Mulheres são o segredo para acabar com a fome na África

B. Bannon / UNHCR

As alterações climáticas provocam seca em África e deslocalização das populações

As alterações climáticas provocam seca em África e deslocalização das populações

O ativista sul-africano Jay Naidoo, responsável por uma organização multinacional que combate a desnutrição, defende que a aposta na agricultura e na capacitação das mulheres permitirá acabar com a fome e a pobreza na África.

A África detém 60% da área cultivável livre no mundo, mas 242 milhões de africanos “vão dormir com fome hoje“, disse, em entrevista à Lusa, o antigo político sul-africano, durante o “Fim de Semana da Governação Ibrahim”, que terminou esta noite em Marrakesh, Marrocos.

Jay Naidoo, antigo ministro das Comunicações do executivo de Nelson Mandela, é presidente da Aliança Global para uma Nutrição Melhorada – GAIN, membro da direção da Fundação Mo Ibrahim e consultor de vários organismos internacionais, incluindo a Unesco e o comitê do secretário-geral das Nações Unidas para a nutrição.

“Temos a capacidade de nos alimentar e de alimentar o mundo”, referiu, comentando que 90% da produção agrícola na África é de responsabilidade das mulheres, mas também são elas as mais afetadas pela fome, porque em muitos casos não têm direito a deter a terra ou a contrair empréstimos.

É preciso capacitar as mulheres. Sabemos que resolveremos a fome na África. Sabemos que as mulheres, quando têm dinheiro, investem na educação e na saúde dos filhos”, diz o ativista.

“Sabemos que investir nas mulheres e na agricultura cria milhões de empregos para o nosso povo na África e resolve a pobreza, além de melhorar a qualidade de vida das pessoas”, afirmou Naidoo.

okfn / Flickr

O ativista e especialista em desnutrição sul-africano Jay Naidoo

O ativista e especialista em desnutrição sul-africano Jay Naidoo

Para Naidoo, um dos principais problemas é a África “continuar agindo como 54 países e não como um continente”.

“Temos a riqueza do mundo, mas não a exploramos para beneficiar o povo africano. Somos muito ricos abaixo do solo, mas o nosso povo é pobre“, disse, acrescentando que “o tema do governo tem a ver com construir uma agenda africana, que coloque o povo africano no centro”.

Não precisamos de Messias que venham do norte, não precisamos de celebridades que pensam que vêm e conseguem resolver os problemas e salvar os pobres africanos de si próprios. Temos de olhar para nós próprios. Temos a capacidade intelectual, a riqueza mineral, temos o povo. Temos tudo para gerar uma genuína solução africana”, sustentou.

“Na nossa vida louca para atingir o sucesso, entramos em uma trajetória de consumo, a custo de tudo o que é sagrado neste mundo, incluindo o ambiente. Temos de mudar e fazer o que está correto”, refere.

Para Naidoo, o mundo atravessa “uma transformação” e, nestes tempos voláteis, é preciso “agir com o coração para tomar as decisões corretas“.

Realidades como a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos, o crescimento do populismo de direita no mundo ou a subida da “presidência divina, em que os presidentes acreditam que são um presente de Deus para as pessoas” são, na opinião do responsável, “uma aberração que o mundo vai ultrapassar“.

“O fato de termos estas pessoas, que representam dos piores aspectos dos seres humanos, nos une. Une os jovens, pessoas do norte, do sul, do leste e do ocidente, que procuram um caminho diferente”, conclui Jay Naidoo.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …

Educação e confiança fazem da Dinamarca país menos corrupto do mundo

Imagine poder almoçar tranquilamente num restaurante ou fazer compras enquanto deixa o seu bebê no carrinho, estacionado do lado de fora na calçada. Essa cena, que faz parte do cotidiano dos dinamarqueses, só é …

Brasil adianta ponteiros do Relógio do Juízo Final

O Relógio do Juízo Final teve seus ponteiros ajustados nesta quinta-feira (23/01) para a marca de apenas 100 segundos para a meia-noite, simbolizando o maior perigo para a humanidade registrado desde criação do dispositivo em …

Estudo comprova ligação entre estresse e cabelos brancos

Pesquisadores brasileiros e americanos investigaram processo de embranquecimento dos cabelos e concluem que estresse leva à liberação de substância que pode danificar células-tronco regeneradoras de pigmentos. Quando Maria Antonieta foi capturada durante a Revolução Francesa, consta …

Japão pretende desenvolver tecnologia ultrarrápida 6G até 2030

O governo japonês elaborará uma estratégia abrangente sobre as futuras redes de comunicação sem fio ultrarrápidas 6G e montou um painel para discutir o assunto, declarou ministra japonesa do Interior e Comunicações. O anúncio foi feito …

Tesla atinge valor de mercado de US$ 100 bi — e Musk receberá um grande bônus

A Tesla é uma das companhias mais promissoras do mundo, mas ainda gera dúvidas entre os investidores, devido aos problemas para atingir as metas de produção e polêmicos acidentes envolvendo seus veículos — além de …

Por que o príncipe da Arábia Saudita hackeou celular de Jeff Bezos, segundo investigação da ONU

Uma intriga internacional envolve, desde 2018, o homem mais rico do mundo e uma ditadura ultrafechada acusada de matar seus inimigos com requintes de crueldade. E, agora, o caso está sendo investigado por especialistas em …

Garoto de apenas 6 anos arrecada $270 mil para ajudar animais em incêndios australianos

Nos incêndios que devastaram algumas regiões da Austrália, mais de 1 bilhão de animais morreram. No esforço para salvar os animais resgatados e tentar, o mais rápido possível, lhes oferecer um novo lar, este garotinho …