De cada 10 denúncias de trabalho escravo, o Ministério Público do Trabalho só tem condições de investigar uma

(dv) Brasil de Fato

Tiago Muniz Cavalcante, procurador do Ministério Público do Trabalho

Todos os avanços históricos no combate ao trabalho escravo que o Brasil alcançou nos últimos 20 anos estão em xeque por conta das restrições orçamentárias impostas ao Ministério do Trabalho e demais órgãos públicos. A atual situação do Ministério Público do Trabalho (MPT) é um bom exemplo.

Sem dinheiro para manter em plena atividade seu Grupo Especial de Fiscalização Móvel (GEFM), que conta hoje com apenas quatro equipes – eram 10 em meados dos anos 2000 -, o MPT precisa fazer escolhas trágicas no dia a dia: de cada 10 denúncias de trabalho escravo recebidas, a equipe só tem condições de atender uma. E a situação tende a piorar.

“A realidade é que as operações de setembro já estão comprometidas. Se não houver medidas suplementares, não teremos orçamento suficiente para seguir com as operações”, afirma Tiago Muniz Cavalcanti, Procurador do Trabalho e coordenador nacional de Erradicação do Trabalho Escravo (Conaete) do MPT, em entrevista ao site Investimentos e Direitos na Amazônia, do Inesc.

Segundo Cavalcanti, todos os órgãos que lidam com a questão do trabalho escravo estão com receio do retrocesso que haverá na política de enfrentamento a essa prática.

Para tentar reverter esse quadro, o MPT entrou com uma ação civil pública contra o governo federal para garantir a manutenção do combate ao trabalho escravo do Grupo Móvel, que pode parar pela primeira vez em 22 anos.

“O combate ao trabalho escravo é uma política pública que teve início na década de 1990, é um compromisso internacional e não do governo de plantão”, lembra.

Outro aspecto citado pelo procurador tem grande impacto na fiscalização do trabalho escravo: a precarização da legislação trabalhista, que afeta todos os trabalhadores do país e impõe a terceirização irrestrita.

Cavalcanti afirma que de cada 10 trabalhadores resgatados, nove são terceirizados.

O Brasil consegue hoje resgatar menos de um terço dos trabalhadores em condição análoga à escravidão que foram identificados – de acordo com estimativa da ONG Walk Free, existiam 161 mil trabalhadores em condições análogas à escravidão em 2016.

O país figura atualmente na 33ª posição entre os países que mais praticam trabalho escravo, em um ranking de 198 países.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Polícia encontra 39 corpos dentro de caminhão em Essex na Inglaterra

Corpos de 39 pessoas foram encontrados na madrugada desta quarta-feira dentro de um caminhão em Essex, na Inglaterra. A polícia foi acionada pelo serviço de ambulância pouco antes de 1h40 (horário local), logo após a descoberta …

Experimento de fusão nuclear com armas de plasma está quase pronto

A montagem do Experimento de Revestimento de Plasma no Laboratório Nacional de Los Alamos tem bom andamento com a instalação de 18 das 36 pistolas de plasma previstas. Esta representa uma abordagem ambiciosa para conseguir …

Eduardo Bolsonaro desiste de ser embaixador nos EUA

Filho do presidente anuncia decisão após conquistar liderança do PSL na Câmara e em meio à incerteza sobre apoio de senadores à sua indicação à embaixada. Deputado diz que fica no Brasil para defender pauta …

Após coletes amarelos, Macron enfrenta crise e onda de suicídios no meio rural

Agricultores franceses protestaram nesta terça-feira em toda a França contra o que chamam de “agribashing”, ou, em tradução livre da expressão em inglês, uma "agressão violenta" (“bashing”) contra o setor. O fenômeno se repetiu na Alemanha, …

Sujar-se de terra é o mais moderno e eficaz antidepressivo de acordo com este estudo

Com a depressão já diagnosticada como a doença do século XXI, em um mundo cada vez mais tomado por medicamentos como a agomelatina, amitriptilina, escitalopram, mirtazapina e paroxetine – entre tantos outros – , a …

Patenteado material que permite ocultar objetos e é chamado capa de invisibilidade

A empresa canadense fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionado ao Quantum Stealth. O material também é chamado de “capa de invisibilidade”. O inventor dos quatro pedidos …

Netanyahu desiste de formar governo em Israel

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, renunciou, nesta segunda-feira (21), à tarefa de formar um novo governo. O presidente Reuven Rivlin informou que entregará a missão ao opositor Benny Gantz. O primeiro-ministro anunciou a decisão nas redes …

'Nunca houve tanta interferência de uma família dentro de um poder', diz Joice sobre governo

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) declarou nesta segunda-feira (22) que "nunca houve tanta interferência de uma família dentro de um poder" como existe no governo do presidente Jair Bolsonaro. Após ser retirada da função de …

"Táxis de cocaína" são problema crescente em Berlim

Aumento do número de veículos que entregam drogas diretamente na casa dos usuários preocupa a polícia berlinense. A cocaína perde apenas para a heroína como causa de mortes relacionadas a drogas na capital alemã. A polícia …

A casa da Barbie existe na vida real – e você pode se hospedar lá

Possivelmente a mais célebre e vendida boneca do mundo, a Barbie costumava sugerir uma vida de luxo e deleite ao imaginário da criançada que cresceu – e ainda cresce – inventando uma vida enquanto brinca …