Com absorventes e preservativos, projeto visa fabricação de coberturas verdes

(dv) Centro de Pesquisas Schlumberger Brazil

Um grupo de estudantes está abrindo uma empresa na Holanda que fabricará coberturas verdes para casas utilizando resíduos não recicláveis como preservativos e absorventes usados.

“Após analisar as águas residuais, descobrimos que os materiais sólidos coletados antes do tratamento da água tinham várias caraterísticas interessantes. O que mais chamava a atenção é que absorvem muita água, pesam muito pouco e sobrava um pouco de fezes”, disse à EFE Jelle Scharff, estudante de Ciências e Negócios.

Estas são as propriedades exatas, segundo ela, para a elaboração de um novo tipo de cobertura verde em vez dos atuais materiais, como “o substrato de rocha de lava”, que não é totalmente sustentável e é extraído em outros países.

O material produzido será aplicado sobre a construção regular do teto, como se faz atualmente com as coberturas verdes já existentes, que utilizam vegetação como membrana impermeável.

A equipe desenvolvedora dessa nova cobertura é formada por três jovens: Scharf (24 anos) e Bas van der Leeden (23), que estão ainda terminando os estudos em design de produtos industriais, e por Anne Korthals (25), que se formou neste ano em design espacial.

Este grupo participou e ganhou há uma semana um concurso conhecido como Blue City Circular Challenge, na cidade de Roterdã, para o qual quatro organizações ofereceram uma série de resíduos que queriam reutilizar de forma mais sustentável.

Os jovens estudaram as águas residuais e tiveram que “analisar tudo o que as pessoas jogam fora no banheiro”, principalmente absorventes, preservativos e papéis higiênicos.

Após a pesquisa, eles descobriram que os artigos absorvem muita umidade, mas não se desfazem, o que os transforma em materiais perfeitos “para as coberturas verdes, por funcionarem como amortecedores sustentáveis de água“.

Scharf lembrou que “estes materiais não pertencem ao esgoto” e lamentou que as pessoas “os joguem fora pelo vaso sanitário”, embora seja proibido. Ele firmou ainda que antes da elaboração da camada impermeável há um processo trabalhoso, seguro e higiênico: lavar os materiais, moê-los e pressioná-los até que fiquem em forma de placa.

“Desta maneira, podemos nos desfazer do mau cheiro e fazer com que o material seja fácil de ser aplicado no telhado. Não deixaremos de pesquisar para nos certificar que nenhuma substância danosa termine no meio ambiente”, declarou.

A produção destas coberturas verdes poderá ser feita “sem problema” com as águas residuais normais, ainda segundo o estudante.

Só na cidade de Roterdã, com 623 mil habitantes e onde a empresa terá sede, são coletados anualmente mais de 100 toneladas de resíduos sólidos das águas e que não têm nenhum uso antes de serem incinerados.

Nos próximos dias, os três novos empresários se reunirão com possíveis investidores e sócios, e de acordo com Scharf já houve quem mostrasse interesse em apoiar a iniciativa sustentável.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …

Família real britânica: morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, morreu nesta sexta-feira (09/04) aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham. Em um comunicado, o palácio disse: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou …

Dinamarca suspende vistos e se torna 1° país europeu a ordenar retorno de refugiados à Síria

A Dinamarca acredita que a situação na província de Damasco se encontra atualmente estabilizada e decidiu suspender as autorizações de residência temporária de várias centenas de sírios. Trata-se do primeiro país europeu a ordenar …