Hong Kong registra primeiro caso confirmado de reinfecção por covid-19

Narendra Shrestha / EPA

Paciente, de 33 anos, contraiu novamente o vírus pouco mais de quatro meses depois de ter se recuperado da doença. Descoberta é um revés para defensores da estratégia de imunidade de rebanho.

Um cidadão de Hong Kong, de 33 anos, que havia se recuperado da covid-19 se tornou o primeiro caso documentado no mundo de reinfecção pelo novo coronavírus, anunciaram nesta segunda segunda-feira (24/08) pesquisadores do território autônomo. O paciente foi novamente diagnosticado com a infecção quatro meses e meio após ter se livrado da doença.

Pesquisadores da Universidade de Hong Kong relataram que o homem havia sido considerado curado da doença em abril, mas voltou a apresentar resultado positivo em testes para o coronavírus após retornar de viagem à Espanha no dia 15 de agosto.

Inicialmente, as autoridades de saúde de Hong Kong cogitaram que o homem poderia ser um “portador persistente” do novo coronavírus e que o patógeno teria permanecido em seu organismo durante todo o tempo. Entretanto, os pesquisadores asseguraram que as sequências genéticas das cepas do vírus contraído pelo paciente seriam são “claramente diferentes”.

Segundo os pesquisadores, ele contraiu um coronavírus de cepa diferente da infecção anterior e não apresenta sintomas após a segunda infecção.

A descoberta é considerada um revés para todos que acreditam na estratégia de imunidade de grupo, segundo o próprio estudo. Ela confirmaria ainda temores de que o coronavírus Sars-Cov-2 possa continuar a se espalhar pela população global mesmo entre os que já tiveram a doença.

“Muitos acreditam que os pacientes recuperados da covid-19 têm imunidade contra as reinfecções, em razão de a maioria ter desenvolvido uma resposta baseada em anticorpos neutralizantes no soro”, afirma o estudo da Universidade de Hong Kong.

Os cientistas ressaltaram que já existem provas de que alguns pacientes têm níveis decrescentes de anticorpos, passados poucos meses da primeira infecção. De acordo com os especialistas de Hong Kong, o “Sars-Cov-2 poderia persistir na população humana, como é o caso de outros coronavírus humanos comuns, associados aos resfriados”.

Por esse motivo, os pesquisadores recomendam que os pacientes recuperados da infecção sigam utilizando máscaras e respeitando o distanciamento social e físico. “Já que a imunidade pode ser pouco duradoura, deve se considerar a vacinação também para aqueles que já tenham passado por um episódio de infecção”, diz o estudo.

O resultado, porém, não significa que a vacinação não será eficaz, ressaltou um dos principais autores do estudo. “A imunidade induzida pela vacinação poderá ser diferente das que se originam em infecções naturais. Precisamos aguardar pelos resultados dos testes das vacinas para ver o quanto elas serão eficazes“, acrescentou Kai-Wang.

O estudo da Universidade de Hong Kong já foi aceito pela revista especializada Clinical Infectious Diseases, publicada pela Universidade de Oxford, no Reino Unido. Ao comentar o caso de reinfecção descoberto pelos pesquisadores da província semiautônoma da China, a epidemiologista Maria Van Kerkhove, da Organização Mundial de Saúde (OMS), disse que não se deve tirar conclusões precipitadas do estudo.

Casos de pessoas que haviam sido liberadas pelos hospitais e, mais tarde, voltaram a apresentar resultados positivos em testes, já haviam sido relatados na China continental. Mas, até agora não havia sido comprovado se essas pessoas haviam contraído o vírus novamente após total recuperação – como ocorreu com o paciente de Hong Kong – ou se o coronavírus ainda estava presente no organismo após a infecção inicial.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …