Estrela anã orbita buraco negro duas vezes em apenas uma hora

NASA / CXC / M. Weiss

Ilustração da estrela anã a orbitar um buraco negro no sistema binário X9

Ilustração da estrela anã a orbitar um buraco negro no sistema binário X9

Um grupo de astrônomos descobriu que uma estrela anã completa duas voltas em torno de um buraco negro aproximadamente a cada hora. Esta poderá ser a dança orbital mais íntima já testemunhada entre um buraco negro e uma estrela.

A descoberta foi feita através do Observatório de raios-X Chandra, o NuSTAR e o ATCA (Australia Telescope Compact Array) da CSIRO (Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation).

O par está localizado num conjunto estelar chamado 47 Tucanae, um denso aglomerado de estrelas da Via Láctea a cerca de 14.800 anos-luz da Terra.

Apesar de os astrônomos observarem este sistema binário há muitos anos, foi só em 2015 que observações no rádio, com o ATCA, revelaram que o par contém provavelmente um buraco negro que puxa todo material de uma anã branca companheira, uma estrela de baixa massa que esgotou a maioria do seu combustível nuclear.

Os novos dados do Chandra mostram que o sistema binário muda de brilho em raios-X da mesma maneira a cada 28 minutos, o que provavelmente é o tempo que a estrela demora a completar uma órbita em torno do buraco negro.

Os dados do Chandra também mostram evidências de grandes quantidades de oxigênio no sistema, uma característica das anãs brancas. Portanto, pode ser fortemente argumentado que a companheira estelar é uma anã branca, que orbita o buraco negro a apenas 2,5 vezes a distância que separa a Terra da Lua.

“Esta anã branca está tão perto do buraco negro que o material está a ser puxado para longe da estrela e a ser despejado num disco de matéria ao redor do buraco negro antes de cair para dentro,” comenta o principal autor do estudo, Arash Bahramian da Universidade de Alberta em Edmonton, Canadá, e da Universidade Estatal do Michigan em East Lansing, EUA.

De acordo com o estudo publicado na Notices of the Royal Astronomical Society, apesar de não parecer que a anã branca possa ser despedaçada pelo buraco negro, seu destino é incerto.

“Eventualmente, a matéria poderá ser puxada para longe da anã branca, que vai acabar diminuindo até ter apenas a massa de um planeta. Se continuar a perder massa, a anã branca pode desaparecer completamente”, afirma o coautor do estudo, Craig Heinke, da Universidade de Alberta.

Mas, como é que o buraco negro obteve uma companheira tão íntima? Os cientistas dizem que o buraco negro poderá ter esbarrado com uma gigante vermelha e, de seguida, o gás das regiões mais exteriores da estrela foi expelido do sistema binário.

O núcleo remanescente da gigante vermelha formou a anã branca, que se tornou a companheira do buraco negro. Depois, órbita do sistema binário foi encolhendo à medida que eram emitidas ondas gravitacionais, até que o buraco negro começou a “sugar” material da estrela anã.

“Vamos continuar a observar cuidadosamente este sistema binário no futuro, já que sabemos tão pouco sobre como é que um sistema tão extremo deve se comportar,” afirma o coautor do estudo, Vlad Tudor, da Universidade Curtin e do ICRAR (International Centre for Radio Astronomy Research) em Perth, Austrália.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estão interligadas? Rochas de asteroide interestelar são parecidas com as que caíram na Terra

Pedregulhos descobertos na superfície do asteroide Ryugu, explorado pela sonda japonesa Hayabusa-2, apresentam semelhanças às rochas de meteoritos que caíram na Terra. Imagens captadas na superfície do asteroide Ryugu exibem rochas isentas de poeira que não …

Startup cria case de celular que também é máquina de café

Você é apaixonado por café, mas vive na rua e nunca tem tempo para sentar em algum lugar e tomar um espressinho que seja? Então você precisa conhecer a Mokase, um case desenvolvido pelos designers …

Após episódio da Groenlândia, nacionalistas flamengos oferecem Valônia a Trump por R$4,57

Organização juvenil flamenga posta no Twitter oferta de € 1,00 a Trump pela região da Valônia. Episódio segue piada de Trump na rede e expõe desavenças entre diferentes regiões da Bélgica. A Valônia é uma das …

G7 acorda sobre ajuda à Amazônia "o mais rápido possível"

Macron afirma que apoio a países afetados pelos incêndios é consenso entre líderes das maiores potências econômicas. Em vídeo gravado em reunião entre europeus, Merkel diz que ligará para Bolsonaro para discutir questão. Durante sua 45ª …

Análise de mudança climática de Marte enche pesquisadores de esperança sobre vida passada

Hoje Marte é um deserto seco e gelado quase sem atmosfera que se considera não ter água líquida. Em geral, é um lugar inóspito. Mas podia ter sido diferente no passado? Nós já sabemos que houve …

Microplásticos na água representam 'risco pequeno à saúde', diz estudo

Microplásticos na água potável não parecem representar um risco para a saúde nos níveis comumente encontrados atualmente, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Em seu primeiro relatório sobre a questão, a OMS descobriu …

Ativistas veganos oferecem "churrasco de cão" na Torre Eiffel em ato de conscientização

Um "churrasco de cão" acompanhado de espetinhos de legumes surpreendeu nesta sexta-feira (23) os turistas que visitavam a Torre Eiffel em Paris, uma ação da organização PETA para defender o veganismo. "Cão ou porco: qual é …

Bolsonaro autoriza uso das Forças Armadas contra incêndios amazônicos

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, realizou um pronunciamento, transmitido em rede nacional nesta sexta-feira, para comentar a situação dos incêndios na Amazônia. O presidente pediu "serenidade ao tratar dessa matéria" e disse que divulgação de …

Isso é o que aconteceria se os EUA e a Rússia começassem uma guerra nuclear

As tensões entre EUA e Rússia vêm escalando a um ponto perigoso já faz um tempo. As duas nações possuem armas nucleares, mas o que aconteceria se elas realmente utilizassem estas armas para se bombardearem? Uma …

Alex Navalny, principal opositor do Kremlim, é libertado após um mês na prisão

Alexei Navalny, principal opositor ao Kremlin, foi liberado nesta sexta-feira (23), depois de passar 30 dias na prisão por ter convocado os russos a participar no grande movimento de protesto que abala Moscou, anunciou seu …