Os polvos são extraterrestres (e vieram para a Terra em ovos criopreservados)

Os polvos são criaturas tão misteriosas e extraordinárias que só podem ter vindo do espaço. É a conclusão de uma pesquisa que afirma: estes animais marinhos evoluíram em outro planeta, em ovos “criopreservados”, antes de chegarem à Terra há milhões de anos.

A pesquisa, publicada no Progress in Biophysics and Molecular Biology, envolveu 33 cientistas, incluindo Chandra Wickramasinghe, conceituado astrônomo e diretor do Centro de Astrobiologia da Universidade de Buckingham, no Reino Unido, que é considerado um dos proponentes da chamada Nova Panspermia – teoria que atribui a origem e a evolução da vida a “esporos” lançados no espaço e disseminados pela Terra e por todo o Universo.

Contando com cientistas que vão das áreas da Biologia e Bioquímica, até a Astronomia e às Ciências Matemáticas, a pesquisa conclui que a evolução do polvo foi tão rápida que só pode ter tido origem em ambiente extraterrestre.

A pesquisa tenta explicar se o súbito aparecimento de formas de vida complexas na Terra durante a chamada Explosão Cambriana ou Explosão Câmbrica, há cerca de 530 milhões de anos, foi um evento “terrestre ou cósmico”. E a conclusão é de que tudo teve origem no espaço, graças ao bombardeio de “nuvens de moléculas orgânicas”.

Os polvos são apontados como um exemplo desse processo, dado o seu súbito aparecimento na Terra, há cerca de 270 milhões de anos.

Os autores do estudo reparam que “o genoma do polvo demonstra um nível impressionante de complexidade, com 33 mil genes codificadores de proteínas a mais do que os que estão presentes no Homo sapiens“.

Destacando o “cérebro grande e o sistema nervoso sofisticado, os olhos de tipo câmara, o corpo flexível, a camuflagem instantânea”, os cientistas notam que as características apareceram “de repente no cenário evolutivo” e que não se encontra um caso similar “em nenhuma outra forma de vida preexistente”.

Assim, a “explicação plausível” é que “são, provavelmente, importações extraterrestres para a Terra”, fruto de “genes funcionais dentro de ovos de polvo fertilizados e criopreservados”, aponta o estudo.

Os polvos são considerados os mais inteligentes animais não-vertebrados e já vinham sendo apontados como uma espécie de seres “extraterrestres” por causa das suas características extraordinárias.

O cinema está repleto de filmes de ficção científica com polvos vindos do espaço, e muitos especialistas em fenômenos extraterrestres não duvidam que são formas de vida alienígena.

Em 2015, cientistas da Universidade de Chicago, nos EUA, conseguiram sequenciar o DNA do polvo, concluindo que não há outro animal igual no planeta, atestando suas sofisticadas capacidades cognitivas. Características que levaram um dos autores do estudo, o neurobiólogo Clifton Ragsdale, a salientar, em tom bem humorado, que se tratava do “primeiro genoma sequencial de algo como um extraterrestre”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não tenho conhecimento de paleontologia, mas……ET? Acho que há muito a se estudar para chegar a essa afirmação. A evolução das espécies é uma realidade e temos milhares de anos da existência da vida no planeta. Os cefalópodes já estão no topo da cadeia evolutiva.

  2. “Assim, a ‘explicação plausível’ é que…” Deus o criou! Ele não evoluiu como acham… se mostram tão inteligentes e não aceitam um criador. Tudo que nos rodeia é muito complexo para aceitar de um “simples” ato evolutivo.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Museu de Londres reunirá relatos de sonhos de britânicos na pandemia

Projeto visa documentar mudanças no sono causadas pelo confinamento e pela crise gerada com a covid-19, além de coletar narrativas sobre o período para gerações futuras. Mudanças no sono aparentemente têm sido comuns durante a pandemia …

'O Gambito da Rainha': série da Netflix ignora sexismo no xadrez, diz ex-campeã

Existem várias cenas comoventes em O Gambito da Rainha, a série da Netflix que conta a história fictícia de Beth Harman, uma jovem prodígio do xadrez da década de 1960. Em uma delas, um jogador experiente …

Detectada "partícula fantasma" no Sol que confirma teoria da década de 1930

Uma equipe internacional de cientistas conseguiu, pela primeira vez, detectar diretamente a presença do ciclo carbono-nitrogênio-oxigênio (CNO) na fusão nuclear do Sol. Este ciclo representa uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio …

Musk acertou? Tesla se aproxima dos US$ 500 bilhões de valor de mercado

Nesta segunda-feira (23), a Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 498 bilhões. E isso em um momento em que não se sabe se a empresa vai conseguir atingir a sua meta de entregar …

Papai Noel é considerado 'trabalhador essencial' na Irlanda

Na mesma semana em que novas restrições de viagem foram colocadas em prática no Reino Unido e na Irlanda diante dos estragos causados pela segunda onda da pandemia de covid-19 na Europa, a Irlanda fez …

Especialistas da ONU advertem sobre viés racista em algoritmos

Os países devem fazer mais para combater o racismo, principalmente nos algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Essas ferramentas podem reforçar discriminações, alertam especialistas da ONU. Segundo a especialista jamaicana …

Estudo de dentes de megalodonte revela segredos do tubarão de 18 metros

Especialistas em tubarões revelaram mais informações sobre um dos maiores predadores dos mares – o megalodonte. Nova pesquisa de dentes fossilizados da espécie Odotus megalodons, chamada também de megalodonte, sugere que os tubarões fêmeas desta espécie …

Escritor é alvo de censura e terá conta no Twitter suspensa por críticas contra Igreja Universal

O escritor J. P. Cuenca foi censurado por uma decisão judicial e terá sua conta do Twitter suspensa após o juiz da comarca de Campos dos Goytacazes (RJ), Ralph Machado Manhães Junior, acatar um pedido …

"Tesouro" espetacular de antigos artefatos de caça na Noruega é descoberto sob gelo derretido

Arqueólogos descobriram um “tesouro” de artefatos enquanto outra grande mancha de gelo derrete nas montanhas norueguesas, revelando um total de 68 flechas e muitos outros itens de um antigo local de caça de renas. As primeiras …

Não é mais 90%? AstraZeneca assume erro de eficácia da vacina da COVID-19

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford, que estão desenvolvendo juntas uma vacina contra a COVID-19, revelaram na última quarta-feira (25) que houve um erro no momento da divulgação dos resultados dos testes da vacina …