Município gaúcho pede para receber imigrantes venezuelanos

Marcelo Camargo / ABr

A rejeição aos venezuelanos que chegam ao Brasil passa bem longe da pequena cidade de Chapada, na região norte do Rio Grande Sul. A prefeitura pediu para receber os imigrantes.

Até o dia 25, está prevista a chegada de 50 venezuelanos, transportados pela Força Aérea Brasileira (FAB) e pelo Exército. A Casa Civil confirma a informação, mas a data pode ser alterada de acordo com a agenda da FAB. As informações são do G1.

O município de 10 mil habitantes será o terceiro do Rio Grande do Sul a receber os imigrantes, depois de Esteio e Canoas, que se preparam para a chegada nos próximos dias: 221 em Esteio, e 425 em Canoas. Porém, Chapada foi o primeiro município que tomou a iniciativa de receber os venezuelanos.

“Decidimos isso com a Secretaria de Assistência Social, Educação e as outras pastas. Chegamos à conclusão de que devemos fazer parte da ação”, afirma Carlos Catto, prefeito de Chapada.

“Grande parte da nossa sociedade é descendente da imigração italiana, portuguesa e alemã. São pessoas que saíram da Europa em uma situação não muito legal, e todos se deram muito bem aqui”, acrescenta, ressaltando que o acolhimento é uma questão humanitária.

O município comunicou ao Ministério do Desenvolvimento Social que inclusive as crianças são bem-vindas. A preferência é para as crianças maiores de 5 anos, mas todas serão aceitas. A prefeitura reservou um prédio que abrigava uma escola rural para acomodar temporariamente os novos moradores de Chapada.

No local, passa um ônibus fretado pela prefeitura que leva os trabalhadores da zona rural até a cidade. Os venezuelanos poderão aproveitar o transporte para ir e voltar do trabalho. Catto garante que existem vagas na construção civil, nas propriedades agrícolas e nas indústrias de sapato e laticínios.

Os imigrantes que tenham experiência ou perfil para o ensino ainda poderão ser chamados para dar oficinas de espanhol nas escolas da cidade. O prefeito disse também que há vagas para as crianças venezuelanas nas escolas, tanto no ensino fundamental quanto no básico.

A receptividade de Chapada aos venezuelanos contrasta com o clima de intolerância em Roraima, ponto de aglomeração dos imigrantes. O prefeito Carlos Catto deseja que os venezuelanos criem raízes no município, que não seja uma aventura ou uma passagem temporária. “Estamos apostando nossas fichas que vai dar certo”, acredita o prefeito.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Investigação revela terras protegidas da Amazônia à venda no Facebook

Pessoas que invadem e desmatam ilegalmente trechos da Floresta Amazônica estão anunciando as áreas no Facebook em busca de compradores. Uma investigação da BBC encontrou na plataforma dezenas de anúncios em que vendedores negociam pedaços da …

Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 17 no leste da Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando 17 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é …

Tiranossauros jovens impediram o desenvolvimento de espécies menores, diz estudo

A pesquisa demonstrou que grandes dinossauros, como o T-rex, que cresceram de um pequeno tamanho até se tornarem criaturas enormes, modificaram seus ecossistemas ao competirem com espécies rivais menores. Um estudo publicado nesta sexta-feira (26), no …

UE quer passaporte para vacinados até meio do ano

A União Europeia quer estabelecer um sistema de passaportes para vacinados contra covid-19 ainda antes de suas férias de verão, no meio do ano. O setor turístico é fundamental para várias economias do bloco, sobretudo …

Facebook encerra contas do exército birmanês devido ao recurso à violência

A rede Facebook anunciou hoje em comunicado ter encerrado as contas vinculadas à junta militar birmanesa devido ao uso da "violência mortífera" contra os manifestantes que têm protestado contra o golpe militar perpetrado no …

Malcolm X: carta indica plano do FBI e polícia de NY para assassinar líder negro

Morto em 1965, aos 39 anos, em Nova York, o ativista negro norte-americano Malcolm X não teve, até hoje, o assassinato totalmente esclarecido. Contudo, o surgimento recente de uma carta aponta para uma possível conspiração entre …

NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil

A Nvidia Enterprise e a Woopi, empresa do Grupo Stefanini focada em Inteligência Artificial (IA) anunciaram nesta quarta-feira (24) uma parceria para desenvolver soluções de IA e processamento de linguagem natural. E o primeiro projeto …

250 mil mortos por covid no Brasil: o que significa esse número

O Brasil acumula um quarto de milhão de mortes por covid-19, às vésperas de se completar um ano desde o primeiro caso de coronavírus ter sido identificado no país. Segundo as contas do consórcio de imprensa …

Na diplomacia das vacinas, Israel troca imunizante por reconhecimento de Jerusalém como capital

No combate à Covid-19, Israel é exemplo mundial. A metade da população do Estado hebreu já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus e um terço está completamente imunizada, com as …

"Subestimar Rússia de Putin é sempre um erro", diz indicado de Biden para chefiar CIA

Nesta quarta-feira (24), William Burns, o indicado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o cargo de diretor da CIA, disse que subestimar a Rússia é sempre um erro e acusou a China de …