EUA aplicam tarifas punitivas sobre produtos da UE

Após aval da OMC, entram em vigor aumentos tarifários de 10% e 25%, afetando 7,5 bilhões de dólares em produtos do bloco europeu. Bruxelas poderá retaliar com sanções.

As autoridades de comércio dos Estados Unidos confirmaram que passam a valer nesta sexta-feira (18/10) os aumentos planejados de 10% e 25% nas tarifas de importação sobre aviões da Airbus e uma série de produtos europeus, somando 7,5 bilhões de dólares.

A medida entra em vigor após o aval da Organização Mundial do Comércio (OMC), que considerou as novas tarifas americanas proporcionais aos efeitos adversos sofridos pela empresa americana Boeing, a maior concorrente da Airbus, em termos de perdas de vendas e impedimentos na entrega de suas aeronaves.

Nesse litígio que já dura 15 anos, as perdas teriam sido acarretadas por subsídios ilegais fornecidos para a Airbus principalmente pela França, Alemanha, Espanha e Reino Unido. Segundo a OMC, esses quatro países ofereceram financiamentos a juros mais baixos do que os do mercado, o que teria permitido à empresa desenvolver alguns de seus modelos mais recentes e avançados.

A partir desta sexta-feira, os EUA passam a impor tarifas de 10% aos aviões da Airbus, e 25% sobre uma variedade de mercadorias europeias totalizando 7,5 bilhões de dólares. A lista inclui produtos espanhóis, como queijos, manteiga, azeite de oliva e carne de porco em conserva, além de vinhos e queijos franceses, waffles e biscoitos alemães, whisky e doces britânicos, e queijos italianos como parmesão e provolone. Incluídos estão também alguns frutos do mar, como mariscos, mexilhões e uma variedade de moluscos.

A União Europeia (UE) que, por sua vez, aguarda uma decisão da OMC sobre um caso de ajuda do governo americano á Boeing, deverá adotar medidas semelhantes contra os EUA. Apesar de Alemanha, França e Espanha serem os mais afetados pelo aumento, os efeitos das medidas americanas também se farão sentir nas demais economias do bloco.

O presidente americano, Donald Trump, disse não acreditar que a UE adote medidas de retaliação. “Em teoria, não pode haver retaliação. Isso foi um prêmio que recebemos pelo tratamento injusto dado aos Estados Unidos pela União Europeia. Foi uma questão de ficar quites.”

No entanto o ministro francês da Economia, Bruno Le Maire, anunciou que a UE se prepara para reagir com suas próprias medidas punitivas: “Se o governo americano rejeitar a mão que foi estendida pela França e pela União Europeia, estamos preparando nossas próprias sanções”, alertou.

Por sua vez, o ministro alemão das Finanças, Olaf Scholz, adotou um tom mais conciliador, comentando nesta sexta-feira que as autoridades europeias trabalham nos bastidores para selar um acordo comercial com os EUA e evitar tarifas ameaçadas. Ele se disse favorável a uma abordagem mais ponderada, que não agrave ainda mais as tensões com Washington.

// DW

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Incêndios florestais matam quatro pessoas e centenas de cangurus na Austrália

O número de vítimas pelos incêndios no leste da Austrália, onde 140 focos ainda continuam ativos, subiu para quatro nesta quinta-feira (14), com a descoberta de um cadáver perto da cidade de Kempsey, em Nova …

Holanda reduzirá limite de velocidade para combater poluição

O governo da Holanda reduzirá o limite máximo de velocidade nas rodovias do país como parte de uma série de medidas para combater as emissões de óxido de nitrogênio, geradas em grande parte por veículos …

A polêmica sobre campos de extermínio nazistas que opôs a Polônia ao Netflix

O primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, enviou uma carta ao Netflix insistindo em mudanças no documentário The Devil Next Door (o diabo ao lado), sobre campos de extermínio nazistas. Na carta enviada no domingo, 10, e …

O único problema de ser filho único é o estigma

Filhos únicos possuem uma péssima reputação. Quantas vezes você não observou algum pai ser criticado por escolher ter apenas um pimpolho? “Ele vai ficar mimado, muito sozinho, egoísta, etc. etc. etc”. É um senso comum. Parece, …

Epidemia mundial: Pneumonia mata uma criança de menos de 5 anos a cada 39 segundos

O Dia Mundial da Pneumonia é comemorado em 12 de novembro. A data foi proposta pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença, …

Senadora se declara presidente da Bolívia

A parlamentar oposicionista e segunda vice-presidente do Senado Jeanine Áñez declarou-se presidente da Bolívia nesta terça-feira (12). Ela também afirmou que o país terá novas eleições após a formação de uma nova comissão eleitoral. "De acordo …

Bolsonaro anuncia saída do PSL

Em meio à crise por disputa de poder na legenda, presidente afirma que pretende criar novo partido. Cerca de 30 parlamentares aliados de Bolsonaro devem seguir exemplo e deixar o PSL. O presidente Jair Bolsonaro anunciou …

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …

Cão aprende a falar usando máquina de escrever e já sabe 29 palavras

Stella tem 18 meses e, apesar de ser um cachorro, já sabe “falar” mais do que muitos humanos da sua idade. Através de uma máquina criada por sua tutora, o animal consegue se comunicar usando …

Saída de Lula da prisão pode ser “oportunidade” para Bolsonaro, diz especialista ao Le Monde

O jornal Le Monde deste domingo e segunda-feira, feriado em que a França comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial, traz uma reportagem de página inteira sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da …