Cientistas criam primeiro híbrido de humano e porco

(dr) Salk Institute for Biological Studies

O pesquisador Juan Carlos Izpisua Belmonte

O pesquisador Juan Carlos Izpisua Belmonte

Uma equipe internacional de cientistas do do Salk Institute for Biological Studies, nos EUA, diz ter criado um ser híbrido meio humano meio porco, através de uma experiência cujos resultados foram divulgados esta quinta-feira (26).

Segundo Juan Carlos Izpisua Belmonte, o cientista valenciano que lidera a equipe de pesquisa, o objetivo da pesquisa é criar “tecidos funcionais ou órgãos que possam ser transplantados”.

Para realizar o inédito experimento, numa primeira fase a equipe de cientistas começou por introduzir células-tronco humanas em embriões de um porco em um estágio inicial de desenvolvimento, permitindo-lhes criar cerca de 2.000 híbridos que depois foram introduzidos no corpo de uma porca.

Estes 2.000 embriões permaneceram em gestação durante 28 dias, período que corresponde ao primeiro trimestre de gestação destes animais, após o que foi extraído o feto de 186 deles, terminando assim o processo.

Os resultados do experimento foram publicados esta quinta-feira na revista científica Cell.

Belmonte diz que este período de gestação basta para que os embriões se desenvolvam suficientemente de maneira a que os cientistas possam analisá-los sem “preocupações éticas”.

De acordo com o cientista, a possibilidade de um animal com células humanas nascer é algo que poderia causar problemas éticos fora do mundo científico. “A sociedade tem de decidir o que se deve fazer”, ressalta.

Entretanto, este experimento, o primeiro que permitiu cruzar células de duas espécies muito diferentes, poderá oferecer novas oportunidades à ciência para investigar doenças diferentes e como elas afetam o corpo humano.

Os cientistas esperam que estes experimentos abram caminho para pesquisar métodos de criação de órgãos para transplantes gerados a partir de células do próprio receptor. Assim, a rejeição dos tecidos seria evitada, resolvendo o problema da falta de doações de órgãos no mundo.

Mas este experimento é mais do que apenas uma revolucionária técnica de criação de órgãos para transplantes sem rejeição. É a primeira quimera viável conhecida.

Na mitologia tradicional, se dá o nome de quimera a qualquer animal que tenha partes do corpo de outro animal. Diversas equipas de cientistas em todo o mundo estão fazendo experimentos juntando partes de animais com partes humanas.

Mas esta é a primeira vez que é aceite pela comunidade científica, após validado em um sistema de revisão por pares, o resultado de um experimento de quimerismo em laboratório com animais de porte que suportem órgãos com as dimensões dos que existem no organismo humano.

E provavelmente, Juan Carlos Izpisua Belmonte ficará nos anais da ciência por ter criado a primeira quimera da história da humanidade – se ainda pudermos chamar-lhe isso.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo sugere que 2,5 bilhões de tiranossauros rex viveram na Terra

Estimativa inédita da população total dos dinossauros foi publicada na revista "Science". Biólogo brasileiro integrou equipe da Universidade da Califórnia que fez o cálculo. Se um Tyrannosaurus rex já parece bastante assustador, imagine 2,5 bilhões deles. …

Submarino soviético atingido por minas alemãs encontrado no mar de Barents

Uma expedição da Frota do Norte russa e da Sociedade Geográfica Russa encontrou no mar de Barents o submarino Katyusha, afundado durante a Segunda Guerra Mundial, de acordo com informação do serviço de imprensa da …

Filme desaparecido do mestre do cinema Orson Welles pode estar no Brasil

Apaixonado por Orson Welles, um documentarista norte-americano se prepara para ir ao Brasil relançar a busca de um filme desaparecido do mestre de Hollywood, Orson Welles: a versão original de "The Magnificent Ambersons", que …

Cientistas criam embriões que são parte humanos, parte macacos

Pela primeira vez, cientistas criaram embriões que são uma mistura de células humanas e macacos. Os embriões, descritos quinta-feira na revista Cell, foram criados em parte para tentar encontrar novas formas de produzir órgãos para pessoas …

Criatura misteriosa em árvore que assustou moradores em cidade da Polônia era croissant

Quando autoridades polonesas receberam o chamado de que um animal incomum estava escondido em uma árvore da cidade de Cracóvia, não sabiam o que esperar. "As pessoas não estão abrindo as janelas porque estão com medo …

"Os Simpsons": Hank Azaria se desculpa por dar voz ao personagem indiano Apu

O ator e dublador Hank Azaria pediu desculpas por sua contribuição ao racismo estrutural contra a população indiana. Azaria, que é branco, foi a voz por trás do personagem Apu Nahasapeemapetilon no desenho animado Os Simpsons …

STF confirma anulação das condenações de Lula na Lava Jato

Plenário do Supremo referenda decisão de Fachin que considerou a 13ª Vara Federal de Curitiba incompetente para julgar ações contra o ex-presidente. Com isso, petista retoma o direito de disputar eleições em 2022. O plenário do …

Biden: EUA estão prontos para mais medidas se Rússia continuar a interferir na nossa democracia

Em discurso nesta quinta-feira (15), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que notificou o presidente russo, Vladimir Putin, de que seu governo poderia ter tomado mais medidas contra a Rússia, mas preferiu ser …

Eurodeputados defendem que Bolsonaro seja responsabilizado por necropolítica

O embaixador brasileiro na União Europeia, Marcos Galvão, pediu nesta quinta-feira "vacinas, vacinas e vacinas" para tirar o Brasil "da situação desastrosa" em que se encontra. Durante audiência com deputados do Parlamento Europeu, em …

Robô em forma de estrela vai estudar o fundo do mar

Cientistas do MIT criaram uma estrela-do-mar robótica, que consegue nadar pela vizinhança sem chamar muita atenção. Um dos principais problemas enfrentados pelos robôs marinhos é que eles não se parecem com peixes ou com alguma outra …