Corpos mais quentes combatem melhor os tumores e as infecções

Quanto mais quente for a temperatura corporal de uma pessoa, mais rápido o seu organismo agiliza um sistema de defesa que é essencial no combate a tumores, feridas e infecções. Esta é a conclusão de uma nova pesquisa científica realizada no Reino Unido.

A pesquisa multidisciplinar, levada a cabo por matemáticos e biólogos das Universidades de Warwick e de Manchester, no Reino Unido, apurou que “pequenas subidas na temperatura (como durante uma febre) aceleram a velocidade de um “relógio” celular que controla a resposta a infecções”, salienta o comunicado sobre a pesquisa.

Os biólogos envolvidos na pesquisa descobriram que “sinais inflamatórios ativam as proteínas de ‘Fator Nuclear kappa B’ (NF-kB), para iniciarem um tique-taque” em que “se movem para trás e para a frente, dentro do núcleo da célula, onde ligam e desligam genes”, frisam os autores da pesquisa.

O processo dá início à resposta das células perante um tumor, ferida ou infecção.  “Quando a NF-κB está descontrolada, é associada com doenças inflamatórias, como a Doença de Crohn, psoríase e artrite reumatoide”, apontam os pesquisadores.

“A uma temperatura corporal de 34 graus, o relógio da NF-κ desacelera”, enquanto “a temperaturas mais elevadas do que os normais 37 graus (como em uma febre de 40 graus), o relógio da NF-κ acelera”, acrescentam.

Para perceber esse processo, os matemáticos envolvidos na pesquisa calcularam como os aumentos de temperatura corporal aceleram o ciclo. E concluíram que o fator chave pode ser uma proteína chamada A20, essencial para evitar doenças inflamatórias.

A remoção da A20 de células permitiu confirmar que “o relógio da NF-kB perdeu sua sensibilidade aos aumentos de temperatura“, é salientado no comunicado sobre o estudo.

As conclusões podem levar ao desenvolvimento de medicamentos mais eficientes e que atuem mais rapidamente, tendo como fator principal a proteína A20.

Os resultados também levam o matemático David Rand, professor da Universidade de Warwick que esteve envolvido na pesquisa, a notar que “a temperatura corporal inferior durante o sono pode fornecer uma explicação fascinante sobre como o trabalho em turnos, o jet lag ou os distúrbios do sono provocam aumento de doenças inflamatórias”.

Já o biólogo Mike White, professor da Universidade de Manchester que também integrou o estudo, destaca como podemos vir a entender melhor de que forma o ambiente e a temperatura corporal influenciam a saúde.

“Sabemos, há algum tempo, que as epidemias de gripe tendem a piorar no inverno, quando as temperaturas são mais frias” e também que “os ratos que vivem em altas temperaturas sofrem menos inflamações e câncer“, frisa Mike White, concluindo que “as mudanças podem ser explicadas por respostas imunes alteradas em diferentes temperaturas”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pequena (e estranha) galáxia orbita a Via Láctea; e ninguém sabe como

Segue 1 é o nome da pequena galáxia que orbita muito perto da Via Láctea. O corpo celeste é fraco e de pequenas dimensões, tendo surpreendido os cientistas – pois ninguém sabe ao certo como …

Cientistas podem ter descoberto por que a menstruação dói tanto

Um grupo de cientistas pode ter descoberto novas pistas que ajudam a explicar o motivo da dor menstrual e por que os sintomas pré-menstruais (TPM) podem ser tão dolorosos para algumas mulheres.  Em um grande estudo …

Sepultura mais antiga que as pirâmides do Egito é encontrada na Rússia

Uma equipe de arqueólogos encontrou uma sepultura antiga na proximidades da cidade de Aksay, na região de Rostov, na Rússia, área onde será construída uma rodovia, revelou a empresa estatal Avtodor. De acordo com os cientistas, …

Matemática desvenda (finalmente) quem escreveu "In My Life", dos Beatles

Mais de 50 anos depois da criação da música “In My Life”, um dos sucessos dos Beatles, a matemática concluiu quem foi o autor da canção, depois de tanto John Lennon como Paul McCartney reclamarem …

Já pode ser muito tarde para salvar o Taj Mahal

O Taj Mahal, monumento que é cartão postal da índia, tem ficado amarelado devido à poluição. O Supremo Tribunal indiano já ameaçou o governo: “ou restauram ou demolem”. Há um ditado que diz que o Taj …

Amazônia: pesca ilegal e desmatamento estão associados a paraísos fiscais

Nesta segunda-feira (13), cientistas pediram uma maior transparência no uso de paraísos fiscais por empresas envolvidas em atividades que prejudicaram os oceanos e a floresta tropical da Amazônia. Em um estudo publicado na Nature Ecology and …

Participação de transexuais nas eleições dos EUA é a maior da história

A participação de pessoas transgênero nas eleições de meio-termo nos Estados Unidos – que serão realizadas em novembro - já é a maior da história norte-americana. Pelo menos 43 candidatos se apresentaram na fase das …

Estudo mostra que Zika chegou ao Brasil proveniente do Haiti

Estudo desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Pernambuco revela que o vírus Zika chegou ao Brasil proveniente do Haiti. De acordo com pesquisadores, imigrantes ilegais e militares brasileiros que participaram da missão de paz …

Jacarta, a capital da Indonésia, pode ficar submersa já em 2050

Os especialistas alertam que, se nada for feito, alguns lugares da capital da Indonésia podem acabar completamente debaixo de água até 2050. “A possibilidade de Jacarta ficar submersa não é brincadeira”, adverte Heri Andreas, cientista do …

Cabral admite ter recebido R$ 5 milhões de caixa 2 do Rei Arthur (mas "nunca aceitou propina")

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral sustentou, em depoimento à Justiça Federal, que todo o dinheiro que recebeu era recurso de caixa 2 e que nunca aceitou propina. Ele foi interrogado nesta segunda-feira (13) pelo juiz Marcelo Bretas, …