Meio mundo à procura de um fotógrafo brasileiro no Iraque e Síria – que nunca existiu

Um jovem surfista brasileiro supera o câncer aos 25 anos e encontra novo significado para a vida: vai servir como voluntário a missões humanitárias da ONU enquanto aproveita para registrar o sofrimento no Iraque e na Síria.

A história de Eduardo Martins seria motivo de inspiração para muitos, não fosse um pequeno detalhe: ele nunca existiu.

Mais de 120 mil seguidores no Instagram, incluindo o perfil oficial das Nações Unidas e portais reconhecidos de imprensa como a Vice e a Al Jazeera. Uma leucemia que paralisou sua vida durante sete anos e, quando foi embora, deixou uma forma totalmente nova de ver o mundo.

Era assim que o paulistano Eduardo Martins se apresentava às dezenas de canais, rádios e revistas que ao longo de 2016 e 2017, o entrevistaram.

(ce) Instagram

O perfil do Instagram do falso fotógrafo Eduardo Martins

Supostamente morando em Beit Hanoun, uma cidade ao noroeste da Faixa de Gaza, o brasileiro se embrenhava em missões para nenhum fotógrafo de guerra botar defeito. Acompanhou a batalha por Mossul, no Iraque. Registrou o conflito na Síria ao lado do Exército Livre sírio.

A vida sofrida e os cliques imperdíveis que registrava nos lugares mais perigosos do planeta lhe valeram fama e alguns milhares de dólares em trabalhos vendidos para veículos como a DW, BBC, Wall Street Journal… Só que Eduardo Martins nunca esteve nestes lugares. Não se sabe nem mesmo se ele existe de verdade.

(ce) BBC

Eduardo foi destaque na página da BBC Brasil. O artigo foi deletado depois da denúncia de fraude

Eduardo foi exposto em um artigo do colunista do portal Waves, Fernando Costa Neto, o mesmo que um mês antes tinha publicado um artigo sobre as façanhas do jovem surfista  / fotógrafo / humanitarista.

Costa Neto começou a receber ligações de veículos que investigavam a existência de Eduardo. Quando entrou em contato, o fotógrafo, que até bem pouco tempo dizia estar abalado emocionalmente, mas a caminho da Síria, deu um paradeiro diferente.

“Estou na Austrália. Tomei a decisão de passar um ano uma van. Vou cortar tudo, inclusive internet. Quero ficar em paz, a gente se vê quando eu voltar. Qualquer coisa, me escreve no dudumartisn23@yahoo.com. Um grande abraço, vou deletar o whatsapp. Fica com Deus. Um abraço”.

Entretanto, o perfil de Eduardo Martins  no Instagram sumiu misteriosamente. Também o site eduardomartinsphotographer.com foi deletado.

Revelando a farsa

O fotógrafo paulistano Ignácio Aronovich não acompanhava o trabalho de Eduardo, mas se atentou à história depois da repercussão ao post do Waves. Curioso, foi checar as fotos que o falso fotógrafo tinha cedido a uma revista e descobriu a verdadeira autoria do trabalho. Ele conversou com exclusividade com a Sputnik Brasil.

“Sigo os fotógrafos que produzem cobertura de conflitos e lugares em crise há muitos anos e nunca tinha ouvido falar desse cara. Fui pesquisar e algumas fotos dele me chamaram a atenção. As câmeras têm disparadores do lado direito, tinha uma foto com um sujeito segurando a câmera com o disparador no lado esquerdo”, conta o fotógrafo.

Isso me fez desconfiar que a imagem poderia estar espelhada“, explica Ignácio.

Depois de colocar as fotos invertidas em buscas de imagem como o Google Images, Aronovich descobriu que se tratavam de trabalhos do fotógrafo americano Daniel C. Britt, atualmente morando na Turquia. Não há evidências que o autor saiba que seu trabalho foi roubado por Eduardo Martins.

Hoje um post fascinante apareceu dezenas de vezes compartilhado na minha timeline. O misterioso caso do fotógrafo…

Posted by Ignacio Aronovich on Thursday, August 31, 2017

Aronovich foi então seguido por outros colegas, que encontraram fotos do Congo de outros profissionais, creditadas a Eduardo Martins como imagens do Oriente Médio.

Eduardo pode não ser o autor verdadeiro das fotos ou sequer existir, mas ele ganhou bastante dinheiro com a farsa. Internautas descobriram o “trabalho” do brasileiro sendo comercializado por US$575 cada no banco de imagens Getty Images .

Em comunicado, a Getty Images já se manifestou sobre o assunto.

“A integridade editorial é de grande importância para a Getty Images e nossos fotógrafos são apaixonados em documentar o calendário global de notícias de um ponto de vista objetivo e imparcial.
A manipulação e o uso de má fé da fotografia violam completamente a integridade editorial e a Getty Images leva muito a sério os usos não autorizados e manipulações de conteúdo, inclusive aqueles que infringem os direitos autorais.
Eduardo Martins, a pessoa em questão, foi identificado como um colaborador e fornecedor de conteúdo de um de nossos parceiros que já foi notificado sobre esta infração.
Enquanto trabalhamos em conjunto com todos os nossos departamentos internos para esclarecer urgentemente esta questão, estamos retirando do ar todo o material envolvido”.

O serviço para o qual Eduardo originalmente colaborava, a NurPhoto, disse em um e-mail que “não ouviu mais nada de Eduardo Martins nos últimos dois anos. Quando tentamos entrar em contato com ele hoje, percebemos que todas as suas formas de comunicação tinham sido deletadas”.

O artigo do Waves diz que o homem por trás da conta está sendo caçado por fraudes cibernéticas, infração de direitos autorais e uma série de outros crimes.

A maioria dos artigos entrevistando o “fotógrafo de guerra brasileiro” já foi deletada pelos veículos, mas aparentemente, o profissional corajoso que dava depoimentos em primeira mão sobre a crise de refugiados, a ação dos exércitos opositores sírios e a crueldade em Gaza não deve estrelar nenhuma manchete a não ser as policiais daqui para frente.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas acabam de descobrir um órgão misterioso escondido no centro da cabeça humana

Cientistas fizeram uma descoberta anatômica surpreendente, encontrando o que parece ser um misterioso conjunto de glândulas salivares escondidas dentro da cabeça humana que de alguma forma passaram despercebidas até agora. Essa “entidade misteriosa” foi identificada acidentalmente …

Estudo revela por que formigas são excepcionalmente fortes

Neste trabalho, os pesquisadores conseguiram obter imagens detalhadas do que ocorre no tórax de uma formiga, tirando raios-X e criando modelos 3D para analisar os músculos e o esqueleto interno. Pesquisadores de universidades do Japão e …

Hackers russos são acusados de planejarem ataques contra as Olímpiadas do Japão

Hackers russos estariam planejando uma nova onda de ataques contra a organização das Olímpiadas de 2020, que aconteceriam neste ano, no Japão, e foram transferidas para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus. Mais uma …

Pais de 545 crianças separadas na fronteira dos EUA não foram localizados

Famílias foram separadas como parte da política anti-imigração de Trump a partir de 2017. Muitos dos pais podem ter sido deportados sem os filhos. Os pais de 545 crianças migrantes que foram separadas deles nos Estados …

ONG Repórteres Sem Fronteiras denuncia deterioração da liberdade de imprensa no Brasil

Um novo relatório publicado nesta terça-feira (20) pela ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF) denuncia o aumento de ameaças a jornalistas e veículos de comunicação no Brasil em 2020. Para a organização civil, sediada em …

Empreendedor mineiro cria vassoura mágica que também é meio de transporte

A sensação de voar em uma vassoura mágica se tornou possível em Belo Horizonte, Minas Gerais, pelas mãos do empreendedor Alexandre Russo, de 28 anos. Fundador da empresa Nuvem Vassouras, o mineiro criou a “Real Flying …

Bebês ingerem 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia, diz estudo

Um bebê de 12 meses ingere, em média, mais de 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia que são liberadas da mamadeira, revelou um estudo divulgado nesta segunda-feira (19/10). O impacto destas micropartículas para …

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …