Cientistas desvendam o mistério da forma dos ovos – e tem tudo a ver com o voo

CCO

O albatroz põe ovos elípticos porque é um excelente voador

O albatroz põe ovos elípticos porque é um excelente voador

A incógnita borbulhava há séculos na cabeça dos biólogos: por que os ovos de diferentes espécies de aves têm diferentes formas. O mistério foi agora desvendado e a resposta está na forma das suas asas.

A pesquisa, publicada na revista Science, recorreu a conceitos da biologia, da matemática, da física e da ciência computorizada. Uma equipe internacional de cientistas das Universidades de Harvard e de Princeton apurou que quanto mais forte for a ave na capacidade de voo, mais longos ou pontiagudos serão os seus ovos.

Os pesquisadores começaram criando um programa de computador batizado Eggxtractor para catalogar a variação natural da forma dos ovos de 1.400 espécies.

Conseguiram assim, abranger quase 50 mil ovos das principais ordens de aves, tendo como referência um arquivo digital de imagens do Museu de Zoologia de Vertebrados de Berkeley, na Califórnia, EUA.

Depois criaram um modelo matemático para explicar a variação, procurando ligações entre a forma dos ovos e as características das aves.

Concluíram assim que a forma do ovo está relacionada com a habilidade para voar, verificando-se “uma forte correlação a ligar as aves que têm ovos que são elípticos e assimétricos com uma forte capacidade de voo”, explica L. Mahadevan, cientista da Universidade de Harvard.

A pesquisa conclui que há uma ligação direta entre a forma do ovo e a medida da forma da asa – o chamado índice mão-asa, que determina a capacidade de voo.

As grandes voadoras teriam desenvolvido formas de corpo aerodinâmicas que influenciam a configuração dos seus órgãos e, logo, do sistema reprodutivo e da forma dos seus ovos.

“Para manterem corpos elegantes e simplificados para o voo, as aves parecem pôr ovos que são mais assimétricos ou elípticos“, refere Mary Caswell Stoddard, pesquisadora da Universidade de Princeton.

“Com estas formas de ovo, as aves podem maximizar o volume do ovo sem aumentar a sua largura – o que é uma vantagem em ovidutos [o tubo por onde o ovo passa depois de deixar o ovário] estreitos”, acrescenta Stoddard.

Assim, o que explica que pássaros como o albatroz e o beija-flor, que são muito diferentes, tenham ovos elípticos com formas parecidas é o fato de serem ambos excelentes voadores. Já as corujas, que têm fraco potencial de voo, têm ovos quase esféricos, tal como as galinhas.

O estudo “deixa claro que a variação no tamanho e na forma dos ovos das aves não é simplesmente uma casualidade, mas está relacionada a diferenças na ecologia, incluindo na quantidade de cálcio na dieta e, particularmente, na medida em que cada espécie está projetada para um voo poderoso”, conclui outro dos autores da pesquisa, Joseph Tobias, pesquisador do Colégio Imperial do Reino Unido.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo revela por que formigas são excepcionalmente fortes

Neste trabalho, os pesquisadores conseguiram obter imagens detalhadas do que ocorre no tórax de uma formiga, tirando raios-X e criando modelos 3D para analisar os músculos e o esqueleto interno. Pesquisadores de universidades do Japão e …

Hackers russos são acusados de planejarem ataques contra as Olímpiadas do Japão

Hackers russos estariam planejando uma nova onda de ataques contra a organização das Olímpiadas de 2020, que aconteceriam neste ano, no Japão, e foram transferidas para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus. Mais uma …

Pais de 545 crianças separadas na fronteira dos EUA não foram localizados

Famílias foram separadas como parte da política anti-imigração de Trump a partir de 2017. Muitos dos pais podem ter sido deportados sem os filhos. Os pais de 545 crianças migrantes que foram separadas deles nos Estados …

ONG Repórteres Sem Fronteiras denuncia deterioração da liberdade de imprensa no Brasil

Um novo relatório publicado nesta terça-feira (20) pela ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF) denuncia o aumento de ameaças a jornalistas e veículos de comunicação no Brasil em 2020. Para a organização civil, sediada em …

Empreendedor mineiro cria vassoura mágica que também é meio de transporte

A sensação de voar em uma vassoura mágica se tornou possível em Belo Horizonte, Minas Gerais, pelas mãos do empreendedor Alexandre Russo, de 28 anos. Fundador da empresa Nuvem Vassouras, o mineiro criou a “Real Flying …

Bebês ingerem 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia, diz estudo

Um bebê de 12 meses ingere, em média, mais de 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia que são liberadas da mamadeira, revelou um estudo divulgado nesta segunda-feira (19/10). O impacto destas micropartículas para …

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …

Jejum intermitente funciona? Este estudo indica que não

Um estudo recém publicado na revista médica “Jama Internal Medicine” mostra que a prática conhecida como jejum intermitente não traz benefícios para o corpo e, ainda, não promove perda de peso de fato. A pesquisa, …