UE denuncia “golpe no pluralismo político” em Hong Kong

studiokanu / Flickr

Protestos em Hong Kong

Esta quinta-feira, a União Europeia considerou “um duro golpe no pluralismo político” de Hong Kong a destituição de quatro deputados pró-democracia do Conselho Legislativo da região e pediu a Pequim para reverter a decisão. No dia anterior, em protesto contra a lei imposta pela China e em solidariedade com os seus pares, 15 outros membros pró-democracia demitiram-se em bloco.

O Conselho Legislativo de Hong Kong reuniu-se esta quinta-feira sem nenhum deputado pró-democracia, num Parlamento descrito pelo jornal francês Le Monde como “fantoche” porque sem vozes dissonantes.

Na quarta-feira, a China aprovou uma resolução para Hong Kong que dá poderes ao Governo local para retirar o mandato aos políticos considerados uma ameaça à segurança nacional.

Ao abrigo da decisão, quatro legisladores pró-democracia foram desclassificados e, em protesto e solidariedade, os 15 outros deputados pró-democracia anunciaram a demissão em bloco.

Esta quinta-feira, em comunicado, o chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, descreveu as últimas medidas de Pequim como “um duro golpe no pluralismo político e na liberdade de opinião em Hong Kong” e apelou Pequim e o governo de Hong Kong para reverterem as decisões e para reintegrarem imediatamente os quatro deputados afastados.

Esta resolução dá poderes ao Governo local para retirar mandatos aos políticos considerados uma ameaça à segurança nacional e que recusem reconhecer a soberania da China sobre Hong Kong.

Algo que para a União Europeia “mina ainda mais significativamente a autonomia de Hong Kong sob o princípio ‘Um País, Dois Sistemas’, e a protecção dos direitos e liberdades fundamentais em Hong Kong, contrariando os compromissos internacionais da China”.

A decisão surge poucos meses depois da entrada em vigor da Lei de Segurança Nacional que pode punir com prisão perpétua ou com extradição para a China continental os responsáveis por alegados crimes de secessão, subversão, terrorismo ou conspiração com forças estrangeiras, algo que os críticos vêem como uma tentativa de silenciar vozes dissidentes.

Para a oposição, esta legislação quer simplesmente acabar com o princípio de “um país, dois sistemas”, em vigor desde 1997, data da devolução do território à China pelo Reino Unido.

Os quatro deputados expulsos ontem já tinham sido impedidos, em Julho, de concorrerem às legislativas de Hong Kong que foram adiadas um ano. Por outro lado, o ano passado foi marcado por protestos pró-democracia em Hong Kong.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Astrônomos continuam encontrando inexplicáveis anéis circulares misteriosos no céu

Nos últimos anos, astrônomos avistaram vários objetos de rádio gigantescos e quase perfeitamente circulares no universo distante. Embora ninguém tenha uma explicação para essas entidades misteriosas ainda, uma equipe adicionou recentemente outra ao seu catálogo, …

Conflito tem seu dia mais sangrento em Gaza

Bombardeios israelenses deixam pelo menos 42 palestinos mortos e elevam total de vítimas a 188. Netanyahu diz que ataques continuarão. Sem um cessar-fogo à vista, o atual conflito entre Israel e Hamas teve neste domingo (16/05) …

Apple é acusada de enganar usuários através de aplicativos fraudulentos na App Store

A Apple segue batendo recordes financeiros. No entanto, escândalos um atrás do outro aumentam a preocupação em torno da App Store. Após chamar a atenção internacional com as recentes revelações sobre a existência de cassinos ocultos …

Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. …

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …