Orcas removem cirurgicamente órgãos de tubarões-brancos – e surpreendem cientistas

Marine Dynamics / Dyer Island Conservation Trust

Grande tubarão-branco esquartejado por baleias assassinas na África do Sul

Grande tubarão-branco esquartejado por baleias assassinas na África do Sul

Nos últimos meses, quatro grandes tubarões-brancos foram encontrados esquartejados, sem os respectivos fígados, como se tivessem sido arrancados por um cirurgião treinado. Uma vaga de violência cometida por orcas que está surpreendendo os cientistas.

A África do Sul foi palco, recentemente, de pelo menos quatro ataques deste gênero, depois de quatro grandes tubarões-brancos terem sido encontrados mortos, sem o fígado e partes de outras vísceras. Os tubarões teriam sido atacados por orcas.

O caso está deixando cientistas da área estupefatos, pois é “a primeira vez que um tubarão-branco é dissecado depois de predação orca, surpreendendo pesquisadores e amantes de tubarões”, afirma o Fundo de Conservação da Ilha de Dyer (DICT, na sigla original em inglês) da África do Sul, em nota.

Orcas têm o fígado como alvo

No dia 24 de junho, cientistas do Fundo foram chamados para o quarto caso de um tubarão-branco encontrado esquartejado na praia Pearly, em Gansbaai, no sudoeste da África do Sul.

O animal tinha 4,1 metros de comprimento, não tinha o fígado, nem os testículos, nem o estômago, e ainda sangrava. A suspeita é de que estaria morto há poucos dias, conforme revela a bióloga do DICT, Alison Towner, citada na página do Fundo.

“Este é o quarto tubarão-branco morto documentado desde maio que podemos relacionar com a predação orca”, informa Alison Towner citada no perfil do Facebook da Marine Dynamics, empresa que se dedica à organização de visitas turísticas de mergulho na chamada “gaiola de tubarão”, para observação dos assustadores e perigosos animais.

A Marine Dynamics, que atua particularmente na zona de Gansbaai, conhecida por ser um “ponto quente” para ver de perto os grandes tubarões-brancos, também foi chamada para a recolha dos três outros casos de animais atacados.

Durante o passado mês de maio, foram encontrados mortos uma tubarão-branco fêmea de 4,9 metros e dois machos de 3,6 e 4,5 metros.

Os três animais também não tinham o fígado e apresentavam feridas consistentes com “predação orca”, conforme o DICT, salientando que as baleias assassinas “atacam e atordoam o tubarão em uma imobilidade tônica e o fígado flutuante sobe à superfície através da lesão”.

Isto parece indiciar que as orcas teriam visado especificamente o fígado, cujo óleo e gordura são ricos em nutrientes, embora faltasse também um coração de um dos tubarões e os testículos e o estômago de outro.

Superpredadores que agem quase como os humanos

As responsáveis pelos ataques a grandes tubarões-brancos seriam duas orcas avistadas nas costas de Gansbaai.

E se os ataques de orcas a tubarões-brancos não são propriamente inéditos, o que surpreende é o fato de terem se repetido em tão curto espaço de tempo. As orcas não têm por hábito caçar estes grandes animais regularmente, conforme destaca a Fox News o diretor do Programa de Pesquisa de Tubarões da Flórida (EUA), George Burgess.

Entretanto, estes superpredadores da família dos golfinhos “são conhecidos por terem uma cultura, muito como os humanos, e diferentes culturas de orcas se especializam em diferentes presas e em diferentes estratégias de caça”, salienta o cientista marinho Boris Worm, da Universidade Dalhousie na Nova Escócia, no Canadá.

E se o tubarão-branco é uma presa difícil, fruto do seu poderio e tamanho, “as orcas (como os humanos) usam estratégias de caça de grupo que podem levar a melhor sobre quase qualquer presa”, destaca Worm.

As orcas machos maiores podem atingir mais de nove metros de comprimento, bem mais do que os tubarões-brancos que são considerados uma espécie vulnerável, com os números de indivíduos da espécie diminuindo de forma preocupante.

Além de serem caçados por esporte ou pelas suas barbatanas e dentes, de ficarem acidentalmente presos em redes de pesca, os grandes tubarões-brancos estão agora também ameaçados pela “fome” das orcas.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Japão lembra 75 anos de bomba de Hiroshima e pede união contra armas nucleares

Esta quinta-feira (6) marca o 75º aniversário do primeiro ataque com bomba atômica do mundo. Cerca de 140 mil pessoas morreram no bombardeio à cidade japonesa, realizado pelo Estados Unidos no fim da Segunda Guerra …

Donald Trump determina bloqueio do TikTok e WeChat nos EUA em 45 dias

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump assinou na noite de ontem (6) uma ordem executiva determinando o fim de relações com as empresas responsáveis pelos apps TikTok e WeChat no país norte-americano. Em comunicado emitido …

Brasil caminha para ter 200 mil mortes pelo coronavírus até outubro, diz especialista

Na semana em que o Brasil deverá registrar 100 mil mortes pelo novo coronavírus, um especialista brasileiro indica que o país caminha para dobrar esse número em dois meses, atingindo 200 mil óbitos pela pandemia …

Petição defende que França assuma controle do Líbano

Suspeita de que desastre em Beirute foi causado por negligência eleva indignação dos libaneses, que pedem mandato francês pelos próximos dez anos no país. Apelo recebe mais de 50 mil assinaturas após visita de Macron. Quase …

Macron visita Beirute devastada e cobra reformas no Líbano

Presidente francês visita local da explosão e ouve apelos por mudanças por parte da população, para quem o desastre é consequência de anos de corrupção, caos público e má gestão. O presidente da França, Emmanuel Macron, …

Após ser engolido, besouro consegue escapar do intestino dos sapos

Uma pesquisa mostrou que o besouro aquático Regimbartia attenuata tem a capacidade de sobreviver ser engolido por um sapo. Todos já ingerimos coisas que parecem querer sair correndo de dentro de nós, mas deve ser muito …

Disney+ chegará à América Latina em novembro

Ao divulgar que ultrapassou a marca de 60 milhões de assinantes, a Disney também reforçou uma informação que traz esperança a muita gente: o Disney+ deve mesmo chegar à América Latina em novembro. A informação foi …

China exorta Trump a não abrir 'caixa de Pandora' com aquisição do TikTok

China apela aos EUA que não abram a caixa de Pandora, exigindo vender a companhia TikTok, eles serão os próprios culpados pelas consequências, declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin. O presidente …

Twitter bloqueia conta oficial de campanha de Trump

O Twitter anunciou nesta quarta-feira (5) ter bloqueado temporariamente a conta oficial da campanha de reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por conta de um tuíte que continha informação equivocada sobre a …

Líbano inicia luto nacional e recebe ajuda internacional

Diversos países enviam suprimentos médicos a Beirute. Presidente da França chega ao Líbano para avaliar situação. Megaexplosão deixou ao menos 137 mortos, incluindo diplomata alemão, e mais de 5 mil feridos. Beirute amanheceu nesta quinta-feira (06/08) …