Crianças amputadas vão poder jogar com seu braço Lego

Carlos Arturo Torres

IKO, o braço prostético Lego desenvolvido por Carlos Arturo Torres

IKO, o braço prostético Lego desenvolvido por Carlos Arturo Torres

Um novo braço protético apelidado de “Iko” pode ser infinitamente personalizado com peças de Lego para que as crianças o transformem no que desejarem.

A nova prótese personalizável, uma invenção de Carlos Arturo Torres, tem um enorme potencial de ajudar pequenos com debilidades a serem vistos de forma diferente pelo mundo.

O campo das próteses tem visto avanços significativos nos últimos anos. Designers têm aproveitado as novas tecnologias como a impressão 3D para torná-las mais bonitas, elegantes ou à prova d’água.

Tornar próteses mais expressivas capacita as pessoas que as usam. Iko tem como objetivo ajudar as crianças a superar o estigma de ter uma prótese, fazendo com que seja divertido usá-la.

“Meus amigos em psicologia costumavam dizer-me que, quando uma criança tem uma deficiência, não está realmente consciente disso até que enfrenta a sociedade”, diz Torres.

O projeto do designer colombiano é voltado para crianças entre 3 e 12 anos, uma faixa etária ampla, abrangendo os anos cruciais de construção de autoestima.

A ideia

Torres, baseado em Chicago, desenvolveu Iko durante um estágio de seis meses no Future Lab da Lego. Ele percebeu que o brinquedo tinha a habilidade de promover conexões sociais e teve a ideia de transformar crianças com próteses em ímãs sociais através de seus membros divertidos.

A Lego patrocinou uma viagem de Torres para sua terra natal, a fim de que ele observasse pacientes protéticos em Bogotá. Lá, ele conheceu Dario, um menino vibrante de 8 anos com uma malformação congênita que o deixou sem um antebraço direito.

Um dia, Torres viu Dario desenhar um robô de dez braços em um caderno. “Ele estava falando das características diferentes do robô e apontou para um olho biônico. Ele disse que o robô construiu a si próprio, porque era o único que sabia o que precisava”, conta.

De repente, Torres sabia exatamente como a Lego poderia se integrar em próteses.

Carlos Arturo Torres

Algumas das opções de personalização do IKO

Algumas das opções de personalização do IKO

Protótipo carregado de esperanças

Iko permite que as crianças façam suas próprias criações em um terminal conector. A base, que se liga a parte superior do braço do membro amputado, contém uma bateria, um processador e sensores mioelétricos que detectam o movimento muscular e o transferem para o que quer que esteja sobre a extremidade do braço Iko, quer se trate de um robô ou uma nave espacial.

A prótese Lego ainda está em fase de prototipagem, mas a consultoria de design IDEO, atual empregadora de Torres, está subscrevendo um modelo de baixo custo impresso em 3D.

Se a ideia se tornar uma realidade comercial, pode ajudar muitas crianças. Em Bogotá, Torres testemunhou em primeira mão o poder de transformação dos membros personalizados.

Antes de dar a Dario uma nave espacial Lego que foi anexada a seu braço Iko, Torres perguntou a um dos amigos do garoto como ele percebia a condição de Dario. O amigo respondeu que se sentia mal por ele.

Depois que a mão com a nave espacial foi dada a Dario, Torres repetiu a pergunta. A resposta? “Eu queria uma dessas também”

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Tribunal alemão suspende derrubada de floresta para fábrica da Tesla

Justiça ordena que gigante americana interrompa corte de árvores nos arredores de Berlim enquanto analisa pedido de associação ambiental. Empresa de Elon Musk planeja construir ali sua primeira "gigafábrica" da Europa. Um tribunal na Alemanha determinou …

Satélites podem facilmente ser manipulados por hackers, alerta pesquisador

Talvez você já esteja por dentro da confusão toda em relação aos problemas que os satélites Starlink, da SpaceX, estão causando na comunidade astronômica. Os relativamente poucos satélites lançados (cerca de 240, como parte de um …

Na Índia, campanha faz semáforo voltar ao vermelho se os motoristas buzinarem demais

Se a Índia é um país famoso por sua religiosidade, sua culinária, suas belezas naturais e, sendo o segundo país mais populoso, por ser a maior democracia por eleitorado do mundo, ela também carrega a …

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …