Ministra pede salário de R$ 61 mil, justifica citando “trabalho escravo” e desiste após polêmica

TCE-BA

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, apresentou ao governo um pedido para acumular salário integral da atual função com a aposentadoria, o que daria R$ 61 mil, e, entre as justificativas, disse que trabalhar sem receber contrapartida “se assemelha a trabalho escravo”. Após polêmica, ela desistiu do pedido nesta quinta-feira (2).

Em um trecho do documento de 207 páginas enviado por Valois à Casa Civil foram publicados nesta quinta pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. A TV Globo confirmou o pedido feito pela ministra.

Segundo o G1, atualmente, Valois recebe R$ 30.400 por mês do Tribunal de Justiça da Bahia pela aposentadoria de desembargadora. Como ministra, ela recebe R$ 3.300. O máximo das duas remunerações não pode ultrapassar R$ 33.700, que é o teto do funcionalismo público.

“O trabalho executado sem a correspondente contrapartida, a que se denomina remuneração, sem sombra de dúvida, se assemelha a trabalho escravo“, escreveu a ministra no pedido para acumular os salários.

Um parecer da Casa Civil negou o pedido da ministra, e enviou o caso ao ministério do Planejamento, que ainda não deu um parecer final.

Valois disse à TV Globo, por telefone, que presta serviço ao Estado brasileiro e acha justo receber por isso. Ela disse ainda que citar o trabalho escravo foi apenas uma analogia.

O Código Penal diz que trabalho escravo é aquele forçado, com jornada exaustiva, degradante. Além do salário de mais de R$ 30 mil, a ministra ainda tem direito a carro, motorista e viagens de avião da Força Aérea para compromissos profissionais.

Desistência

Segundo a revista Veja, a ministra disse que não se arrepende de ter comparado seu caso ao trabalho escravo na petição encaminhada ao governo. “Todo mundo sabe que quem trabalha sem receber é escravo”, afirmou.

“Considerando o documento sobre a situação remuneratória da ministra Luislinda Valois, o Ministério informa que já foi formulado um requerimento de desistência e arquivamento da solicitação”, diz a nota divulgada pelo Ministério dos Direitos Humanos.

Ciberia // G1 / Veja

COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Concordo com a ministra a respeito do trabalho escravo, o que obviamente NÃO é o caso dela. De qualquer modo formulo a pergunta: E quem recebe sem trabalhar, o que é então? Salafrario? Vagabundo? Eu mesmo respondo….é POLITICO.

    • Salafrário é o que tem aos montes em nosso país, e não são só os políticos, tem centenas de funcionários públicos que recebem sem trabalhar, ou então fazem seu trabalho de maneira porca e desrespeitosa, entre estes, estão fiscais, trabalhadores da saúde, médicos…etc. Muitos não honram seus salários e ignoram o que é ser “funcionário público” de verdade, trabalhar para o povo e em prol do povo, tratam o povo como escória, sendo nós os pagantes de seus salários.

    • 30.000 R$/mês + avião da FAB + carro com motorista, num Brasil pobre, é muito dinheiro para um mínimo de 924 Pilas. Este valor deveria ser no máximo 10.000 R$/mês.

  2. Por vezes penso que sou, que vc é, que somos todos ignorantes, que somos desprovidos de qualquer possibilidade de julgar o que é certo e errado, essa cambada de ladrões da nação estão a todo custo fazer com que aceitemos essa bandalheira e prevaricação com nosso bom senso, pessoal, isso não da mais, é insustentavel todos os dias ver nos noticiarios essa cambada de filha da mãe fazer o que estão fazendo, e do outro lado a outra cambada de julgadores, grandes homens e mulheres que deveriam nos defender, tambem são comprados e ou vendidos como qualquer porcaria que são, francamente, estou decepcionado em ser brasileiro, ou melhor, concordando com Srta Andreia Andrade, se abaixarmos a cabeça, certamente seremos a escoria que ´pensam em domesticar.
    Povo de DEUS, o pecado e a injustiça social chega aos ouvidos de DEUS.

  3. É ladrão de toda a espécie travestidos de políticos, médicos, empresário, etc, etc, etc… com objetivos únicos, desvio do dinheiro publico. Com esta infinidade de bandidos nadando no erário, sobra luxo e ostentação para poucos e sofrimento e falta de serviços e programas sociais para muitos.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Detalhe microscópico revela segredos de retratos egípcios de 1.800 anos

Análise das partículas da tinta revelou novas informações sobre os retratos enterrados ao lado das múmias egípcias há mais de 1.800 anos. A pintura Retrato do Homem Barbudo foi feita entre 170 e 180 d.C. e …

Ação da polícia contra migrantes em Paris gera críticas

Forças de segurança desmontam de forma violenta acampamento improvisado no centro da capital francesa. Ministro do Interior diz que imagens são chocantes. Ação ocorre na véspera de votação de lei que favorece polícia. A ação da …

Pandemia gera escassez de matéria-prima e faz preços subirem no Brasil

Por três vezes ao longo do mês de outubro, Diogo Murrieta, dono da pizzaria La-Nápoles, em Belém do Pará, tentou comprar as embalagens de papelão nas quais suas pizzas são entregues aos clientes e não …

Quando as crianças dominaram o mundo: uma sociedade paralela que parece saída da ficção

Na virada do século XIX para o século XX, os jovens, aqueles que já não mais eram crianças mas ainda não haviam entrado para o mercado de trabalho e se tornado adultos, sequer eram vistos …

Sem reconhecer derrota, Trump autoriza início de transição para administração Biden

Mais de duas semanas após o anúncio da vitória de Joe Biden na eleição presidencial americana, Donald Trump autorizou nessa segunda-feira o início do processo de transição para a administração do democrata, mas não …

Os estados quânticos mais extremos são descobertos por cientistas

Pela primeira vez, físicos descobriram uma maneira de definir matematicamente o grau de quanticidade que qualquer coisa — seja partícula, átomo, molécula ou mesmo um planeta — exibe A partícula de luz é uma bola zunindo …

Itália supera a marca de 50 mil mortos por COVID-19

Primeiro país ocidental a registrar casos da doença torna-se o sexto do mundo a alcançar esta marca. País é o que mais teve mortes no continente nos últimos dias. O governo italiano informou nesta segunda-feira (23) …

Covid-19: EUA pretendem lançar campanha de vacinação em dezembro

O país, o mais atingido pela epidemia no mundo, espera vacinar sua população 24 horas após a concessão da autorização de emergência pelo FDA, a agência americana reguladora de medicamentos. A reunião pública de …

França quer punir delito de "ecocídio"

Membros do governo francês anunciaram neste domingo (22/11) que pretendem promover uma projeto de lei para punir o "delito de ecocídio" com o objetivo de combater danos graves e intencionais ao meio ambiente, com previsão …

Barco em formato de ziper “abre” os mares enquanto navega

Se na fábula bíblica Moisés abriu o Mar Vermelho, o designer japonês Yasuhiro Suziki decidiu tornar a metáfora quase literal, ao criar um barco no formato de um imenso zíper. O resultado é ao mesmo tempo …