.

Uma curiosidade sobre a aceitação é que mulheres (23%) e homens (22%) pouco divergem entre a propensão de melhorar o seu potencial cerebral através de um chip, por exemplo.

Quanto a aprimorar o corpo com tecnologia de forma permanente ou temporária, mais de dois terços (63%) dos entrevistados considerariam a possibilidade. No limite, alguns chegaram a expressar o desejo de conectar seus smartphones a seus corpos.

Vale destacar que o levantamento foi realizado em julho deste ano, englobando apenas indivíduos com mais de 18 anos. A pesquisa foi realizada nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Marrocos, Países Baixos, Portugal, Reino Unido, República Checa, Romênia e Suíça.

Segurança do modo ciborgue

Mesmo que o futuro seja promissor com tecnologias que expandem as capacidades intelectuais humanas, aumentar a inteligência e o poder do cérebro levanta questões éticas e práticas. Por exemplo, pesquisadores precisarão entender se as técnicas utilizadas serão seguras para o organismo. Outro ponto é entender o quão ético é ampliar a capacidade de algumas crianças, enquanto outras não terão acesso a essa tecnologia.

Além disso, “a segurança será uma preocupação fundamental à medida que o Aprimoramento Humano se desenvolve; há o risco de que essa tecnologia avance além do controle dos governos ou outros órgãos reguladores, o que seria potencialmente perigoso para a humanidade e, por isso, é algo que devemos prestar muita atenção, conforme evolui”, explica Marco Preuss, diretor da Equipe de Análise e Pesquisa Global da Kaspersky na Europa.

“Por exemplo, na Kaspersky, investigamos anteriormente como os chips implantados no cérebro podem ser usados ​​por mal-intencionados para hackear e explorar a memória de um indivíduo. O aumento do cérebro abre um alcance verdadeiramente surpreendente de ciberameaças em potencial”, aponta Preuss sobre os desafios que essa tecnologia trará.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …