Luas de Urano possuem semelhança surpreendente com Plutão

Urano possui 27 satélites naturais. Miranda, Ariel, Umbriel, Titania e Oberon são as cinco maiores. O planeta de eixo inclinado foi descoberto mais de 230 anos atrás pelo astrônomo William Herschel.

Usando o Observatório Espacial Herschel, astrônomos do Instituto Max Planck de Astronomia, na Alemanha, conseguiram determinar as propriedades físicas das cinco principais luas de Urano.

A equipe desenvolveu uma nova técnica de análise que extrai sinais fracos das luas próximas ao planeta, que é mais de mil vezes mais brilhante do que os satélites naturais. O estudo foi publicado na segunda-feira (15) na revista científica Astronomy & Astrophysics.

“As luas, que estão entre 500 e 7.400 vezes mais fracas [do que Urano], estão a uma distância tão pequena de Urano que se fundem com os artefatos igualmente brilhantes. Apenas as luas mais brilhantes, Titânia e Oberon, se destacam um pouco do brilho circundante”, explica o coautor Gábor Marton ao portal Science Alert.

A radiação infravermelha medida, que é gerada pelo Sol aquecendo suas superfícies, sugere que essas luas se assemelham a planetas anões como Plutão.

Descoberta acidental

“O momento da observação também foi um golpe de sorte“, afirma Thomas Muller, também coautor do estudo. O eixo de rotação de Urano e, portanto, também o plano orbital das luas, é excepcionalmente inclinado. Enquanto Urano orbita o Sol há várias décadas, é principalmente o hemisfério norte ou sul que é iluminado pelo sol.

“Durante as observações, no entanto, a posição era tão favorável que as regiões equatoriais se beneficiaram da irradiação solar. Isso nos permitiu medir o quão bem o calor é retido em uma superfície conforme ela se move para o lado noturno devido à rotação das luas. Isso nos ensinou muito sobre a natureza do material“, sublinha Muller, que calculou os modelos para este estudo.

Disto ele derivou as propriedades térmicas e físicas das luas. Muller descobriu que essas superfícies armazenam calor inesperadamente bem e esfriam de forma relativamente lenta. Os astrônomos conhecem esse comportamento por meio de objetos compactos com uma superfície áspera e gelada.

É por isso que os cientistas presumem que essas luas são corpos celestes semelhantes aos planetas anões na borda do Sistema Solar, como Plutão ou Haumea.

“O resultado demonstra que nem sempre precisamos de missões espaciais planetárias elaboradas para obter novos insights sobre o Sistema Solar”, destaca o coautor Hendrik Linz, que projeta novas descobertas em breve. “Além disso, o novo algoritmo poderia ser aplicado a outras observações que foram coletadas em grande número no arquivo eletrônico de dados da Agência Espacial Europeia. Quem sabe que surpresa ainda nos espera lá?”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pais gays viram alvo de investigações na Rússia

Alguns anos atrás, o advogado Vladimir (nome modificado), morador de uma grande cidade russa, decidiu ter um filho com o auxílio de uma mãe de aluguel. Sua família inteira ficou contente quando uma menina nasceu. …

Líbano: Saad Hariri volta ao posto de primeiro-ministro para formar novo governo

Saad Hariri foi nomeado novamente primeiro-ministro do Líbano, com o desafio de chegar a um acordo com as várias forças políticas do país e formar um governo capaz de realizar as reformas necessárias para …

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …