Município gaúcho pede para receber imigrantes venezuelanos

Marcelo Camargo / ABr

A rejeição aos venezuelanos que chegam ao Brasil passa bem longe da pequena cidade de Chapada, na região norte do Rio Grande Sul. A prefeitura pediu para receber os imigrantes.

Até o dia 25, está prevista a chegada de 50 venezuelanos, transportados pela Força Aérea Brasileira (FAB) e pelo Exército. A Casa Civil confirma a informação, mas a data pode ser alterada de acordo com a agenda da FAB. As informações são do G1.

O município de 10 mil habitantes será o terceiro do Rio Grande do Sul a receber os imigrantes, depois de Esteio e Canoas, que se preparam para a chegada nos próximos dias: 221 em Esteio, e 425 em Canoas. Porém, Chapada foi o primeiro município que tomou a iniciativa de receber os venezuelanos.

“Decidimos isso com a Secretaria de Assistência Social, Educação e as outras pastas. Chegamos à conclusão de que devemos fazer parte da ação”, afirma Carlos Catto, prefeito de Chapada.

“Grande parte da nossa sociedade é descendente da imigração italiana, portuguesa e alemã. São pessoas que saíram da Europa em uma situação não muito legal, e todos se deram muito bem aqui”, acrescenta, ressaltando que o acolhimento é uma questão humanitária.

O município comunicou ao Ministério do Desenvolvimento Social que inclusive as crianças são bem-vindas. A preferência é para as crianças maiores de 5 anos, mas todas serão aceitas. A prefeitura reservou um prédio que abrigava uma escola rural para acomodar temporariamente os novos moradores de Chapada.

No local, passa um ônibus fretado pela prefeitura que leva os trabalhadores da zona rural até a cidade. Os venezuelanos poderão aproveitar o transporte para ir e voltar do trabalho. Catto garante que existem vagas na construção civil, nas propriedades agrícolas e nas indústrias de sapato e laticínios.

Os imigrantes que tenham experiência ou perfil para o ensino ainda poderão ser chamados para dar oficinas de espanhol nas escolas da cidade. O prefeito disse também que há vagas para as crianças venezuelanas nas escolas, tanto no ensino fundamental quanto no básico.

A receptividade de Chapada aos venezuelanos contrasta com o clima de intolerância em Roraima, ponto de aglomeração dos imigrantes. O prefeito Carlos Catto deseja que os venezuelanos criem raízes no município, que não seja uma aventura ou uma passagem temporária. “Estamos apostando nossas fichas que vai dar certo”, acredita o prefeito.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Apple quer proibir lançamento de livro que revela segredos comerciais da empresa

O livro alemão App Store Confidential, de Tom Sadowski, é uma publicação temida pela Apple. Isso porque o autor foi o líder de desenvolvimento da loja de aplicativos da Gigante de Cupertino na Alemanha, Áustria …

Chineses acusam governo de usar epidemia de coronavírus para prender dissidentes

No momento em que a China enfrenta a epidemia do COVID-19 que já causou 2 mil mortes e infectou 74 mil pessoas no país, o mundo se pergunta se a crise reforça ou, pelo …

Suíça quer devolver dinheiro ganho com tráfico de escravizados para as Américas

O horror do tráfico de pessoas escravizadas entre os séculos XVI e XIX para os EUA, Caribe, América Latina e principalmente o Brasil teve mais responsáveis do que nos dita a história. E a Suíça …

Reino Unido pós-Brexit fecha portas para imigrantes pouco qualificados

No Reino Unido pós-Brexit, os estrangeiros que quiserem obter um visto de trabalho no país vão ter que provar muitas habilidades. Os candidatos receberão pontos de acordo com seu nível de inglês, diploma e profissão …

Síria realiza primeiro voo comercial entre Damasco e Aleppo desde 2013

Diretores de aeroportos da Síria mencionam o trabalho realizado no aeroporto de Aleppo para permitir o feito, realizado graças à vitória do Exército sírio e esforço dos operários. A Síria realizou seu primeiro voo comercial em …

Mudanças climáticas ameaçam futuro das crianças do mundo, diz ONU

Estudo de Nações Unidas, Unicef e revista 'The Lancet' aponta ações de sustentabilidade insuficientes. Países ricos fracassam em prover meio ambiente favorável, apesar de melhor ponto de partida. Países de todo o mundo estão fracassando em …

Bug no sistema do McDonald's forneceu lanches de graça sem limite de quantidade

Imagine você poder realizar quantos pedidos quiser no McDonald's e não ter que arcar com um só centavo para isso. Bem, essa mamata virtual era o que vinha acontecendo no sistema da multinacional de fast-food …

Governo chinês está até "queimando" dinheiro para combater o coronavírus

A briga do governo chinês contra o Covid-19 (também conhecido como "novo coronavírus") tem colocado diversos órgãos governamentais em alerta, e o governo da China parece não poupar esforços para conter a proliferação da doença …

Maior organização de escoteiros dos EUA declara falência após processos de abuso sexual

O grupo Boys Scouts of America, principal movimento de escoteiros dos Estados Unidos, apresentou um pedido de falência nesta terça-feira (18), em um esforço para salvaguardar as indenizações às vítimas de abuso sexual, afirma um …

Ações humanas alteram dispersão de sementes na Amazônia, aponta estudo

Análise de mais de 26 mil árvores demonstra que atividades como queimadas e desmatamento abalam o equilíbrio entre fauna e flora. Com degradação, restam animais pequenos na floresta, que espalham sementes menores. Quando se fala em …