Jovens autistas formam banda de rock e promovem inclusão social no Distrito Federal

Sete jovens com autismo formaram uma banda de rock em Brasília. A Timeout interpreta músicas autorais e clássicos do rock: Pink Floyd, Legião Urbana, Oasis, Mamonas Assassinas, AC/DC, Capital Inicial e daí por diante.

Mais do que isso, Ivan Madeira, João Daniel Simões, João Gabriel Mello, João Henrique Lopes, Marcelo Bacelar, Matheus Winker e Thiago Carneiro, que têm entre 13 e 22 anos, rompem paradigmas em cima do palco.

A cada apresentação em eventos e pubs do Distrito Federal, os garotos cantam para o mundo que são capazes, sim, de produzir música de qualidade, pedindo passagem para aqueles que subestimam suas potencialidades.

“Usualmente, pessoas com autismo são subestimadas, infantilizadas e colocadas em um lugar de exclusão, diferenciadas das pessoas consideradas ‘normais’. Acreditamos que a banda é uma verdadeira transgressão social nesse sentido”, afirma o psicólogo Paolo Rietveld, o idealizador da Timeout, em conversa com o RPA.

A banda foi criada em setembro de 2017, dentro do Instituto Ninar. Paolo é voluntário da entidade que oferece atendimento para pessoas com autismo. Ele percebeu que os meninos tinham habilidades musicais e foi assim que nasceu a Timeout.

O nome significa um “tempo fora” de todos os termos e técnicas da terapia tradicional. Aquele momento em que os meninos se preocupam apenas em se divertir. Desde que começaram a rolar os ensaios e as apresentações, Paolo percebeu mudanças no comportamento dos garotos e de seus pais.

Vemos a autoestima deles crescer a cada dia, nascer um objetivo de vida e a sensação de terem achado um lugar no mundo. João Henrique, nosso baterista, diz que foi a oportunidade que teve para se sentir realizado fazendo o que gosta. Os pais estão cada dia mais engajados e participativos”, destaca.

A última grande apresentação da Timeout foi no maior evento de motos da América Latina: o Brasília Capital Moto Week, no dia 22 de julho. A princípio, Paolo estava um pouco receoso, pois haveria muitas pessoas no local, mas a Timeout arrasou – a reação do público não poderia ter sido melhor.

Cantaram juntos, curtiram e no final choraram. A energia que eles passam é surreal! Fazemos tudo para apresentar a música com a maior qualidade possível, mas fazemos questão de manter a essência e o jeito de ser dos meninos”, lembra o psicólogo.

“Ela é perfeita do jeito deles, mas temos certeza que a qualidade surpreende as pessoas que esperam uma banda formada por pessoas com autismo. Nós mesmos nos surpreendemos a cada dia que passa”, acrescenta.

Rietveld faz questão de frisar que a Timeout é um projeto voluntário. Tudo o que a banda ganha e os pais dos garotos investem são para a própria banda. Os ensaios acontecem aos sábados, e atualmente a Timeout está trabalhando na gravação de músicas autorais.

Por enquanto, a banda não tem shows marcados, mas está aberta a convites, principalmente de eventos e festivais que carregam a pecha de ‘normais’.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Apple quer proibir lançamento de livro que revela segredos comerciais da empresa

O livro alemão App Store Confidential, de Tom Sadowski, é uma publicação temida pela Apple. Isso porque o autor foi o líder de desenvolvimento da loja de aplicativos da Gigante de Cupertino na Alemanha, Áustria …

Chineses acusam governo de usar epidemia de coronavírus para prender dissidentes

No momento em que a China enfrenta a epidemia do COVID-19 que já causou 2 mil mortes e infectou 74 mil pessoas no país, o mundo se pergunta se a crise reforça ou, pelo …

Suíça quer devolver dinheiro ganho com tráfico de escravizados para as Américas

O horror do tráfico de pessoas escravizadas entre os séculos XVI e XIX para os EUA, Caribe, América Latina e principalmente o Brasil teve mais responsáveis do que nos dita a história. E a Suíça …

Reino Unido pós-Brexit fecha portas para imigrantes pouco qualificados

No Reino Unido pós-Brexit, os estrangeiros que quiserem obter um visto de trabalho no país vão ter que provar muitas habilidades. Os candidatos receberão pontos de acordo com seu nível de inglês, diploma e profissão …

Síria realiza primeiro voo comercial entre Damasco e Aleppo desde 2013

Diretores de aeroportos da Síria mencionam o trabalho realizado no aeroporto de Aleppo para permitir o feito, realizado graças à vitória do Exército sírio e esforço dos operários. A Síria realizou seu primeiro voo comercial em …

Mudanças climáticas ameaçam futuro das crianças do mundo, diz ONU

Estudo de Nações Unidas, Unicef e revista 'The Lancet' aponta ações de sustentabilidade insuficientes. Países ricos fracassam em prover meio ambiente favorável, apesar de melhor ponto de partida. Países de todo o mundo estão fracassando em …

Bug no sistema do McDonald's forneceu lanches de graça sem limite de quantidade

Imagine você poder realizar quantos pedidos quiser no McDonald's e não ter que arcar com um só centavo para isso. Bem, essa mamata virtual era o que vinha acontecendo no sistema da multinacional de fast-food …

Governo chinês está até "queimando" dinheiro para combater o coronavírus

A briga do governo chinês contra o Covid-19 (também conhecido como "novo coronavírus") tem colocado diversos órgãos governamentais em alerta, e o governo da China parece não poupar esforços para conter a proliferação da doença …

Maior organização de escoteiros dos EUA declara falência após processos de abuso sexual

O grupo Boys Scouts of America, principal movimento de escoteiros dos Estados Unidos, apresentou um pedido de falência nesta terça-feira (18), em um esforço para salvaguardar as indenizações às vítimas de abuso sexual, afirma um …

Ações humanas alteram dispersão de sementes na Amazônia, aponta estudo

Análise de mais de 26 mil árvores demonstra que atividades como queimadas e desmatamento abalam o equilíbrio entre fauna e flora. Com degradação, restam animais pequenos na floresta, que espalham sementes menores. Quando se fala em …