Esqueletos de soldados esmagados por Napoleão são encontrados na Áustria

(dr) Novetus

Alguns dos esqueletos encontrados, na Áustria, dos soldados da Batalha de Wagram

Debaixo dos campos agrícolas de uma pequena cidade a nordeste de Viena, na Áustria, foram encontrados vestígios de uma das maiores batalhas travadas por Napoleão Bonaparte.

De acordo com as estimativas, 55 mil soldados morreram quando as tropas de Napoleão entraram em confronto com o exército austríaco na Batalha de Wagram, entre 5 e 6 de julho de 1809. Muitos foram diretamente enterrados no local e, pela primeira vez, uma equipe de arqueólogos escava o campo de batalha, escreve o Live Science.

Os pesquisadores mapeiam as valas comuns, bem como as milhares de balas e itens pessoais que foram deixados no campo, esperando assim ter uma visão mais detalhada do desfecho da batalha. Eles também examinam os ossos dos soldados, descobrindo o quão pouco saudáveis muitos deles estavam antes de morrerem na guerra.

As escavações começaram porque a autoridade rodoviária da Áustria (ASFINAG) está construindo uma rodovia, que se estende do leste de Viena até a fronteira com a Eslováquia, e a rota planejada passa por Deutsch-Wagram, município onde foram encontrados os vestígios da batalha.

Para cumprir as leis de patrimônio cultural, a ASFINAG teve que levar arqueólogos até o local para procurar qualquer vestígio histórico que pudessem ser destruídos ou encobertos pela nova estrada.

“Sempre soubemos que esse campo de batalha estava aqui, mas não havia nenhuma pesquisa planejada ou focada nele”, disse o arqueólogo Alexander Stagl, diretor executivo da Novetus, uma empresa de gestão de recursos culturais em Viena, que ganhou o contrato para as escavações. “Estamos no local da batalha e esta é a razão pela qual acho que temos tantas descobertas”, acrescenta.

Muitos dos soldados foram enterrados com suas roupas e, embora tenham se desintegrado com o tempo, os botões de metal “sobreviveram”. Os objetos podem mostrar aos arqueólogos as fileiras e nacionalidades dessas pessoas.

Slawomir Konik, o arqueólogo responsável pelas escavações, acredita que a equipe encontrou um oficial francês e, eventualmente, poderá ser possível identificá-lo pelo nome.

Mas a equipe não está apenas interessada nos oficiais. Hannah Grabmayer, da Novetus, e Michaela Binder, do Instituto Arqueológico Austríaco, conduzem um estudo antropológico dos restos mortais encontrados.

“Há, obviamente, muitos traumatismos que são impressionantes”, disse Binder, em declarações ao mesmo site. “Mas o que é realmente interessante é aprender como os soldados viviam”.

Dos 50 esqueletos encontrados até agora, a maioria dos indivíduos eram homens jovens entre 16 e 30 anos, com deficiências de vitamina C, inflamação das articulações provocadas pelas longas marchas carregando objetos pesados e doenças como pneumonia, que teriam se espalhado facilmente devido às condições do acampamento militar.

A equipe explora a zona desde março de 2017, estimando vá continuar as escavações até o fim do ano. Trata-se de um projeto caro e de grandes dimensões. Por exemplo, um dos locais cobre uma área do tamanho de 27 campos de futebol.

A ASFINAG reservou 3 milhões de euros para o projeto, com metade do dinheiro para os agricultores cujas terras terão de ser alugadas para a escavação.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pequena (e estranha) galáxia orbita a Via Láctea; e ninguém sabe como

Segue 1 é o nome da pequena galáxia que orbita muito perto da Via Láctea. O corpo celeste é fraco e de pequenas dimensões, tendo surpreendido os cientistas – pois ninguém sabe ao certo como …

Cientistas podem ter descoberto por que a menstruação dói tanto

Um grupo de cientistas pode ter descoberto novas pistas que ajudam a explicar o motivo da dor menstrual e por que os sintomas pré-menstruais (TPM) podem ser tão dolorosos para algumas mulheres.  Em um grande estudo …

Sepultura mais antiga que as pirâmides do Egito é encontrada na Rússia

Uma equipe de arqueólogos encontrou uma sepultura antiga na proximidades da cidade de Aksay, na região de Rostov, na Rússia, área onde será construída uma rodovia, revelou a empresa estatal Avtodor. De acordo com os cientistas, …

Matemática desvenda (finalmente) quem escreveu "In My Life", dos Beatles

Mais de 50 anos depois da criação da música “In My Life”, um dos sucessos dos Beatles, a matemática concluiu quem foi o autor da canção, depois de tanto John Lennon como Paul McCartney reclamarem …

Já pode ser muito tarde para salvar o Taj Mahal

O Taj Mahal, monumento que é cartão postal da índia, tem ficado amarelado devido à poluição. O Supremo Tribunal indiano já ameaçou o governo: “ou restauram ou demolem”. Há um ditado que diz que o Taj …

Amazônia: pesca ilegal e desmatamento estão associados a paraísos fiscais

Nesta segunda-feira (13), cientistas pediram uma maior transparência no uso de paraísos fiscais por empresas envolvidas em atividades que prejudicaram os oceanos e a floresta tropical da Amazônia. Em um estudo publicado na Nature Ecology and …

Participação de transexuais nas eleições dos EUA é a maior da história

A participação de pessoas transgênero nas eleições de meio-termo nos Estados Unidos – que serão realizadas em novembro - já é a maior da história norte-americana. Pelo menos 43 candidatos se apresentaram na fase das …

Estudo mostra que Zika chegou ao Brasil proveniente do Haiti

Estudo desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Pernambuco revela que o vírus Zika chegou ao Brasil proveniente do Haiti. De acordo com pesquisadores, imigrantes ilegais e militares brasileiros que participaram da missão de paz …

Jacarta, a capital da Indonésia, pode ficar submersa já em 2050

Os especialistas alertam que, se nada for feito, alguns lugares da capital da Indonésia podem acabar completamente debaixo de água até 2050. “A possibilidade de Jacarta ficar submersa não é brincadeira”, adverte Heri Andreas, cientista do …

Cabral admite ter recebido R$ 5 milhões de caixa 2 do Rei Arthur (mas "nunca aceitou propina")

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral sustentou, em depoimento à Justiça Federal, que todo o dinheiro que recebeu era recurso de caixa 2 e que nunca aceitou propina. Ele foi interrogado nesta segunda-feira (13) pelo juiz Marcelo Bretas, …