Em tentativa de contornar sanções dos EUA, Venezuela cria própria moeda virtual

Fabio Rodrigues Pozzebom / ABr

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

A Venezuela se tornou o primeiro país a emitir uma moeda virtual. O “petro”, a nova criptomoeda venezuelana, foi lançada nesta terça-feira (20). A iniciativa é uma tentativa de sair da recessão e permitir a emissão de dívida, proibida pelas sanções econômicas norte-americanas.

As autoridades dizem que o petro, o nome da nova moeda virtual, está sustentado nas reservas petrolíferas do país, as maiores do mundo. De acordo com Nicolás Maduro, presidente venezuelano, cada petro corresponde a um barril de petróleo venezuelano, logo, 100 milhões de petros valem perto de 6 bilhões de dólares, explica o Observador.

Como a criptomoeda é sustentada nas reservas petrolíferas, Maduro alega ser um investimento seguro, mas os analistas recomendam extrema cautela.

“O meu conselho é lidarem com isso de forma muito cautelosa, especialmente por causa do histórico do governo venezuelano”, disse o cofundador da Signatura, Federico Bond, uma startup argentina especializada em moedas digitais, em referência aos incumprimentos financeiros do passado recente por parte do país.

“Eles não estão em uma boa posição para obter financiamento de qualquer outra maneira, portanto isto pode ser visto como uma medida desesperada”, acrescentou o empresário.

O Departamento do Tesouro norte-americano, o equivalente ao Ministério da Fazenda, avisou que quem investir na nova moeda pode estar violando as sanções decretadas por Washington no ano passado.

A nova moeda foi criada para valorizar a moeda “física” do país, e funcionar como método de pagamento aos fornecedores estrangeiros, visto que as últimas sanções dos EUA proíbem a nação de comprar a dívida venezuelana.

“O petro será um instrumento para estabilidade econômica e independência financeira da Venezuela, juntamente com uma visão global e ambiciosa para a criação de um sistema financeiro internacional mais justo, mais livre e mais equilibrado”, lê-se em nota assinada pelo governo de Maduro e divulgada pela Associate Press.

A bitcoin e outras moedas digitais já são comumente utilizadas na Venezuela como proteção contra a hiperinflação. O uso de moedas digitais é também impulsionado pelo preço da eletricidade, uma das mais baratas do mundo, e pelo desespero dos cidadãos, que enfrentam uma recessão econômica maior do que a Grande Depressão dos anos 30 originada nos Estados Unidos.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fortnite dá desconto por fora, é banido pela Apple e caso vai parar na justiça

A Epic está processando a Apple pela retirada de Fornite da App Store. Após um embate jurídico entre as duas companhias, o jogo foi bloqueado na loja do iOS, criando reação imediata da desenvolvedora. A história, …

Com 1000 anos, maior cidade pré-colombiana da região dos EUA fica sob a cidade St Louis

Por mais que tenhamos sido ensinados que a história do continente americano começa pela chegada por aqui dos navegadores europeus – e o próprio nome de tal território sublinha essa recorrente doutrinação – o fato …

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …